Arquivo para a tag: serviços

O futuro da BlackBerry está no software?

by

BlackBerry-software

Todos nós sabemos que a situação que atravessa a BlackBerry é bem complicada, e que seu CEO, John Chen, está fazendo o que pode para tentar tirar a empresa canadense do atoleiro em que se encontra. Porém, infelizmente, nada está funcionando.

Sua última grande aposta/aventura, o BlackBerry Priv, teve uma queda nos envios durante o último trimestre, passando das já escassas 700 mil unidades para 600 mil unidades, um dado que pode não parecer grave, mas somando com tudo o que vem acontecendo com a empresa nos últimos meses, é mais um elemento que pode se traduzir em arrasto no mercado mobile.

A receita caiu em 30%, e a estratégia em apostar no Android como sistema operacional em detrimento ao BlackBerry OS não funcionou. Esse é um cenário que cria um futuro muito negro para a empresa canadense. Mesmo assim, existem duas luzes no final desse túnel, que podem não ser um caminhão vindo em direção contrária: o software e os serviços.

A empresa com sede em Ontario começou a levar alguns dos seus serviços para as principais plataformas móveis do mercado. O BlackBerry Messenger e o BlackBerry Enterprise está presente nas plataformas iOS e Android, e isso mostra que ainda que a sua situação como fabricante de smartphones seja algo insustentável, eles podem sobreviver com o desenvolvimento de software e dos seus serviços de segurança para empresas.

Nessa adoção multiplataforma, os números obtidos pelos canadenses no último trimestre rendeu uma receita de US$ 153 milhões, o dobro comparado com o mesmo período do ano passado, e com expectativas de crescimento sustentável de 30% para 2017.

Logo, a pergunta é mais do que oportuna: deixará a BlackBerry de fabricar smartphones para apostar exclusivamente no software e nos seus serviços?

Via Liliputing

Amazon voltará a investir nos smartphones, aportando software e serviços

by

amazon-fire-phone

Não é segredo para ninguém que o Amazon Fire Phone ficou bem longe de ser um sucesso. Mesmo com todo poderio financeiro da empresa de Jeff Bezos e com o dispositivo apresentando algumas novidades interessantes, o mercado não respondeu como esperado para um smartphone muito caro para o que oferecia. Mas as últimas informações mostram que a gigante varejista vai investir de novo no mercado de smartphones, com uma importante mudança de estratégia: abandonando o hardware, e centrando-se no software e serviços.

Nos últimos anos, a Amazon experimentou uma progressão geométrica como empresa de serviços: são líderes em cloud, contam com uma grande quantidade de conteúdos e lapidaram por anos o Fire OS, o fork Android que gerencia os seus dispositivos móveis. A nova estratégia da empresa passa por fechar parcerias com fabricantes que querem a independência da Google e de sua política de licenças.

amazon-tablet

A Amazon já teria iniciado as conversas com os principais fabricantes do mercado, propondo uma parceria que, mais além de instalar aplicativos por padrão ou pré-configurar serviços, colocar no mercado dispositivos gerenciados pelo seu sistema operacional, e especialmente desenvolvidos para extrair o máximo dos seus serviços. O objetivo da empresa de Jeff Bezos é obter um importante parque de dispositivos instalados que comercializam os seus produtos online, principalmente o cloud.

Se confirmados os rumores, estaremos diante de um movimento muito interessante. Pela primeira vez em muito tempo, a hegemonia da Google sobre o ecossistema Android teria um sério competidor, e não é descabido pensar que a Microsoft tem algo a dizer nesse sentido: um smartphone Amazon com o buscador Bing e o Office 365 integrado de série?

Vamos esperar. A entrada de um novo jogador no jogo é sempre uma ótima notícia para os usuários.

Via The Information

OnePlus devolve o seu dinheiro se você não receber o seu smartphone em uma hora

by

oneplus

A OnePlus abriu um curioso programa que garante a rapidez dos seus envios, prometendo devolver o dinheiro se o usuário não receber o seu smartphone em uma hora. O programa tem uma disponibilidade limitada, e não deve sair de regiões específicas da Ásia. Mas não deixa de ser interessante por alguns motivos.

