Arquivo para a tag: smartphone

ASUS Zenfone 2 Laser disponível no Brasil, por R$ 899

by

asus-zenfone-2-laser-01

A ASUS iniciou a comercialização no mercado brasileiro do smartphone ASUS Zenfone 2 Laser, modelo de entrada da nova leva de dispositivos da empresa. O modelo chega ao mercado oferecendo a mesma experiência de uso das versões mais completas, mas com um hardware mais comedido, pensando sempre em uma melhor relação custo-benefício.

O ASUS Zenfone 2 Laser conta com um slot dual SIM, tela IPS LED Backlight de 5.5 polegadas (1280 x 720 pixels), sistema operacional Android 5 Lollipop com interface de usuário Zen UI, câmera traseira de 13 megapixels e câmera frontal de 5 megapixels. Nessas características, temos aqui os mesmos itens presentes no Zenfone 2, modelo top de linha, com valor sugerido no Brasil de R$ 1.499.

A principal diferença do ASUS Zenfone 2 Laser é a presença do processador Qualcomm Snapdragon MSM 8916 de 1.2 GHz, que teoricamente é menos potente que o chip Intel presente no Zenfone 2. Esse SoC trabalha com 2 GB de RAM e 16 GB eMMC (expansíveis via microSD de até 64 GB) e bateria de 3.000. Com todas as otimizações e recursos de software aplicadas pela ASUS, o conjunto promete um desempenho aceitável para os usuários com necessidades básicas de uso.

O ASUS Zenfone 2 Laser tem preço sugerido no Brasil de R$ 899.

Via Loja ASUS

Review | LG G4 Stylus

by

LG-G4-Stylus

A LG segue com a tradição de lançar um modelo top de linha, e lançar opções alternativas, com especificações mais modestas, mas com a mesma proposta de design, estética e funcionalidades básicas. Com o lançamento do LG G4, modelo top de linha para 2015, os coreanos lançaram também o LG G4 Stylus, que se destaca pela tela generosa, trabalhando com uma caneta apontadora, para uma maior produtividade.

O grande desafio da LG com os seus modelos em 2015 é garantir que a experiência de uso e a relação custo-benefício continua a ser uma das mais interessantes do mercado mobile, ainda mais em um ano onde vários novos competidores apareceram com propostas muito interessantes. Será que foi possível melhorar nesse modelo nos mesmos elementos que o LG G4 evoluiu (design, tela e câmera)?

O review a seguir responde essa e outras perguntas. Também tenta identificar qual é o tipo de usuário que deve considerar a compra desse modelo, e se a LG conseguiu repetir a fórmula de sucesso dos modelos anteriores. Ter um bom produto de linha média passou a ser uma obrigação com uma concorrência tão voraz. Apresentar diferenciais que conquistem o consumidor é, agora, o que pode determinar a vitória ou derrota dentro desse segmento.

 

Características Físicas

2015-09-22 14.14.36

Vendo de longe, é difícil diferenciar o LG G4 Stylus do LG G4. São modelos muito semelhantes, reforçando assim a proposta da LG de oferecer a mesma estética que o modelo top, mas com um preço mais acessível, em uma proposta mais modesta. Nesse sentido, os coreanos foram bem sucedidos, pois as semelhanças entre os dois produtos são enormes. Mas as diferenças podem ser percebidas quando prestamos atenção para os detalhes.

2015-09-22 14.17.51

Uma das primeiras diferenças de design do LG G4 Stylus para o LG G4 está na sua curvatura traseira. Ela é mais reta do que aquela encontrada no modelo principal, talvez para acondicionar melhor a caneta stylus na parte superior do dispositivo. Mesmo assim, o produto tem um design industrial muito agradável, acompanhando a tendência de linhas da nova série de produtos da LG.

2015-09-22 14.16.58

Os botões de controle de volume e liga/desliga, localizados na parte traseira do produto também seguem a tendência de design apresentada no LG G4, incluindo o sensor de câmera, que agora traz o foco a laser, diferente dos modelos intermediários das gerações anteriores. Essa é uma excelente notícia, já que é uma das soluções mais elogiadas dos modelos top de linha da LG, e era ago relativamente simples de ser implementado nos modelos mais acessíveis.

Esse diferencial agrega valor de mercado ao produto, principalmente em um segmento onde a concorrência começa a adotar soluções semelhantes, pensando justamente na oferta da melhor foto possível pela melhor relação custo-benefício.

