Wetten.com Brasil Apostas
Home » Dicas, Truques e Macetes » Como saber se minha conta no WhatsApp será eliminada?

Como saber se minha conta no WhatsApp será eliminada?

Compartilhe

Eu quero acreditar que a grande maioria das pessoas que usam o WhatsApp estão dentro das regras, e usam a plataforma seguindo as suas normas. Porém, também tenho a plena consciência que um grande grupo de pessoas está violando essas mesmas regras, e são passíveis de serem banidas do aplicativo.

O problema é que tem alguns usuários que são tão distraídos (ou completamente sem noção), que estão violando as regras de uso do WhatsApp sem saber. Logo, é importante deixar claro para esse grupo de usuários que as suas respectivas contas podem estar a caminho de um banimento que, pelo histórico do serviço de mensagens instantâneas, é bem difícil de ser revertido.

O WhatsApp conta com uma série de punições para os usuários que estão violando as suas normas de uso. Tais medidas podem ser desde a suspensão temporária da conta até a eliminação da mesma por tempo indeterminado ou de forma indefinida.

Duas expressões para dizer que a conta será banida para sempre.

O blog oficial do WhatsApp mostra quais são os motivos que podem gerar uma suspensão ou punição de conta, mostrando aquelas iniciativas ou atitudes que violam as condições de uso do serviço. Nesse post, vamos abordar o assunto, mostrando de forma mais clara e prática onde você corre mais risco de perder a sua conta na plataforma por alguma iniciativa ou atitude impensada com outros usuários.

 

 

 

Motivos para uma conta do WhatsApp ser banida

 

 

O WhatsApp apresenta várias situações que são passíveis de punição ou banimento dentro da plataforma. De forma resumida, os eventos mais problemáticos estão listados abaixo:

Enviando mensagens de spam
Enviando mensagens em massa ou automatizadas
Compartilhando números de telefone sem aprovação do outro usuário
Espalhando rumores
Compartilhando conteúdos relacionados com pedofilia
Spam religioso
Transmitindo notícias falsas

 

 

 

Usando aplicativos não oficiais do WhatsApp

 

 

Esse item merece um tópico específico, pois por diversas vezes alertamos sobre os riscos que o uso dessas soluções podem resultar na sua conta do WhatsApp.

Aliás, a própria plataforma deixa isso bem claro:

 

“Se você recebeu uma mensagem dentro do aplicativo notificando que sua conta está temporariamente suspensa, isso significa que provavelmente você está usando uma versão não autorizada do WhatsApp em vez do aplicativo oficial do WhatsApp. Se depois de sua conta ficar temporariamente suspensa você não começar a utilizar a versão oficial do WhatsApp, sua conta pode ser permanentemente suspensa.

Aplicativos sem suporte, como WhatsApp Plus, GB WhatsApp ou aqueles que afirmam ser capazes de mover seus chats do WhatsApp de um telefone para outro são versões alteradas do WhatsApp. Esses aplicativos não oficiais são desenvolvidos por terceiros e violam nossos Termos de Serviço. O WhatsApp não endossa o uso desses aplicativos de terceiros porque não é possível validar suas práticas de segurança.”

 

Traduzindo: não use versões alternativas do WhatsApp.

Faz algum tempo que o TargetHD.net deixou de publicar artigos sobre as versões alternativas do WhatsApp e, de tempos em tempos, alertamos sobre o real perigo dessas propostas. Ou seja, estamos fazendo a nossa parte para colaborar com a questão.

 

 

 

Como descobrir se a sua conta pode ser suspensa?

 

 

Dependendo do caso e da infração envolvida, o WhatsApp vai notificar o usuário, enviando uma mensagem com o texto abaixo:

“Seu número de telefone está suspenso no WhatsApp. Contate o Suporte para obter ajuda.”

Porém, se sua conta for removida de forma definitiva, é provável que o WhatsApp não faça nenhum aviso prévio, mas deixe um e-mail disponível para que você exponha sua situação, caso sinta que a suspensão foi injusta. Mas não alimente muitas esperanças em recuperar a conta, pois são raros os casos onde a plataforma reconhece que errou e volta atrás, concedendo novamente o acesso à conta.

 

 

Via WhatsApp


Compartilhe