A primeira é a comodidade e a garantia para o consumidor, que tem a garantia que não vai precisar esperar dias ou semanas para receber o novo smartphone. A segunda é a ideia em si, que outros fabricantes e operadoras poderiam repetir, já que na hora de trocar o seu smartphone nem sempre temos as mesmas facilidades na hora do envio, ou nem todos agilizam o processo, chegando ao ponto de obrigar o cliente a buscar o produto em uma loja física.

É mais ou menos o mesmo que uma pizzaria não cobrar se a pizza não for entregue dentro do prazo. Legal, não?

Via NextPowerUP

BR Charge aposta em recarga de celular grátis em shoppings

by

br-charge

A BR Charge, empresa de tecnologia e equipamentos out-of-home de recargas de celulares, responde à demanda com equipamentos de última geração para recarregar telefones em qualquer lugar e hora, desde shoppings até aeroportos e hospitais, de forma segura.

Como diferencial, as estações de recarga fornecidas pela BR Charge destacam-se pela segurança e praticidade que oferecem. Com gavetas individuais, a marca é a única a operar com cartões de tarja magnética como chave – tecnologia semelhante à utilizada em guarda-volumes de grandes agências bancárias -, já são mais de mil unidades em operação nos Estados Unidos e na Europa.

Em menos de um ano no Brasil, a BR Charge, que possui exclusividade na distribuição dos equipamentos produzidos em território norte-americano, dispõe de equipamentos em grandes shoppings do país, como o Cidade Jardim, Villa Lobos, Rio Design Leblon e Shopping Recife, entre outros. A empresa também foi responsável pelo serviço de recargas de celulares no GP do Brasil de Fórmula 1 de 2014.

A empresa estabeleceu operações nos principais Estados do país, como Minas Gerais, Paraná, Rio Grande do Sul, Distrito Federal, Pernambuco e Rio de Janeiro, além de São Paulo, onde está sediada .

A BR Charge fornece aos seus clientes um aparelho com mecanismo simples. Para acesso a um dos seis compartimentos de recarga, basta apenas um cartão com tarja magnética. Ao passo que o usuário não precisa memorizar senhas ou guardar chaves.

Sobre a possibilidade de clonagem dos cartões, a BR Charge utiliza apenas os dados gravados na tarja magnética dos cartões, e estes dados não servem para absolutamente nada se não estiverem acompanhados de senha ou informações, como o Código de Segurança e a validade. Além disso, todas as informações do proprietário do aparelho são protegidas pela BR Charge, que possui selo de segurança PCI, conjunto de normas internacionais que rege os parâmetros de como estes dados devem ser gerenciados.

Outro diferencial é o fato de a BR Charge contar com certificação internacional contra incêndios e danos elétricos, além de ser a única a oferecer um canal de atendimento ao cliente disponível 24 horas por dia, 7 dias por semana.

Para mais informações, acesse: brcharge.com.

TIM instala mais de 1,5 mil carregadores de bateria em três capitais

by

16-Logo_TIM.png

A TIM anuncia o lançamento do projeto Recarregue-se, que oferece pontos de recarga de bateria dos dispositivos móveis nas cidades de São Paulo (SP), Rio de Janeiro (RJ) e Curitiba (PR). Nessa primeira fase, o serviço está disponível em bares, restaurantes, aeroportos e frotas de táxi, com mais de 1.5 mil pontos de recarga.

Em bares e restaurantes, o usuário pode recarregar a bateria dos seus dispositivos em painéis localizados nas paredes desses estabelecimentos. Nos táxis, os passageiros utilizam um painel no banco traseiro do veículo, enquanto estão no trânsito. Mais de 1.3 mil veículos contam com os carregadores da TIM.

Nos aeroportos, o Recarregue-se está presente em 10 aeroportos, com carregadores instalados em painéis ou totens. Os aeroportos com carregadores disponíveis são: Antônio Carlos Jobim – Galeão e Santos Dumont (RJ), Congonhas e Viracopos (SP), Afonso Pena (PR), Guararapes (PE), Confins (MG), Pinto Martins (CE), Porto Alegre (RS) e Salvador (BA).

Os carregadores são compatíveis com dispositivos com conectores mini USB, iPhone 4 ou iPhone 5. Tomadas comuns também estão disponíveis para aqueles que desejam utilizar o seu próprio carregador.

