Arquivo para a tag: Mozilla Firefox

Alcatel One Touch Fire C, com Firefox OS, é anunciado

by

fire-c-full-white-front-v1-copia-1

A Alcatel lançou na Europa o modelo One Touch Fire C, apresentado pela primeira vez na Mobile World Congress 2014, em fevereiro. O modelo conta com sistema operacional Firefox OS (1.3), tela de 3.5 polegadas, processador dual-core de 1.2 GHz e 512 MB de RAM.

O sucessor da linha Fame conta com um corpo arredondado e uma ampla oferta de carcaças intercambiáveis de várias cores. O dispositivo possui apenas 4 GB de armazenamento (expansíveis via microSD) e uma solitária câmera traseira de 2 megapixels que grava vídeos na resolução VGA (30 FPS). O modelo não se esquece das conexões WiFi (b/g/n), GPS e Bluetooth 3.0, além do rádio FM e bateria de 1.300 mAh.

Seu preço não foi revelado.

fire-c-full-white-front-left-v1-copia-1 image006-1 image008-1 fire-c-full-white-right-side-v1-0-copia-1

Um clone do Chromecast com Firefox OS aparece em forma de protótipo

by

650_1000_chromecast-firefox-os

Um dos evangelistas da Mozilla revelou que já existe pelo menos um protótipo de um dongle HDMI, com o mesmo formato e objetivo do Chromecast da Google, mas baseado no Firefox OS. Ou seja, em breve, poderemos testemunhar a chegada dessa plataforma na nossa televisão.

O protótipo – que ainda não tem nome comercial – já circulou entre alguns desenvolvedores, mas ainda restam muitos detalhes a serem revelados sobre o mesmo, como a sua data de lançamento ou preço. O que sabemos é algo interessante: o dongle com o Firefox OS pode executar alguns aplicativos do Chromecast.

Faz tempo que a Mozilla já oferece funcionalidades de “casting” no navegador Firefox, e alguns desenvolvedores já conseguem oferecer conteúdos a partir do navegador para os set-tob boxes da Roku, com a opção de fazer o casting para o Chromecast como uma das mais evidentes em um futuro próximo.

Porém, parece que no lugar de depender dos dispositivos da Google, alguns fabricantes decidiram desenvolver um dongle que está baseado no Firefox OS. A vantagem mais evidente nessa escolha serão as opções de hack, permitindo a adaptação do produto às necessidades de cada usuário, algo que a Google não facilitou tanto como muitos queriam, apesar de ter publicado um SDK a alguns meses.

Pelo visto, a Mozilla não está envolvida no desenvolvimento do produto. A empresa basicamente “certificou” ou “homologou” o projeto, para que o produto possa receber a etiqueta de “compatível com o Firefox OS”. A seguir, vídeo do produto em ação.

 

Via GigaOM

Os aplicativos do Firefox OS podem ser executados no Android, como se fossem apps nativos

by

android-apps-jason

Os aplicativos do Firefox OS se caracterizam por ser apps web baseados em Java Script e HTML5, de modo que podem ser executado no sistema operacional da Mozilla e até mesmo no seu próprio navegador. E é exatamente isso o que acontece na prática, quando instalamos o Firefox 29 no Android, já que o citado navegador é capaz de rodar em Open Web Apps (OWA) em um dispositivo Android.

Não só isso: também incluirá acessos diretos ao desktop, permitindo a desinstalação e execução, como se fossem aplicativos nativos para o Android. Obviamente, o desempenho não chega a ser o mesmo de um aplicativo realmente nativo, mas não deixa de ser uma forma curiosa de compreender como tudo funciona, e abre a possibilidade de desenvolver aplicativos que podem ser executados em várias plataformas com muita facilidade.

 

Via Android Community

Os smartphones de US$ 25 com Firefox OS chegarão em breve na Índia

by

firefox-25-dolares

Os responsáveis pela Mozilla anunciaram um acordo com dois novos fabricantes locais na Índia (Intex e Spice), que se encarregarão de introduzir no mercado daquele país smartphones com preço sugerido de US$ 25.

Os dispositivos são, obviamente, limitados em muitas de suas especificações, contando com processadores da empresa chinesa Spreadtrum, e começam a ser vendidos por lá nos próximos meses. O anúncio foi feito durante a Mobile Asia Expo, em Shanghai.

