Compartilhe

Nem sempre um smartphone com o recurso de recarga rápida vai fazer isso sempre, e os motivos são os mais diversos. E não existem telefones rigorosamente iguais, pois os componentes variam de um modelo para outro.

E a bateria está ganhando maior protagonismo nesse caso, com o recurso de recarga rápida… que nem sempre é veloz como desejado. Vamos descobrir nesse post por que o seu smartphone com esse recurso está carregando mais lento do que você gostaria.

 

 

 

O carregador não é o adequado

 

 

Esse é um fator primordial.

Use o carregador rápido fornecido pelo fabricante do seu smartphone. Se você trocar de carregador, muito provavelmente ele não vai recarregar o seu telefone de forma rápida.

Não adianta querer reinventar a roda nesse caso. Se o carregador rápido que veio no kit de compra do seu telefone deu problema, você só tem duas alternativas: 1) ou compra outro carregador rápido original; 2) ou compra um carregador rápido com tecnologia compatível com a do seu carregador.

Vale a pena fazer uma pesquisa mais aprofundada sobre as especificações técnicas antes de realizar o investimento.

 

 

 

O cabo USB não é o do telefone

 

 

É a mesma regra do carregador. Apesar de aparentemente ter uma importância menor, ele também tem a sua importância.

Os fabricantes adaptam os cabos de acordo com as características do dispositivo e do carregador em questão. Cabos alternativos pode limitar o envio de energia para o telefone, o que resulta em uma recarga mais lenta.

Se você percebeu isso e está utilizando o carregador original sem o seu cabo original, tente localizar o cabo USB correto, e o problema será resolvido.

Se ainda assim o problema persistir, chegou a hora de comprar um carregador novo com um cabo original.

 

 

 

O smartphone está aquecendo muito

 

 

Tecnologias de recarga rápida podem resultar em temperaturas maiores do dispositivo. Se isso acontece, o sistema vai reduzir a potência de carga para evitar danos maiores.

Não use o telefone até que ele recupere a temperatura, ou desligue o dispositivo por completo e deixe ele carregando sem o sistema operacional ativo. Se a temperatura do smartphone é alta demais, retire o cabo de carga e desligue o telefone por completo e só volte a ligá-lo até que o mesmo se esfrie.

 

 

 

O smartphone está realizando tarefas em segundo plano

 

 

Se o telefone está com muitos processos ativos em segundo plano, a carga vai entrar na bateria, mas a mesma não será preenchida em alta velocidade, já que o sistema está gastando energia acima do necessário. O resultado disso é óbvio: uma carga mais lenta.

Verifique como está o consumo de bateria dos aplicativos, e identifique quais apps estão fora de controle. Ou reinicie o smartphone para fechar todos os aplicativos ativos.

 

 

 

A tomada está com problemas

 

 

Se você tem vários dispositivos ligados em uma extensão ou filtro de linha, é bem provável que o carregador do smartphone não está recebendo energia suficiente para recarregar rapidamente o seu telefone. Além disso, tomadas com mau contato também podem ser vilãs para a recarga rápida.

Certifique-se que tudo vai dar certo no fim conectando o carregador do seu smartphone em uma tomada específica para isso, ou pelo menos em uma tomada que está funcionando sem maiores problemas. A tendência é que a recarga rápida vai funcionar de forma plena com a mudança.

 

 

 

A carga está chegando ao fim

 

 

A recarga rápida não acontece da mesma forma em todas as condições de porcentagem de bateria. Quando ela está no final da recarga (acima de 80%), o carregador e o smarpthone regulam a potência de carga para reduzir a quantidade de energia enviada, desacelerando a velocidade da mesma. Dessa forma, a vida útil da bateria aumenta, o que é um bom negócio para você e para o telefone em questão.

Ou seja, se a lentidão de recarga acontece no final dela, você não tem com o que se preocupar.


Compartilhe