Press "Enter" to skip to content
Você está em | Home | Dicas, Truques e Macetes | Como desativar a memória do ChatGPT

Como desativar a memória do ChatGPT

Compartilhe

A OpenAI anunciou que o ChatGPT, seu chatbot de Inteligência Artificial, passa a contar com uma memória. A partir de agora, o ChatGPT será capaz de armazenar e recordar informações sobre os usuários, personalizando a conversa de acordo com as preferências, interesses e histórico de cada um.

Isso significa que quanto mais você conversar com o ChatGPT, mais ele vai te conhecer e te oferecer respostas mais relevantes e adequadas.

As dúvidas sobre como essa tal memória funciona já aparecem nas redes sociais e fóruns, e muitos se questionam sobre os benefícios e riscos do recurso.

Neste post, vamos explicar tudo o que você precisa saber sobre a memória do ChatGPT, como utilizar o recurso da melhor maneira possível, e como desativar a função, caso você não queira essa coleta de dados por parte da plataforma.

 

Como o ChatGPT armazena e memoriza as informações

O ChatGPT é um modelo de IA que usa redes neurais artificiais para gerar textos a partir de palavras-chave ou frases. Ele é capaz de aprender com os dados que recebe e se adaptar ao contexto e ao estilo da conversa.

Com a memória, o ChatGPT passa a guardar dados sobre os usuários que interagem com ele, como nome, idade, localização, hobbies, opiniões etc. Esses dados são armazenados em um banco de dados criptografado e seguro (pelo menos em teoria – é a OpenAI que afirma que será desse jeito), que só pode ser acessado pelo próprio ChatGPT.

Quando o usuário volta a conversar com o ChatGPT, ele usa as informações armazenadas para recordar detalhes sobre a pessoa e personalizar a conversa.

Por exemplo, se você disser ao ChatGPT que gosta de cappuccino, na próxima vez que você pedir uma sugestão de café, ele vai levar em conta essa preferência.

 

Quais são as vantagens da memória do ChatGPT

A memória do ChatGPT traz alguns benefícios para os usuários que executam tarefas de forma constante no chatbot, tais como:

  • Maior naturalidade e fluidez na conversa: o ChatGPT pode se referir aos usuários pelo nome, fazer perguntas e comentários sobre assuntos que eles gostam ou já conversaram antes, usar expressões e gírias adequadas ao seu perfil, etc.
  • Maior relevância e precisão nas respostas: a IA pode oferecer sugestões, dicas, recomendações e soluções mais alinhadas aos interesses, necessidades e objetivos dos usuários, levando em conta seus gostos, opiniões e experiências anteriores.
  • Maior engajamento e fidelização dos usuários: o chatbot pode criar um vínculo mais forte e duradouro com os usuários, fazendo com que eles se sintam mais valorizados, compreendidos e satisfeitos com a interação.

 

Como o usuário pode controlar a memória do ChatGPT

Apesar de todas as vantagens, a memória do ChatGPT também pode gerar alguns inconvenientes para os usuários. Alguns dos temas que mais preocupam usuários e especialistas neste momento são:

  • Privacidade dos dados: os usuários podem não se sentir confortáveis em compartilhar informações pessoais com o ChatGPT ou não saber como esses dados são usados pela OpenAI ou por terceiros.
  • Qualidade dos dados: nada impede que os usuários forneçam informações falsas, incompletas ou desatualizadas ao ChatGPT, comprometendo a qualidade da conversa e das respostas.
  • Segurança dos dados: os dados podem ser roubados ou vazados por hackers ou pessoas mal-intencionadas que tentem acessar o banco de dados do ChatGPT.

Para evitar esses problemas, os usuários têm total controle sobre a memória do ChatGPT. Eles podem:

  • Desativar a memória: os usuários podem optar por não usar a memória do ChatGPT nas configurações de personalização. Assim, o ChatGPT não vai armazenar nem usar nenhuma informação sobre eles.
  • Apagar recordações: é possível apagar recordações específicas que o ChatGPT não poderá lembrar nas configurações de personalização. Por exemplo, se eles mudarem de opinião sobre algum assunto ou não quiserem mais falar sobre algo.
  • Excluir conversas: os usuários podem excluir conversas que tiveram com o ChatGPT no histórico. No entanto, isso não apaga as recordações associadas a essas conversas. Para isso, é preciso apagar as recordações manualmente.
  • Desativar o uso dos dados pela OpenAI: a OpenAI pode usar o conteúdo fornecido pelos usuários, incluindo as recordações, para melhorar os modelos de IA, mas os usuários têm a opção de desativar essa função nas configurações de controle de dados.
  • Usar conversas temporárias: sempre será possível optar por usar conversas temporárias, que não aparecem no histórico, não usam memória e não contribuem para o treinamento dos modelos de IA. Essa é uma opção para quem quer ter uma conversa mais privada ou anônima com o ChatGPT.

 

Como os desenvolvedores podem usar a memória do ChatGPT

Os desenvolvedores que usam o ChatGPT para criar aplicativos, serviços ou produtos podem ativar a memória em suas criações, mas devem seguir algumas regras:

  • Não ter acesso às recordações dos usuários: os desenvolvedores não podem acessar nem usar as informações armazenadas pelo ChatGPT sobre os usuários. Esses dados são de propriedade exclusiva dos usuários e só podem ser usados pelo próprio ChatGPT.
  • Usar uma memória diferenciada para cada GPT: é possível usar diferentes GPTs para diferentes fins, mas cada GPT deve ter sua própria memória, sem compartilhar dados entre eles. Isso permite que os usuários tenham uma experiência personalizada com cada GPT, sem comprometer sua privacidade.
  • Informar e pedir consentimento aos usuários: os desenvolvedores devem informar aos usuários que o ChatGPT usa memória e explicar como essa funcionalidade funciona e quais são seus benefícios e riscos. Eles também devem pedir consentimento aos usuários para ativar a memória e respeitar sua escolha de desativá-la ou apagá-la a qualquer momento.

 

Como desativar esse recurso

É possível desativar a função de memória no ChatGPT a qualquer momento, a partir de Ajustes > Personalização > Memória, dentro da interface principal do chatbot. Dessa forma, a IA não vai criar ou utilizar dados salvos pelas interações.

Se você quer que o ChatGPT se esqueça de alguma coisa, também é possível. O usuário pode visualizar e apagar lembranças específicas ou apagar todos os dados em Ajustes > Personalização > Gerenciar Memória.

Eliminar uma conversa não apaga as lembranças salvas. Você deve eliminar a lembrança em si. E a OpenAI deixa isso claro:

“Podemos usar o conteúdo que você fornece ao ChatGPT, incluindo memórias, para melhorar nossos modelos para todos. Se desejar, você pode desativar isso por meio de seus Controles de Dados.”

Por isso, use o chat temporário para manter uma conversa sem que os dados sejam armazenados na memória do ChatGPT, pois essas conversas não aparecem no histórico da plataforma, não usam a memória e não são usados para treinar os modelos de IA.


Compartilhe