O anúncio confirma que o Firefox OS já conta com várias operadoras que apoiarão a plataforma, sendo que a operadora de referência em Taiwan é a Chunghwa Telecom. Agora, são 22 operadoras de telefonia móvel que apoiam a iniciativa da Mozilla ao redor do planeta.

No evento, também foram exibidos os dispositivos já vistos na Mobile World Congress 2014, como os modelos ZTE Open II e Open C, além do Alcatel OneTouch Fire E, um dos mais potentes com o Firefox OS e homologado pela Mozilla.

 

Via Mozilla Blog

Geeksphone Revolution é um smartphone que roda o Android e o Firefox OS

by

Geeksphone-revolution1

O Geeksphone Revolution não é um smartphone qualquer, já que ele pode funcionar com o Android ou com o Firefox OS. A diferença é que ele não é um dual-boot como você está imaginando: se você quiser usar o Android, você precisa instalar o sistema no smartphone, apagando todas as informações do Firefox OS.

A grande novidade aqui é um mesmo hardware ser compatível com dois sistemas operacionais. O modelo será vendido na Europa pelo valor de 165 euros, mas poderá ser encontrado nos Estados Unidos e na América Latina desbloqueado em algumas lojas online por mais de US$ 300.

O Geeksphone Revolution possui uma estrutura de plástico, que passa a sensação de um modelo “barato”, já que não conta com a solidez que muitos buscam em um smartphone. Na parte frontal, temos uma tela de 4.7 polegadas (540 x 960 pixels), e uma câmera frontal de 1.3 MP.

Geeksphone-revolution-atras

Os botões capacitivos na parte frontal interior mudam suas funções dependendo do sistema operacional. O botão central (em forma de círculo) atua como botão Home nos dois sistemas, mas os botões da direita e esquerda são inúteis no Firefox OS (no Android, mantém suas funções de voltar e menu).

A tampa traseira é removível, oferecendo acesso à bateria de 2.000 mAh, o slot para SIM card e slot para cartões microSD. Sua câmera traseira possui 8 megapixels com flash LED.

O Geeksphone Revolution possui um processador Intel Atom Z2560 dual-core de 1.6 GHz, 1 GB de RAM, 4 GB de armazenamento (expansíveis via slot para cartões microSD de até 32 GB), WiFi 802.11 b/g/n, Bluetooth 3.0 e suporte para redes HSPA+. Para sistema operacional, você pode escolher entre o Android 4.2.2 Jelly Bean ou o Firefox OS 1.3.

Via CNET

Flame é o smartphone oficial da Mozilla com Firefox OS, pensado nos desenvolvedores

by

flame-1

O Flame, smartphone da Mozilla com Firefox OS orientado aos desenvolvedores já pode ser reservado, com um preço sugerido de US$ 170.

O modelo é fabricado pela Thundersoft, que ao lado da Mozilla vai oferecer o dispositivo com suas especificações de linha média, que tem a missão de convencer os desenvolvedores do Firefox OS, com um telefone oficial e especialmente pensado neles. Apesar de contar com 1 GB de RAM, existe a opção de ajustar essa quantidade entre 256 MB e 1 GB. A ideia qui é oferecer uma experiência de uso adequada para analisar o comportamento de um aplicativo com diferentes configurações de memória.

O Flame conta com um processador dual-core Qualcomm Snapdragon MSM8210 de 1.2 GHz, tela de 4.5 polegadas (480 x 854 pixels) suporte para redes 2G/3G, 8 GB de armazenamento (expansíveis via slot para cartões microSD), receptor A-GPS, suporte NFC e Dual SIM. Possui ainda uma câmera traseira de 5 megapixels, câmera frontal de 2 megapixels e bateria de 1.800 mAh.

Detalhe: ele pode ser reservado no mundo todo.

Via Mozilla

Esepcial | Os melhores navegadores para tablets

by

Firefox_for_Android_tablets

Todo mundo que tem um tablet sabe o quão cômodo é deixar o computador de lado por alguns momentos para se sentar no sofá ou deixar na cama para seguir aproveitando o que a internet tem para oferecer. Houve um tempo que só havia um ou dois navegadores para tablets (no máximo), mas hoje, isso mundou. Uma lista bem completa de opções são oferecidas para buscar a preferência do usuário.

Decidimos fazer uma revisão dos melhores navegadores para tablets, que podem melhorar a sua experiência de navegação, ou complementar o uso que você já possui com o desktop. Vejamos.