2015-09-22 14.18.59

Como já destacado um pouco antes, a caneta stylus fica na parte superior, em um sistema de inserção e remoção bem simples. Um pequeno espaço no próprio corpo do LG G4 Stylus torna a remoção dessa caneta muito fácil para qualquer pessoa que tenha um pouco de unha no dedo indicador. E sua inserção também é intuitiva e (prestem atenção) EM UMA ÚNICA DIREÇÃO. Ou seja, mesmo que você force muito, você NÃO CONSEGUE INSERIR ESSA CANETA NA ORIENTAÇÃO INCORRETA. Se você o fizer, a caneta pode quebrar, e aí efetivamente o problema é do cliente.

Mas, veja bem: NÃO É POSSÍVEL INSERIR A CANETA DO LADO ERRADO, diferente de outros fabricantes que projetam mal o acessório, o que pode resultar em acidentes e efeitos colaterais indesejados. Seria bacana que alguns fabricantes seguissem o exemplo da LG e projetassem o seu acessório de forma que, de forma natural, eles fossem utilizados de uma única forma (a correta), sem dar a chance do dispositivo ser inserido de forma errada. Não é mesmo, Samsung?

A carcaça traseira do LG G4 Stylus é de plástico, mas que não aparenta ser de baixa qualidade. A tampa em tom prateado reforça a proposta visual dessa nova série de produtos, e protege bem os componentes internos do telefone.

2015-09-22 14.22.42

Por conta dos botões traseiros, as laterais do smartphone são limpas, o que ajuda na redução da espessura do dispositivo. Também vale observar que na parte inferior temos apenas o conector para o cabo microUSB.

De um modo geral, o LG G4 Stylus tem um bom agarre, mesmo sendo um modelo com tela de 5.7 polegadas. É evidente que quem tem mãos pequenas terá uma certa dificuldade em manejar com o produto com uma das mãos. Mas levando em conta que ele é um phablet que propõe o uso com as duas mãos, acredito que na maior parte do tempo o usuário se sentirá confortável com o produto. Ou pelo menos ficará mais satisfeito do que usar um tablet de 7 polegadas, que tem uma mobilidade consideravelmente menor do que um dispositivo como esse em avaliação nesse post.

 

Acessórios

No kit de venda do LG G4 Stylus, temos o básico: cabo microUSB, adaptador de energia e fones de ouvido. Ou seja, os itens considerados padrão para boa parte dos produtos da LG. É uma pena que, nesse caso, temos um fone de ouvido ‘padrão’, e não o excelente QuadBeat, presente nos modelos mais avançados. Porém, não podemos reclamar: sempre temos que pensar que a LG está priorizando uma melhor relação custo-benefício para o produto.

Dessa vez, a assessoria de imprensa da LG também disponibilizou para testes dois acessórios complementares.

2015-09-22 14.21.02

O primeiro deles é o Quick Circle Case para o LG G4 Stylus, um case com tampa protetora que interage com o software do smartphone, oferecendo usabilidades específicas. O acessório não deixa o smartphone mais espesso, pelo contrário: passa um ar ainda mais profissional para o dispositivo, além de oferecer uma proteção relativa para as laterais e tela do telefone.

2015-09-22 14.21.11

O LG G4 Stylus detecta que o usuário está utilizando o Quick Circle, e automaticamente ativa os seus recursos específicos, como exibição do relógio apenas na área vazada da tampa do case (em diferentes temas de sua escolha), além de atalhos rápidos para aplicativos e funcionalidades específicas. Com um duplo toque na área disponível na tela, o relógio e esses hubs são exibidos de forma automática, o que torna o seu uso prático mesmo com a tela protegida pela tampa.

2015-09-22 14.21.26

Outra boa notícia: o Quick Circle Case não obstrui o sensor de câmera quando você deseja tirar fotografias com o smartphone. Nem preciso dizer que um case comum com tampa não oferece essa praticidade, tornando o uso muito incômodo em situações onde a agilidade para registrar a imagem é mais do que necessária.

2015-09-22 14.21.51

A Quick Circle Case se encaixa muito bem ao LG G4 Stylus, sem deixar o produto espesso. Isso é muito importante, pois não tira a elegância do produto, e mantém a sua proposta de design mais sóbrio, pensado um pouco mais nos usuários que pedem uma seriedade no acabamento do dispositivo.

2015-09-22 14.23.05

O outro acessório oferecido para testes pela LG foi a Portable Battery Charger BP4 de 5.200 mAh. O produto possui uma capacidade de armazenamento de energia muito menor do que soluções recém lançadas no mercado (com 10.000 mAh), mas ele tem as suas virtudes.

2015-09-22 14.23.22

O seu design bonito e inteligente é uma dessas qualidades. Ele é compacto, o que facilita o seu transporte dentro do bolso da calça, na bolsa ou na mochila. Outro detalhe interessante é que o seu botão de liga/desliga/botão de verificação de energia vem bem integrado ao corpo do produto, sem ficar muito em evidência, como em outras soluções.