Via assessoria de imprensa (TIM Brasil)

NET disponibiliza novos recursos no site mobile

by

net-logo-2013

A NET anuncia a disponibilidade de novas opções em seu site oficial para seus clientes. Agora, é possível realizar consulta de assinaturas em smartphones e tablets no canal Minha NET, com acesso à funcionalidades antes apenas disponíveis para a versão para desktop do site.

Agora, o cliente pode consultar a partir do seu dispositivo móvel sobre o status do serviço em sua região, com previsão de normalização do sinal caso o problema exista, realizar consulta, reagendamento e cancelamento de visitas técnicas (para agendar uma visita, ainda é necessário consultar a Central de Relacionamento da NET, pelo telefone 10621), alterar a forma de pagamento de fatura (para débito automático) e a data de vencimento, enviar segunda via de fatura para o e-mail e visualizar o status da fatura.

As mudanças visam facilitar o acesso do cliente o acesso aos serviços de atendimento através dos dispositivos móveis, a qualquer hora e em qualquer lugar. Para acessar as novidades, o cliente deve iniciar um navegador do deu tablet ou smartphone (Chrome, Safari, etc), e acessar o item “Minha NET” em net.com.br.

Via assessoria de imprensa (NET)

Yahoo encerra vários serviços, inclusive algumas versões do Yahoo! Mail

by

yahoo-desperate

Todo mundo sabia que Marissa Mayer, CEO do Yahoo, ia fazer uma limpeza na empresa, com o objetivo de redistribuir recursos da empresa para as áreas que mais necessitam. Logo, não chega a surpreender a notícia que vários serviços do Yahoo chegarão ao fim, como parte de sua nova estratégia para a empresa. Resta saber se os usuários do Yahoo vão aceitar as mudanças.

A primeira limpeza de serviços vai acontecer em duas etapas, que serão realizadas entre a última semana de abril e a segunda semana de junho. Na primeira fase, chegam ao fim os serviços: Yahoo Deals, Yahoo Kids, a API do Upcoming, os alertas via SMS do Yahoo e os aplicativos J2ME do Yahoo Mail e do Messenger para os celulares tradicionais. Em junho, chegam ao fim as versões antigas do Yahoo Mail, incluindo o Yahoo Mail Classic.

Obviamente, o serviço de e-mail convencional segue funcionando, e o Yahoo vai oferecer todo um suporte para a migração dos usuários, para que ninguém deixe de receber suas mensagens fúteis ou importantes.

O Yahoo muda para se centrar cada vez mais no desenvolvimento de aplicativos e serviços mais populares, mas não podemos descartar uma segunda leva de eliminações no futuro. Uma coisa é certa: não podemos dizer que Marissa Mayer não está tentando, ou que está de braços cruzados, sem tentar nada para reformular a empresa.

Via TechCrunch

Google cancela iGoogle, Google Mini e outros produtos adicionais

by

Tudo nesse mundo chega ao seu fim, e sempre que essa lei da natureza se faz presente, destacamos aqui no blog. Dessa vez, informamos que o Google decidiu cancelar alguns produtos e serviços para se concentrar em outros mais modernos e importantes.

Para começar, a ferramenta de busca corporativa Google Mini não vai receber suporte oficial da empresa a partir do dia 31 de julho. A empresa disse que existem outros produtos que podem oferecer melhores opções, como o Google Search Appliance, Google Site Search e Google Commerce Search.

A lista de produtos continua com o Google Video, que desde março passado já não permite o envio de vídeos, e que tem como substituto óbvio o YouTube. Já o iGoogle pode ser a perda mais significativa. O argumento para o fim é que os aplicativos web atuais podem obter informações personalizadas e de forma instantânea aos desenvolvedores e administradores de sites. O serviço deixa de funcionar em novembro de 2013, dando bastante tempo para que todos busquem novas soluções para substituição.

Por fim, o Google Talk Chatback também deixa de existir, e o Google recomenda ferramentas como o Meebo Bar para substituição. O aplicativo de buscas para o Symbian também não receberá mais suporte, porque os usuários poderão utilizar a página web do Google sem problemas.

Como você pode ver, a lista não é curta, muito menos insignificante, mas recomendamos que caso você use algum desses serviços, que faça as substituições necessárias, antes que você perca tudo e fique se perguntando: “por que, Deus… por que?”.