Google Chrome

chrome

Com toda uma legião de seguidores, esse é um dos navegadores mais populares para desktops e dispositivos móveis. Os usuários do Chrome no PC ou Mac certamente entenderão que essa é a escolha mais útil para os tablets.

O Chrome para Android ou iPad tem uma função de sincronização que nos permitirá continuar a ler as seções que iniciamos no computador, além de compartilhar os favoritos de forma indiscriminada entre as plataformas. Além de ter um dos melhores motores de renderização e oferecer uma rica experiência de navegação, as versões móveis do Chrome incluem uma opção para visualizar sites como se estivesse em um desktop, muito útil em diversas páginas web que não ficam tão bem ajustadas no formato mobile.

Disponível para Android, iPad ou Windows

Dolphin Browser

dolphin

Dolphin é, se não o melhor, um dos melhores navegadores para tablets que podemos encontrar. Foi um dos primeiros a permitir a navegação por janelas, e desde sempre esteve na frente na hora de implementar novas inovações em seu aplicativo.

Além de contar com um gerenciador de downloads, o aplicativo conta com um completo catálogo de funcionalidades extras, como gestos e comandos de voz. Além disso, dentro das respectivas lojas de aplicativos, também vamos encontrar um bom punhado de complementos, que permite a adição de funções extras, sem falar na sincronização de dados com o navegador do desktop, através da extensão Dolphin Connect, que é compatível com os navegadores Chrome, Firefox e Safari.

Disponível para Android e iPad.

Skyfire

skyfire

Um dos navegadores mais populares do Android antes da era Flash também se transformou em uma das referências para os usuários do iPad. O Skyfire não é um dos navegadores mais versáteis, ou o que tem mais opções. Na verdade, nem me atrevo a dizer que é o melhor da lista. Porém, ele tem um diferencial que chama muito atenção, que é permitir a visualização de forma simples das páginas em qualquer plataforma, sem a necessidade do uso do Flash.

Desse modo, se o vídeo está no formato Flash e o seu tablet iPad ou Android não pode executar esse script, o Skyfire vai reproduzir esse vídeo para você, utilizando os seus servidores para converter o tal vídeo, e entregá-lo em um formato que torne a reprodução algo possível.

Disponível para iPad (eles deixaram de dar suporte para o Android).

Firefox

firefox

Desde sempre o Firefox foi um dos navegadores mais populares da internet. No Android, as coisas não são muito diferentes do que acontece nos desktops, e o Firefox é considerado por muitos o melhor navegador para tablets, especialmente para aqueles que o utilizam no computador, e tiram o máximo proveito de suas opções de sincronização.

Pese a tudo isso, muitos seguem considerando o Firefox um navegador beta no Android, e que sua performance é lenta quando comparado aos demais. Sobre a sua versão para tablets Windows, ela já inclui o suporte para a interface Metro, e é provavelmente o melhor que poderemos utilizar em tablets com Windows 8 ou superior.

Disponível para Android e Windows.

Internet Explorer

internet-explorer

Depreciado por muitos, e recentemente amado por outros tantos, a história do Internet Explorer é longa, complexa e repleta de má fama. Porém, todos sabemos muito bem que as últimas versões do navegador da Microsoft melhoraram muito (bom, é o que dizem: eu mesmo não quis arriscar).

De qualquer forma, o Internet Explorer é, ao lado da alternativa da Mozilla, o melhor navegador para um tablet com o Windows 8 e sua interface Metro, já que se adapta perfeitamente à plataforma. Vale a pena o experimento.

E para você? Qual é o navegador que você usa no seu tablet, ou qual é o melhor navegador de internet para tablets na sua opinião?

É possível que o novo design do Firefox 2.0 impulsione de vez esse sistema operacional?

by

650_1000_firefoxos-2-0-2

Nessa semana, um blog de desenvolvedores da Mozilla apresentou as primeiras imagens capturadas da futura interface do Firefox OS 2.0. Na Mobile World Congress 2014 em Barcelona, eles já avisaram que as mudanças estéticas seriam parte fundamental dessa nova versão do sistema operacional.

O novo design demonstra um grande esforço para se adaptar aos novos tempos, além de lembrar uma certa plataforma que recentemente também passou por uma mudança de design. Você consegue imaginar qual é??? #PenseDiferente

Os bons artistas copiam, os grandes roubam

É óbvio que estamos falando do iOS 7 da Apple, que entrega uma radical mudança no seu aspecto visual. Muitas das ideias de design do Firefox 2.0 parecem ter sido migradas de forma inescrupulosa do iOS 7.