2015-09-22 14.23.58

Também vale a pena destacar que a Portable Battery Charger da LG conta com o seu próprio cabo USB/microUSB integrado ao corpo da bateria, o que torna o seu transporte ainda mais prático. Ou seja, mesmo ele contando com uma bateria com capacidade menor do que a concorrência, ele pode ser mais funcional para quem precisa de mobilidade.

2015-09-22 14.23.39

O acessório também oferece uma longa duração de bateria em standby, e durante os testes foi capaz de recarregar a bateria do LG G4 Stylus de 2.900 mAh de forma parcial por pelo menos duas vezes (ao alcançar 15% de bateria restante, foi feita a recarga completa com a bateria externa por duas vezes). O produto também é compatível com smartphones de outros fabricantes.

 

Tela

O LG G4 Stylus possui uma tela IPS LED de 5.7 polegadas, com resolução HD (1280 x 720 pixels, 258 pixels por polegada). Aqui, vemos uma das grandes restrições feitas pela LG em relação ao LG G4, com uma tela com resolução consideravelmente inferior ao modelo principal. De novo, algo compreensível, pois precisamos sempre ter em mente que o fabricante priorizou a melhor relação custo-benefício para um produto com design e funcionalidades próximas ao modelo mais completo.

2015-09-22 14.14.59

Em compensação, a LG investiu naquilo que lhe compete: tecnologias próprias. A tela do LG G4 Stylus conta com a tecnologia In-Cell Touch, que aumenta a fluidez do toque na tela, tornando a experiência de uso mais intuitiva e prazerosa. Com essa tecnologia, o usuário pode inclusive escrever e desenhar na tela com maior precisão – e para um modelo com uma caneta stylus, essa é uma vantagem a ser considerada. Uma melhor interação com o sistema operacional resulta em uma maior produtividade do usuário.

A tela do LG G4 Stylus usa também as tecnologias de telas de TVs da LG, algo que os coreanos optaram por adotar nas gerações anteriores. E os ótimos resultados se repetem: temos mais uma vez uma tela que entrega cores vibrantes, um bom nível de contraste e brilho. Os gráficos de diferentes tipos de conteúdo são exibidos de forma plena, e a maioria dos usuários de dispositivos nessa faixa de preço ficarão satisfeitos com os resultados.

2015-09-22 14.15.59

É claro que os mais exigentes poderão se sentir incomodados pelo fato desse smartphone contar com uma tela HD, quando vivemos de forma plena a era do Full HD em dispositivos móveis. Mas, de novo, vale o mantra: relação custo-benefício. Até porque também temos que lembrar que um hardware mais limitado resultaria em uma experiência deficitária na hora de exibir esses conteúdos em um desempenho pleno.

2015-09-22 14.16.32

Além disso, já está subentendido a algum tempo que, se você quer um hardware mais robusto, você precisa desembolsar um pouco mais de dinheiro. A linha média prioriza a boa experiência de uso pelo menor preço possível.

 

Sistema Operacional e Interface de Usuário

O LG G4 Stylus conta com o sistema operacional Android 5.0 Lollipop, com a interface modificada pela LG, a UX 4.0. Como já estamos acostumados com a proposta Android dos coreanos, não precisamos destacar muito as funcionalidades da sua interface. São basicamente as mesmas que já conhecemos no LG G4, com algumas restrições naturais por conta da proposta mais comedida do smartphone.

Screenshot_2015-09-22-00-00-26

Dito isso, mais uma vez a LG faz um bom trabalho em equilibrar a adição de recursos e funcionalidades próprias com um bom desempenho do Android em um hardware mais modesto. De um modo geral, o desempenho do LG G4 Stylus é satisfatório, onde não se percebem lags ou arrastos durante as transições de tela. E quando acontece, está ‘dentro da normalidade’ para um Android de linha média, ou seja, durante a instalação ou atualização de aplicativos.

Screenshot_2015-09-22-00-00-46

Muitos vão preferir um Android em estado puro, e isso se tornou muito mais uma questão de gosto. É claro que um Android sem modificações entrega a experiência real do sistema operacional, mas as adições da LG à sua interface são sempre bem vindas. Por exemplo, os já citados recursos com o Quick Circle Case, os toques duplos para ligar/desligar a tela, as funcionalidades de anotações e desenhos para o uso com a stylus, o QuickMemo+, o LG Backup e outras soluções.

De fato, quem já conhece essa proposta Android da LG de outros modelos certamente ficará satisfeita com o resultado final entregue pelo LG G4 Stylus. A interface oferece um bom desempenho, boas funcionalidades e recursos interessantes.