Via Google Blog

Google Wave se despede, sem dizer adeus

by

O Google Wave chegou a chamar a atenção de muita gente, com opções interessantes e curiosas. Mas não viveu o suficiente para se transformar em um serviço realmente útil, ou ao menos necessário. Ontem (30/04), foi o último dia que o Google Wave ficou ativo, registrando uma existência que durou de 2009 até 2012. E desaparece, sem deixar rastros.

O Google Wave foi um serviço avançado demais para o seu tempo, mas apesar de suas interessantes características, ele nunca chegou a ter uma identidade própria. De qualquer forma, podemos pensar que o Google+ é uma espécie de evolução do Wave, e até alguns serviços do GMail aproveitaram muito bem as tecnologias do recém desaparecido serviço.

Lembraremos do Wave como “aquele que poderia ter sido, mas não foi”.

Via Google Wave

Começa a restauração dos serviços da PlayStation Network e Qriocity

by

Finalmente, e depois de várias semanas de reclamações, especulações e trabalho duro, a Sony começa a restaurar os serviços da PlayStation Network. A atualização 3.61 para o PlayStation 3 vai permitir que o console se conecte novamente à rede de jogos.

O próprio Kazuo Hirai dá mais detalhes sobre esta restauração em vídeo, antecipando que o acesso à rede vai acontecer por regiões (as Américas serão restauradas primeiro, não se preocupe), e novas opções para proteger a segurança dos usuários foram implementadas, como criptografia e o requerimento de troca de senha a partir do próprio console onde a conta para a PSN foi ativada.

Por enquanto, a Sony informa que a rede de jogos está disponível em alguns estados dos EUA, onde é possível acessar serviços de música, vídeo e TV. Abaixo, temos comunicado enviado para a imprensa, informando da restauração, e alguns detalhes das mudanças feitas.

Tóquio, 15 de Maio de 2011 – A Sony Corporation e a Sony Computer Entertainment (SCE) anunciaram que Sony Network Entertainment International (SNEI, a companhia) iniciará hoje (15/05) a restauração, escalonada por região, dos serviços da PlayStation®Network e do Qriocity. A restauração escalonada se dará país a país, iniciando-se nas Américas e depois na Europa, Austrália, Nova Zelândia e no Oriente Médio.

A primeira fase de restauração dos serviços para estes países e regiões incluirá:

·        Sign-in na PlayStation®Network, incluindo a redefinição de senhas.

·        Restauração de modo online para todos os jogos do PS3 e PSP

·        Playback de conteúdo de vídeo alugado no PS3, PSP e MediaGo, caso ainda esteja dentro do período de locação do Serviço de Locação de Vídeo do PlayStation Network

·        Music Unlimited via Qriocity no PS3 e PC para os atuais assinantes

·        Acesso a serviços de terceiros como Netflix, Hulu, Vudu e MLB.tv

·        Categoria “Amigos” no PS3, incluindo Lista de Amigos, Funcionalidade do Chat, Comparação de Troféus, etc.

·        PlayStation Home

Aumento das Medidas de Segurança

Em razão de um ataque cibernético criminoso ao data center da companhia em San Diego, Califórnia, EUA, a SNEI desligou em 20 de Abril os serviços da PlayStation Network e do Qriocity, para que a companhia pudesse ser submetida a uma investigação e para realizar melhorias na segurança geral da infraestrutura de sua rede. A companhia, trabalhando em conjunto com diversas respeitadas empresas terceirizadas de segurança, implantou novas e adicionais medidas que fortalecem as salvaguardas contra atividades não autorizadas e proporcionam aos consumidores maior proteção de suas informações pessoais.

A companhia implantou consideráveis aprimoramentos em segurança de dados, incluindo a atualização e a adição de tecnologias avançadas de segurança, monitoramento adicional de software e testes de vulnerabilidade à invasão, além de níveis mais elevados de criptografia e firewalls adicionais. A companhia também incluiu diversas medidas à infraestrutura de sua rede, tais como um sistema de alerta prévio para padrões de atividade incomuns que possam sinalizar uma tentativa de comprometer a rede.

