revenge porn

Chrissy Chambers é uma das youtubers da comunidade LGBTI mais famosa do YouTube. Acima, ela está ao lado de sua parceira, Bria Kam.

Recentemente, Chrissy pediu Bria em casamento, encerrando com chave de ouro uma longa disputa legal em Londres. A batalha foi contra sua ex parceira, que enviou conteúdo pornográfico da youtuber na internet, como revenge porn. E Chrissy finalmente venceu o caso.

No momento em que a youtuber soube da existência desse material na internet, esse conteúdo já estava online há dois anos, com centenas de comentários publicados. Muitos deles com links dos vídeos, e algumas pessoas até entenderam que Chrissy era uma atriz pornô.

 

 

Chambers esclareceu que não se lembrava desse encontro, e o homem que aparecia no vídeo (que permanece anônimo) se aproveitou dela em um estado de embriaguez. Chrissy não lembrava de nada, mas sua ex tinha tudo registrado em vídeo, com o objetivo de se vingar.

Apesar da jovem ser norte-americana, a batalha legal aconteceu no Reino Unido, pois sua ex subiu os vídeos naquele país.

No final das contas, Chrissy entende que o caso cria um precedente legal que serve como sinal de alerta para quem quer prejudicar outra pessoa com o regenge porn, uma vez que a impunidade não vai imperar, e os criminosos terão que pagar pelos seus atos.

Lembrando que o revenge porn é ilegal por vários lados, mas ainda é um tema complexo para a justiça.

 

Via Engadget