Compartilhe

A Apple também anunciou hoje (18) a renovação do seu Mac mini (2020). Nesse caso, temos uma atualização menor, mantendo assim grande parte das características da geração anterior.

A nova geração do Apple Mac mini (2020) recebe pequenas mudanças no design e entrega uma melhor configuração de armazenamento, buscando assim ser um computador mais potente e completo para os usuários que precisam de uma solução plena para as tarefas mais pesadas, mas que não podem ocupar muito espaço na sua bancada de trabalho.

Nesse post, vamos conhecer melhor esse pequeno e poderoso computador, destacando os seus principais detalhes técnicos.

 

 

 

Apple Mac mini (2020): principais características

 

 

O novo Mac mini (2020) está disponível com duas opções de armazenamento, e aqui identificamos a primeira melhoria que a Apple aplicou nesses novos computadores. São versões com 256 GB e 512 GB de armazenamento, um upgrade em comparação com os modelos com 128 GB e 256 GB que eram oferecidos na geração anterior.

Além disso, os novos Mac mini (2020) são 100% fabricados em alumínio reciclado, reforçando assim o objetivo da Apple em contribuir para uma produção laboral mais sustentável, mas sem abrir mão da qualidade final do produto.

 

 

O Mac mini (2020) recebe processadores Intel de quatro e seis núcleos de oitava geração, trabalhando com RAM DDR4 a 2.666 MHz de até 64 GB e gráficos Intel UHD 630. Nas conexões, encontramos as portas Thunderbolt 3 (USB-C), HDMI 2.0 e Ethernet a 10 Gb de forma opcional. É o suficiente para que a maioria dos usuários do macOS consiga produzir as suas tarefas de escritório com competência e eficiência.

 

 

 

Para quem é pensado o Mac mini (2020)?

 

 

Este é um dos computadores menos caros da Apple, considerando todas as opções disponíveis pela empresa nesse momento. O Mac mini (2020) fez discretas melhorias para atender aos Mac users que não podem pagar os elevadíssimos valores cobrados pelos notebooks da marca, mas que usam ferramentas e soluções do macOS para as suas tarefas profissionais, educacionais e de uso básico.

Não é o computador pensado em quem demanda uma máxima potência para as suas atividades mais importantes (editores de vídeo e fotos, ou profissionais com tarefas de alta demanda). Quando olhamos para a presença de um processador Intel de oitava geração, ficamos um pouco preocupados com o desempenho final do produto (e até questionamos essa decisão por parte da Apple, já que esse produto é apenas “menos caro” que os demais).

Por outro lado, não podemos nos esquecer que o macOS é absurdamente otimizado, funcionando com competência em um hardware que pode ser mais modesto. Aliás, é justamente essa equação que faz com que a margem de lucro da Apple seja maior. E muitos aceitam pagar os preços cobrados. E Tim Cook vai ficando cada vez mais feliz.

 

 

 

Apple Mac mini (2020): preços e disponibilidade

 

Os preços oficiais dos novos Apple Mac mini (2020) já estão disponíveis para o Brasil, e as entregas começam no dia 20 de março. O preço base do modelo com 256 GB de armazenamento é de R$ 7.899,00, enquanto que o modelo com 512 GB de armazenamento está disponível por R$ 10.899,00. Todos os valores podem ser parcelados em até 12 vezes sem juros, e os corajosos que querem comprar os computadores pagando à vista recebem 10% de desconto nesses preços.

 

 

Via Apple


Compartilhe