 

Qualidade de Áudio

2015-09-22 14.17.22

O LG G4 Stylus conta com um alto-falante traseiro que fica abaixo das expectativas. Tudo bem, temos que compreender que estamos diante de um smartphone de linha média, onde restrições precisam ser feitas em nome do custo-benefício. porém, alguns dos seus concorrentes de preço possuem um sistema de áudio que entrega um resultado final com melhor qualidade, em alguns casos com alto-falantes frontais.

2015-09-22 14.18.27

O alto-falantes para chamadas também segue essa tendência de entregar um volume de áudio um pouco abaixo do desejado, Em ambientes com grande quantidade de ruído externo, é possível observar uma certa dificuldade em ouvir de forma adequada a pessoa do outro lado da chamada.

 

Internet

Esse item requer uma maior atenção de você, leitor desse post, e principalmente para os clientes interessados na aquisição desse smartphone. O LG G4 Stylus possui duas versões, com especificações distintas de hardware, que resultam em opções de conectividade diferentes.

Screenshot_2015-09-22-00-01-10

O usuário que entende que não vai precisar de uma internet móvel de alta velocidade e podem se contentar com o 3G (e receber a função de HDTV móvel em troca), devem escolher o LG G4 Stylus com o processador MediaTek MT6592m. Já o usuário que precisa ter uma conectividade mais eficiente e maior velocidade na transmissão de dados com a internet 4G deve escolher o modelo com processador Qualcomm Snapdragon 410.

As duas opções também determinam as diferenças de preços entre os modelos, o que também pode influenciar na decisão final de compra. Além disso, você deve levar em consideração que mesmo que a conectividade LTE não esteja disponível em grande parte das cidades brasileiras, ela eventualmente estará presente no futuro a médio prazo, sem falar que aqueles que se deslocam muito podem se deparar com uma conexão 4G em alguma viagem de férias ou de trabalho.

Logo, procure escolher um modelo que ofereça uma melhor relação custo-benefício para você a longo prazo. Inclusive nesse quesito.

 

Câmera

A LG trabalhou duro nas suas câmeras ao longo dos anos, e tem como resultado direto desse esforço oferecer aquela que é considerada a melhor câmera traseira de um smartphone Android no momento (no LG G4). O LG G4 Stylus não tem sensores tão poderosos, mas dentro de sua proposta, os resultados são muito competentes.

Screenshot_2015-09-22-00-02-38

A câmera traseira do LG G4 Stylus possui uma resolução de 13 megapixels, que se beneficia do sensor a laser, que estreou no LG G3 e foi uma das boas novidades do smartphone na época do seu lançamento. Ver a LG apostando nesse sensor em modelos de linha média é uma excelente notícia, não apenas por oferecer um diferencial em relação à maioria dos seus concorrentes diretos, mas por oferecer um recurso que tem um fator determinante no resultado final das fotos registradas.

Screenshot_2015-09-22-00-02-49

No caso específico do LG G4 Stylus, não temos o mesmo software de câmera do LG G4. Ele volta para a versão ‘simplificada’, vista no LG G3, sem o modo manual que foi tão elogiado no modelo mais potente. Aqui, a mudança tem uma explicação bem simples: a restrição técnica. Afinal de contas, temos um sensor de qualidade inferior, ou seja, não há motivos para colocar um software que exige mais do hardware e do sistema operacional como um todo.

20150919_142906

Na prática, o LG G4 Stylus oferece fotos de boa qualidade, onde mesmo sem um controle mais específico do sensor ou com a ausência de diferentes modos de cena, é possível registrar boas imagens em diferentes condições de iluminação. Como a maioria dos usuários vai utilizar as imagens para o compartilhamento nas redes sociais, entendo que o sensor desse modelo é mais que suficiente para essa tarefa.

Mais imagens a seguir.

20150919_142657 20150919_142738 20150919_150605 20150919_150609 20150919_161637 20150920_083024 20150920_175717 20150921_183100 20150921_184241 20150921_235912

Agora, falando do sensor frontal.

20150919_200732

O sensor frontal possui 5 megapixels, e é igualmente eficiente para as selfies. A LG tenta ‘dar uma força’ para os usuários que gostam de realizar as selfies em baladas ou ambientes com baixa luminosidade, oferecendo um recurso que ilumina a tela nas suas bordas na hora de registrar essas fotos, simulando a presença de um flash. No final das contas, essa funcionalidade é um ‘placebo’: tenta ajudar, mas não resolve. Ou não mostra a mesma eficiência no resultado final que um flash dedicado oferece.

