Compartilhe

Android Nougat

 

Os últimos resultados sobre a distribuição das versões do Android mostra que o Android Nougat ganha cota de mercado, mas não alcançando 5% de participação quase meio ano depois do seu lançamento oficial.

A cota tão baixa é consequência direta da lentidão dos fabricantes em desenvolverem e lançarem atualizações para os seus principais smarphones, além de ser um sintoma claro de obsolescência programada do setor, já que smartphones com dois anos de vida deixam de receber novas versões do Android.

Essa realidade se ilustra nos gráficos, uma vez que o Android Lollipop, que chegou ao mercado em 2015, é o mais utilizado, com 32% de mercado, seguida de perto pelo Android Marshmallow (2016), com 31,2%.

Do mais, o veterano Android KitKat ainda conta com 20% de mercado, e versões antigas como a Jelly Bean ainda retém 3,5% de mercado.

Por fim, o Android 7.1 Nougat tem participação praticamente residual… e assim deve ser durante os próximos meses.

 

 

Apesar do Android Nougat ganhar mercado, o problema da fragmentação permanece, com os motivos que já conhecemos.

E tudo isso acontece alguns meses antes do lançamento do Android O.

É um problema que a própria Google criou, e que todos os fabricantes de dispositivos Android reforçam.

É um cenário que não deve mudar tão cedo.

 

Via WCCFTech


Compartilhe