Assim deve ser o smartphone dobrável da Xiaomi | TargetHD.net
TargetHD.net | Notícias, Dicas e Reviews de Tecnologia Assim deve ser o smartphone dobrável da Xiaomi | TargetHD.net Press "Enter" to skip to content
Wetten.com Brasil Apostas
Você está em | Home | Smartphones | Assim deve ser o smartphone dobrável da Xiaomi

Assim deve ser o smartphone dobrável da Xiaomi

Compartilhe

A Xiaomi anunciou o seu smartphone dobrável na mesma época que Samsung e Huawei apresentaram as suas propostas. Enquanto as duas últimas atrasaram a chegada dos seus produtos no mercado porque não eram produtos que estavam prontos, a Xiaomi colocou o pé no freio.

Em março de 2019, a Xiaomi apresentou uma patente de design de telefone dobrável com tela tripla. Essa patente foi publicada em 5 de agosto, e o pessoal do LetsGoDigital criaram os renders 3D que mostram melhor o design do dispositivo.

 

 

São renders que podem se materializar (ou não)

 

 

O dispositivo pode passar de smartphone para tablet (e vice versa) de forma bem natural com as três dobras. As duas laterais dobram para trás para entregar um telefone com diagonal estimada em 4.6 polegadas.

Quando desdobrado, encontramos um tablet com tela de 7.3 polegadas (formato 4.2:3), com uma espessura mínima, tal e como são as suas bordas. Também encontramos o sistema de câmeras na vertical na parte posterior, composta por um sensor principal, um segundo com lente grande angular e uma terceira com teleobjetiva e zoom 2x.

 

 

Um inconveniente desse design é que você não pode registrar fotos enquanto o smartphone está dobrado, e não existe uma câmera selfie, que pode estar integrada na tela, assim como o leitor de digitais.

A parte traseira entrega um design curvo, e não vemos nenhum tipo de interruptor ou botão físico. Foi adicionada uma porta USB-C na parte inferior e eliminou o conector de 3.5 mm para áudio. O dispositivo deve receber recarga rápida de 100 watts já apresentado pela Xiaomi, recarregando uma bateria de 4.000 mAh em apenas 17 minutos. E é fato que o telefone será compatível com as redes 5G.

 

 

Não há preço ou data de lançamento definida para o telefone, que tem preço especulado de US$ 1.500. É caro, mas custa menos que a concorrência. E… um conselho de amigo: não adianta ter pressa para comprar as novas tecnologias. Esses conceitos ainda não estão maduros, e as próximas gerações contarão com um design muito mais polido e sem problemas com dobradiças e telas flexíveis submetidas a grandes esforços.

E, principalmente: terão preços mais baratos.

 

 

Via LetsGoDigital (Patente da Xiaomi)


Compartilhe