Screenshot_2015-09-22-00-03-07 Screenshot_2015-09-22-00-03-28 20150922_000342

No final das contas, temos um conjunto de câmeras bem ajustado para a sua proposta. A maioria dos usuários na sua faixa de preço ficarão satisfeitos com os resultados obtidos. Nesse aspecto, o LG G4 Stylus atende muito bem, dentro de suas possibilidades.

 

Games

Em via de regra, os smartphones da LG são competentes para oferecer uma jogabilidade minimamente ajustada para os gamers menos exigentes. E no caso do LG G4 Stylus, isso não é diferente.

Screenshot_2015-09-22-00-06-17

Mesmo sendo um modelo de linha média, ele pode atender bem aos gamers casuais, rodando a maioria dos jogos de forma limpa e sem lags. Em games com maior demanda de hardware, alguns pequenos arrastos foram percebidos, mas nada que prejudique a jogabilidade dos títulos na maior parte do tempo.

É preciso reforçar aqui que a ideia geral do dispositivo é oferecer a melhor relação custo-benefício possível. Por isso, o seu hardware é mais modesto, e os resultados nos games ficam abaixo dos modelos mais robustos. Por outro lado, modelos de outros fabricantes não vão muito além disso nesse aspecto, o que coloca esse modelo na briga para conquistar o coração dos gamers casuais.

Screenshot_2015-09-22-00-08-21 Screenshot_2015-09-22-00-06-57 Screenshot_2015-09-22-00-08-26 Screenshot_2015-09-22-00-08-47

E mais uma vez lembramos a velha frase: se você quer um desempenho e qualidade melhor nos games em um smartphone, desembolse um pouco mais de dinheiro. Simples assim.

 

Bateria

O LG G4 Stylus conta com uma bateria de 2.900 mAh, e entra na regra dos modelos de sua categoria: com uso moderado, você consegue um dia de uso sem problemas. Se o uso for mais intenso (visualização de vídeos, jogos, etc), você fatalmente vai precisar recarregar o dispositivo antes do final do dia.

Screenshot_2015-09-22-00-01-57

Nessas horas, faz falta o sistema de recarga rápida presente em outros modelos concorrentes da alternativa da LG. Se o consumo de bateria pode ser maior em um uso mais exigente, ao menos torne o sistema de recarga algo menos demorado, para que o usuário possa voltar a utilizar o dispositivo depois de um período de descanso, ou após o almoço, por exemplo.

Mesmo assim, as tecnologias presentes no seu processador, combinados com as soluções de software adotadas pela LG podem resultar em um dispositivo que pode atender bem as necessidades de uso da maioria dos usuários na sua autonomia de bateria. Para aqueles que não são grandes consumidores de conteúdo, podem passar mais tempo com o smartphone no WiFi ou não vão ficar jogando o dia inteiro, o LG G4 Stylus pode dar conta do recado.

 

Armazenamento

O LG G4 Stylus conta com 16 GB de armazenamento nativo, onde 6.7 GB são utilizados com os arquivos de sistema e a firmware Android com a interface UX 4.0. E esse é o preço que se paga pelas customizações adotadas pelos coreanos no sistema operacional do Google.

Screenshot_2015-09-22-00-02-16

Mesmo assim, o problema é atenuado com a disponibilidade do slot para cartões microSD de até 32 GB, o que garante ao usuário uma maior liberdade para armazenar os seus conteúdos pessoais, principalmente fotos, vídeos e músicas. Esta parece ser a solução escolhida pelos principais fabricantes para seguirem oferecendo dispositivos com 16 GB de armazenamento nativo, o que é o mínimo aceitável para um telefone Android hoje (convenhamos, 8 GB de armazenamento não dão para nada).

 

Desempenho

Dentro de suas características, o LG G4 Stylus possui um desempenho aceitável. Não muito diferente de outros modelos dentro da sua faixa de preço, mas dentro do esperado para o hardware disponível.

O produto está disponível em duas versões: uma com o processador MediaTek MT6592m com conectividade 3G e HDTV, e a outra com processador Qualcomm Snapdragon 410, com conectividade 4G. Os dois modelos recebem 1 GB de RAM e 16 GB de armazenamento interno (expansíveis via microSD de até 32 GB).

O modelo que recebemos para testes foi o LG G4 Stylus 4G, mas imagino que o desempenho geral seja basicamente o mesmo para os dois modelos. Dito isso, esse smartphone da LG oferece um desempenho que vai agradar a maioria dos usuários mais casuais, com um bom desempenho na maior parte do tempo de uso do dispositivo.