“Eu gostaria de expressar meu profundo pesar pelo inconveniente que este incidente causou a vocês e gostaria de agradecer a todos pela paciência que tiveram enquanto realizamos o processo de restauração”, declarou Kazuo Hirai, Vice Presidente Executivo da Sony Corporation. “Não posso agradecê-los o suficiente por sua paciência e apoio durante esse período. Sabemos que até os clientes mais leais ficaram frustrados por esse processo e estão ansiosos para a utilizar seus produtos e serviços Sony novamente. Estamos realizando ações agressivas em todos os níveis para abordar os problemas levantados por este incidente e estamos tornando a proteção de dados de consumidores um compromisso permanente em toda a empresa”.

“Durante os últimos 18 meses pudemos observar um aumento dramático no volume de ataques cibernéticos, na sua sofisticação e em seu impacto nos negócios. Frustrar crimes cibernéticos requer uma abordagem evolutiva à segurança que seja bem integrada, reduza a exposição ao risco e melhore a eficiência”, afirmou Francis de Souza, Vice-Presidente Sênior do Enterprise Security Group da Symantec. “Hoje os ataques cibernéticos estão se tornando mais secretos, mais específicos e melhor organizados que aqueles que vimos nos últimos anos. Em nosso trabalho junto à Sony na modificação de seu data center, ficou claro que estão implantando medidas para reduzir a evolução dos riscos de segurança”.     

Como medida adicional, Fumiaki Sakai, presidente da Sony Global Solutions Inc. (SGS), foi designado Executivo Chefe de Segurança de Informações (CISO) interino da SNEI. Além de seu cargo atual na SGS o Sr. Sakai, em sua função na SNEI, trabalhará para reforçar ainda mais a segurança geral de informações em toda a infraestrutura de rede de toda a empresa. O executivo liderará o esforço de recrutamento na busca de um novo e permanente CISO para a SNEI. No cargo de CISO o Sr. Sakai responderá a Tim Schaaf, presidente da SNEI, assim como a Shinji Hasejima, CIO da Sony Corporation.   

“Embora compreendamos a importância de colocar nossos serviços novamente online, não nos precipitamos para fazer isso à custa de testarmos extensiva e agressivamente nossas medidas de aprimoramento de segurança. A segurança de nossos clientes continua nossa prioridade número um”, prosseguiu Hirai. “Desejamos assegurar aos nossos clientes que suas informações pessoais estão sendo protegidas com a melhor tecnologia de segurança disponível no momento, para que todos se sintam confortáveis ao aproveitarem todos os serviços oferecidos pela PlayStation Network e pelo Qriocity”.

Já foi iniciada a restauração dos serviços nas Américas, Europa, Austrália, Nova Zelândia e no Oriente Médio, e os consumidores poderão aproveitar algumas das funcionalidades online dos serviços tanto da PlayStation Network como do Qriocity. A restauração escalonada no Japão e em outros países e regiões da Ásia será anunciada oportunamente. A companhia espera ter os serviços plenamente restaurados até o final de Maio de 2011.

A companhia estará oferecendo aos clientes um pacote de boas vindas “Welcome back” de serviços e de conteúdo Premium a todas as contas registradas para os serviços da PlayStation Network e Qriocity. Os detalhes deste programa serão anunciados brevemente em cada região.

via assessoria de imprensa

Agora é oficial: Nokia e Microsoft confirmam sua parceria (Windows Phone, Bing, Xbox Live e Office)

by

O que antes era um rumor que rodou durante dias nos veículos de tecnologia e dos negócios (já que virou notícia até na Bloomberg) agora é uma realidade. Stephen Elop, CEO da Nokia, formalizou a parceria da empresa finlandesa com a Microsoft, através de uma “aliança estratégica” de importantes consequências.

A primeira delas é que o Windows Phone 7 passa a ser o sistema principal dos smartphones da Nokia. Bing e adCenter também serão serviços que estarão presentes em seus aparelhos. Em troca, o serviço Ovi Mapas será o serviço de mapas da Microsoft.

A Market Place será a “App Store” dos aparelhos da Nokia, que também receberá os serviços do Xbox Live e o Office em seus aparelhos. O alcance do acordo é amplo para os dois lados, e pelo tom do discurso, estão dispostos a entrar na competição de forma pesada. Segue citação: “Nokia e Microsoft somarão forças para criar um eco sistema que não terá concorrência no mercado, tanto em força, como em alcance. Será agora uma competição entre três”. Podemos entender que, quando eles dizem três, eles se referem ao Android, iOS, e Nokia-Microsoft. Abaixo, o vídeo que confirma esta parceria.