Talvez alguns arrastos gráficos são percebidos em situações bem pontuais (atualização de aplicativos ou execução de jogos), mas entendo que a maioria dos modelos com essas características ofereçam o mesmo resultado final que o modelo da LG. Ou seja, não há grandes pontos de prejuízo nesse aspecto para essa alternativa.

De qualquer forma, levando em consideração que temos aqui especificações um pouco mais modestas, podemos afirmar que a LG fez um bom trabalho ao oferecer um produto que ainda consegue oferecer um desempenho bem ajustado, com uma experiência de uso satisfatória.

 

Conclusão

2015-09-22 14.14.41

O LG G4 Stylus é um bom smartphone de linha média. Mesmo ficando um pouco abaixo de outros modelos de sua faixa de preço nas especificações de hardware, ele entrega um desempenho muito equilibrado, e que atende as necessidades do seu público, principalmente aqueles que já estão acostumados com a proposta de software da LG.

O modelo se destaca pela sua ótima, tela, os eficientes sensores de câmera, pelo design que herda muito do LG G4 e pelos recursos pensados na produtividade. Não é simplesmente colocar uma caneta stylus em um smartphone e pronto. A LG preparou o dispositivo para que o usuário tirasse o melhor proveito possível dessa adição técnica, e isso resulta em uma proposta interessante para aqueles que não querem gastar o preço de um top de linha para um smartphone com tela de grandes dimensões.

19361979

Mais imagens do produto a seguir.

2015-09-22 14.14.36 2015-09-22 14.14.45 2015-09-22 14.14.51 2015-09-22 14.15.00 2015-09-22 14.15.11 2015-09-22 14.17.00 2015-09-22 14.17.17 2015-09-22 14.17.24 2015-09-22 14.17.38 2015-09-22 14.17.55 2015-09-22 14.18.09 2015-09-22 14.18.16 2015-09-22 14.18.25 2015-09-22 14.18.37 2015-09-22 14.19.53 2015-09-22 14.19.56 2015-09-22 14.20.03 2015-09-22 14.20.38 2015-09-22 14.20.48

#DICA Sony Xperia M2 Aqua, por R$ 611

by

123402966_2GG

Smartphone Sony Xperia M2 Aqua Desbloqueado Claro Android 4.4 Tela 4.8″ 8GB 4G Câmera 8MP Preto

Por R$ 679,00 (38% de desconto)
10x de R$ 67,90 sem juros
R$ 611,10 (10% de desconto) no boleto bancário
Cartão Submarino: 1x de R$ 611,10 Ou R$ 679,00 Em até 12x de R$ 56,58 sem juros

Valores podem ser alterados sem aviso prévio

19361979

#DICA Samsung Galaxy Alpha, por R$ 999

by

120781681_2GG

Smartphone Samsung Galaxy Alpha Desbloqueado Android 4.4 Tela 4.7″ 32GB 4G Wi-Fi Câmera 12MP – Branco

Por R$ 1.110,00 (62% de desconto)
10x de R$ 111,00 sem juros
R$ 999,00 (10% de desconto) no boleto bancário
Cartão Submarino: 1x de R$ 999,00 Ou R$ 1.110,00 Em até 12x de R$ 92,50 sem juros

Valores podem ser alterados sem aviso prévio

19361979

#DICA Sony Xperia Z3 Compact, por R$ 1.099

by

121588592_2GG

Smartphone Sony Xperia Z3 Compact Desbloqueado Android 4.4 Tela 4.6″ 16GB 4G Wi-Fi Câmera 20.7MP – Verde

Por R$ 1.221,11 (44% de desconto)
10x de R$ 122,11 sem juros
R$ 1.099,00 (10% de desconto) no boleto bancário
Cartão Submarino: 1x de R$ 1.099,00 Ou R$ 1.221,11 Em até 12x de R$ 101,76 sem juros

Valores podem ser alterados sem aviso prévio

19361979

#DICA Motorola Moto Maxx por R$ 1.499

by

121034371_2GG

Smartphone Motorola Moto Maxx Desbloqueado Android 4.4 Tela 5.2″ Memória 64GB Wi-Fi Câmera 21MP Preto

Por R$ 1.665,56 (30% de desconto)
10x de R$ 166,56 sem juros
R$ 1.499,00 (10% de desconto) no boleto bancário
Cartão Submarino: 1x de R$ 1.399,00 Ou R$ 1.554,44 Em até 12x de R$ 129,54 sem juros

Valores podem ser alterados sem aviso prévio

19361979

Motorola Moto X Style

by

moto-x-style-preto-01

O autêntico substituto do Moto X de 2ª geração chegou ao mercado brasileiro. O Motorola Moto X Style coloca a linha Moto X em um padrão de smartphone top de linha, com especificações avançadas, recursos desejados pelos usuários nas gerações anteriores, acabamento com características premium e a experiência do Android (quase) puro que muitos usuários souberam aprecias nos modelos anteriores.

O Moto X Style promete a melhor experiência possível em um dispositivo Android. O modelo conta com uma câmera traseira de 21 MP, que é considerada pela Motorola como ‘uma das três melhores câmeras do mercado atual’. A câmera frontal de 5 MP também inclui um flash LED, para as melhores selfies em ambientes pouco iluminados. Além disso, o carregador TurboPower25 promete uma recarga rápida (pouco mais de uma hora), e sua tela de 5.7 polegadas (Quad HD), o som estéreo e a tecnologia 4G prometem uma experiência de uso muito completa em vários aspectos.

moto-x-style-preto-06

A câmera de 21 MP mantém o recurso de acionamento rápido com o giro de pulso. Seu flash LED, recursos de HDR automático e modo de gravação de vídeos em 4K (2160p) prometem uma experiência fotográfica inédita entre os smartphones da Motorola. A câmera frontal de 5 MP possui uma lente com ângulo aberto, o que permite a inclusão de mais pessoas na mesma foto.

A tela de 5.7 polegadas (1440p), trabalhando com o áudio estéreo dos alto-falantes frontais, aumentam a imersão do usuário no consumo de conteúdo para entretenimento e jogos. E o consumo de bateria não é um problema, já que o mesmo possui uma autonomia com funcionamento para até um dia de uso normal, e uma recarga em pouco mais de uma hora, ou seis horas de uso em apenas 15 minutos de recarga.

moto-x-style-preto-08

O Moto X Style conta com uma armação metálica e traseira curva, com um acabamento com materiais originais que oferecem uma maior resistência e uma ergonomia de uso muito agradável. O modelo também é resistente aos respingos d’água, protegendo o telefone de dentro para fora, inclusive durante chuvas fracas e inesperadas.

Com uma camada de nano revestimento, o Moto X Style tem uma barreira que repele a água, que ajuda a proteger o telefone conta exposições moderadas como derramamentos, respingos ou chuva leve. Você não pode submergir o smartphone na água, ou expor o dispositivo à água ou líquidos aplicados sob pressão (tradução: o Moto X Style não é à prova d’água). Mesmo assim, ele oferece mais segurança do que muitos modelos concorrentes.

moto-x-style-preto-07

O Moto X Style conta com 3 GB de RAM, trabalhando em conjunto com um processador Qualcomm Snapdragon 808 hexa-core de 1.8 GHz, GPU Adreno 418, 32 GB de armazenamento (expansíveis via microSD de até 128 GB), suporte dual-SIM e sistema operacional Android 5.1 Lollipop com os recursos da Motorola para complementar a experiência de uso (Moto Assist, Moto Voz, etc).

19361979

Motorola Moto G 3ª Geração Edição Especial Music

by

123683569_1GG

Muita gente gosta de fazer as suas jornadas diárias ouvindo uma boa música. Pensando nisso, os fabricantes lançam dispositivos com fones de ouvido mais avançados, e batizam esses modelos com ‘edições especiais’ dos smartphones já disponíveis no mercado. A Motorola é mais uma que segue essa estratégia, e tem o Moto G de 3ª Geração Edição Especial Music.

A maioria dos smartphones oferecem fones de ouvido para os amantes da música. Porém, são modelos mais ‘básicos’, e muitos estão no kit de venda do produto mais para constar que estão lá. Não são um ponto onde se coloca uma ênfase específica para a qualidade final, ou para uma experiência satisfatória nesse aspecto.

A Motorola parece ter se dado muito bem quando anos antes lançou um Moto G Music Edition, com os excelentes fones SOL Republic, que dessa vez ficaram de fora nessa versão alternativa do Moto G de 3ª Geração. Aqui, temos um fone Bluetooth proprietário da Motorola, que promete ser igualmente competente. Bom, pelo menos a mesma liberdade de uso está presente.

123683569_6GG

Fora isso, temos o Moto G de 3ª Geração que já conhecemos, com as mesmas especificações técnicas: processador Qualcomm Snapdragon 410 quad-core de 1.4 GHz, 16 GB de armazenamento (expansíveis via microSD de até 32 GB), tela HD de 5 polegadas, câmeras de 13 MP e 5 MP, proteção IPX7, conectividade 4G e sistema operacional Android 5.1.1 Lollipop.

O Moto G de 3ª Geração Edição Especial Music é recomendado para aqueles que fazem questão em levar consigo essa versão dos fones bluetooth da Motorola. Para quem quer a comodidade e a garantia que o acessório que será utilizado com o produto terá plena compatibilidade com o smartphone adquirido. E para quem não quer usar um fone de ouvido qualquer.