O futuro do MeeGo e do Symbian

A Nokia faz questão de deixar bem claro ao mundo que tanto o MeeGo quanto o Symbian seguem vivos. Segundo comunicado da empresa, “o MeeGo passa a ser um projeto open source, e vai se concentrar nos futuros dispositivos em longo prazo. A Nokia vai lançar um aparelho com MeeGo ainda em 2011”. No caso do Symbian, sistema predominante da Nokia, e que muitos já davam como morto com tantos rumores, eles informam que “o Windows Phone será a plataforma prioritária dos smartphones, enquanto que o Symbian continua nos aparelhos menores. Faremos isso visando a oportunidade de reter e migrar a base de 200 milhões de usuários Symbian”.

Algumas perguntas ainda precisam ser respondidas: em quanto tempo os primeiros aparelhos com Windows Phone 7 chegam ao mercado? Algum smartphone pré-anunciado já chegará com o novo sistema? E aparelhos com Symbian^3, como o N8? Serão migrados para o Windows Phone 7? Acreditamos que estas respostas podem chegar em breve, ou até mesmo na Mobile World Congress, da semana que vem.

via Nokia

[gadgets] Square estará disponível esta semana para o iPhone, iPad e dispositivos Android

by

Você se lembra do projeto Square? Se não se lembra, vamos refrescar sua memória. O Square é um novo sistema de pagamento, idealizado pelo fundador do Twitter, Jack Dorsey, que propõe simplificar o processo das compras com cartão de crédito, bastando o usuário ter um iPhone e sua conexão com a internet. Pois bem, o projeto agora é uma realidade, e a prova disso é que eles anunciaram que seu aplicativo estará disponível na App Store ainda nesta semana.

Para sua utilização, como você bem sabe, o telefone precisa do pequeno leitor de cartões Square que o usuário recebe da empresa quando se registra na plataforma. O leitor se conecta à entrada de 3,5 mm do telefone. O melhor de tudo isso é que este novo e interessante serviço não apenas se limita ao iPhone; o Square também poderá ser utilizado já a partir desta semana também com o iPad e em aparelhos que contam com o sistema operacional Android.

Fonte

Microsoft lança serviços cloud computing para empresas

by

A Microsoft Brasil anunciou ontem (12/04) a disponibilidade comercial no mercado brasileiro do Windows Azure, plataforma de serviços na nuvem projetada para hospedar serviços e aplicações Web, e do BPOS – Business Productivity Online Suite, um conjunto de soluções de colaboração e mensagens na nuvem oferecido como serviço. As duas soluções, hospedadas nos datacenters da companhia, complementam a estratégia de computação na nuvem da Microsoft.

O BPOS é formado pelo Exchange Online, SharePoint Online, Office Live Meeting e Office Communications Online. Estes serviços na nuvem foram projetados para fornecer as empresas de todos os tamanhos comunicação com alta disponibilidade, segurança e gerenciamento simplificado de TI. A solução estava em fase de testes no mercado brasileiro desde novembro de 2009.

O Microsoft Windows Azure é uma plataforma para serviços na nuvem que é utilizado para o desenvolvimento, o armazenamento e o gerenciamento dos serviços dentro do ambiente da plataforma Azure. A plataforma é flexível e pode ser utilizada para construir novas aplicações para rodar na nuvem ou para melhorar programas já existentes. A arquitetura aberta permite que os desenvolvedores tenham a opção de construir aplicações na web, conectar aparelhos, PCs, servidores ou soluções híbridas.

A solução é composta basicamente pelo Windows Azure, sistema operacional na nuvem e o SQL Azure, banco de dados relacional, também executado na nuvem.

O produto permite que desenvolvedores e gerentes de serviços façam o escalonamento vertical e horizontal de forma simplificada, sem procedimentos operacionais complexos. As empresas também não precisam se preocupar com a construção ou o gerenciamento de máquinas virtuais, atualização de sistemas operacionais e criação dos seus próprios sistemas de redundância.

Fonte