19361979

Robin, o smartphone da Nextbit pensado no cloud

by

nextbit-fb2

O mistério chegou ao fim. O pessoal da Nextbit (formada por ex-funcionários da Google, Apple, Amazon e outras) prometeu um smartphone ‘impressionante’ para o dia 1 de setembro. O dia chegou e, com ele, vemos o Robin, um smartphone que centra a sua experiência na sincronização de dados com a nuvem.

O Robin conta com um design bem característico, com linhas retas e forma de bloco (Scott Croyle, antigo chefe de design da HTC, está na Nextbit), e sua construção parece ser muito boa, com acabamento em duas cores. Sua tela tem tamanho de 5.2 polegadas (1080p) e o seu interior abriga um processador Qualcomm Snapdragon 808, trabalhando com 3 GB de RAM e porta USB Type-C.

nextbitsoft

O Robin é gerenciado por uma interface Android Lollipop bem limpa, e os 32 GB do armazenamento interno se somam a 100 GB extras disponíveis na nuvem, já que o smartphone envia dados e aplicativos que não são usados por muito tempo para o armazenamento online, liberando espaço nativo do telefone. É uma espécie de reciclador automático/armazém para guardar os arquivos obsoletos, poupando o trabalho do usuário ter que fazer isso por conta própria.

Quando o Robin apaga um aplicativo não utilizado, um lembrete do mesmo fica na tela inicial, além de acender um conjunto de LEDs na parte traseira para indicar que o mesmo se encontra sincronizado. Isso pode ser modificado caso você se arrependa da remoção. Os 100 GB são gratuitos, e a Nextbit não descarta ampliá-los se observar que existem muitos usuários que ultrapassam o limite desse espaço.

A nuvem parece ser essencial para esse smartphone, e o fabricante quer oferecê-la como uma parte crucial do sistema, e não como um simples complemento secundário.

nexbiost

Sobre as demais especificações, o Robin conta com alto-falantes frontais, leitor de digitais na lateral, NFC e câmera traseira de 13 megapixels. Vem ainda com o bootloader desbloqueado, de modo que aqueles que querem brincar com outras ROMs podem encontrar no smartphone um grande aliado.

A Nextbit colocou o Robin na Kickstarter, buscando assim o financiamento necessário para colocar o projeto no mercado. O preço inicial do dispositivo é de US$ 299, e sua distribuição começa no final de 2015 (se a campanha for bem sucedida).

Via Kickstarter

Cuidado com as fotos que você envia a partir do smartphone (ou todos saberão o que você fez no verão passado)

by

smartphone-sony-foto

Todos nós registramos uma quantidade grande de fotos com o smartphone, o tempo todo. E muitas vezes não nos damos conta que a própria imagem carrega uma série de metadados (ou EXIF – Excgangeable Image Format), que podem ser muito úteis em algumas situações, mas que também podem ir contra nossa privacidade e segurança.

Dois dos dados mais importantes são as coordenadas GPS, que identifica o local da foto registrada, e a data da mesma, que pode parecer irrelevante, mas quando bem analisada pode estimar os movimentos do usuário com grande precisão.

A Royal Society Open Science publicou um estudo que fala justamente disso. Para começar, eles compilaram os metadados de 8 milhões de imagens públicas no Flickr, capturadas por aproximadamente 16 mil pessoas. Dessas fotos, eles separaram os indivíduos pela identificação da câmera, e extraíram os dados de coordenadas de GPS e as datas das fotos.

Com essa enorme base de dados, eles criaram um programa que analisava os números, aplicando um algoritmo inteligente, que determina os padrões grupais de movimento, conhecendo assim as tendências de diferentes grupos de usuários, o que eles fizeram, por onde passaram, e assim deduzir onde eles estavam e por onde se deslocaram.

metadados-de-fotos-para-localizar-usuário

Para comprovar seus resultados, eles utilizaram informações estatísticas fornecidas por uma pesquisa estatal, e eles afirmam que a precisão dos resultados foi de surpreendentes 92%. O curioso é que esse tipo de estudo pode ser aplicado não só em grandes grupos populacionais, já que o algoritmo pode ser ajustado para analisar um indivíduo ou uma família específica, conhecendo assim os seus futuros padrões de deslocamento.

Um ataque à privacidade? De certo modo sim, ainda que aqueles que querem se proteger desse tipo de análise só precisa desconectar o GPS quando tirar fotos, ou editá-las posteriormente, apagando os dados adicionais.

Via Royal Society Open Science