650_1000_firefox-os-2-0-4

É provável que essa decisão tenha sido tomada de forma totalmente intencional, e que a Mozilla considere que ter uma aparência similar ao dos dispositivos da Apple possa lhe dar uma vantagem no futuro. Afinal de contas, migrar para uma interface visualmente conhecida é mais fácil quando alguém precisa trocar o seu smartphone mais caro por um mais barato. Ou até mesmo comprar o modelo mais barato, já que ele tem um sistema que se parece muito com aquele presente no telefone mais caro.

De fato, a escolha não é tanto para competir com o iOS nos mercado emergentes – já que a Apple, ao que parece, não quer entrar nessa briga -, mas sim com o Android, que vai muito bem nesses mercados.

A mudança de design é, para muitos que testaram a plataforma, algo realmente necessário. O Firefox 1.0, mesmo sendo funcional, ficava muito atrás dos concorrentes na usabilidade, e copiar o que funciona bem pode ser uma ótima ideia.

650_1000_firefox-os-2-0-7

Por outro lado, isso é o suficiente para convencer fabricantes, indústria e usuários?

O apoio que as operadoras e fabricantes deram para o Firefox OS pareceu sólido na MWC 2013, porém um ano e meio depois, nos deparamos com um cenário onde o Firefox OS possui uma cota de mercado ridícula.

A Telefônica, uma das maiores incentivadoras do projeto, não revela números quando o assunto é o Firefox OS, mas indica que em alguns países latino-americanos, a cota de mercado do sistema “alcançou os dois dígitos”.

Muito além das mudanças estéticas

O Firefox OS não traz apenas mudanças na interface de usuário. Também oferece novidades nas suas características nativas.

650_1000_firefox-os-2-0-6

O suporte do WebGL, WebRTC e dos dispositivos Dual SIM estarão entre as novidades da nova versão. Mas o roadmap do produto revela outras surpresas, como: copiar e colar textos, tela de bloqueio com controles de reprodução e notificações, integração com o Firefox Accounts, previsibilidade de texto mais poderosa, suporte do NFC para transferência de fotos e dados de contatos, entre outras.

É esperado que o Firefox OS 2.o seja anunciado no dia 21 de julho de 2014. Veremos se com as novidades o sistema ganha um gás. Poderão mais fabricantes oferecer dispositivos que saibam tirar proveito de todas essas mudanças?

Só o tempo vai dizer.

Imagens capturadas revelam a interface do Firefox OS 2.0

by

firefox-os-20

Já era sabido que a Mozilla estava planejando um novo design para o Firefox OS 2.0, mas não sabíamos quais eram as intensões que a empresa buscava com essa nova estética dos sistema operacional. Felizmente, algumas imagens capturadas eliminam tais dúvidas, e como podemos apreciar, a repaginação será bem agressiva, mantendo linhas retas e simples que lembram muito um certo sistema operacional do logo da maçã mordida.

Vendo as imagens, podemos ver como tudo é mais plano, incluindo transparências e até notificações, a tela de bloqueio e a tela de aplicativos abertas apresentam um estilo inconfundivelmente similar ao do iOS 7, algo que pode dar o que falar entre os mais empolgados.

Por enquanto, não sabemos quando verá a luz esta nova versão do sistema (nem quais dispositivos vão receber), de modo que vamos ter que esperar calmamente, até que algum fabricante anuncie algo mais cedo ou mais tarde.

Via G 4 Games
Via Preview do Firefox OS 2.0
Via Primeiras imagens do Firefox OS 2.0

Dell está cobrando 19 euros na Europa para instalar o Firefox em seus equipamentos

by

dell-cobra-instalacion-firefox-optiplex

Pagar por software livre? Algo incomum, certo? Pois é justamente isso que a Dell está fazendo na Europa. A sua página na internet tem uma opção de inclusão do navegador Firefox em um dos seus novos equipamentos. Porém, para ter esse benefício no seu computador novo, eles cobram 16.25 libras, ou 19.50 euros.

O pessoal do site The Register e outros grandes sites de tecnologia puderam comprovar o “peculiar” #ironic serviço com alguns modelos disponíveis para compra, como o OptiPlex 7010. O site entrou em contato com a Mozilla para esclarecer se existe algum tipo de acordo entre o navegador e o fabricante, e a mesma explica que não há nenhum contrato entre ambas, e que está investigando o assunto.

Além disso, a Mozilla ressalta que a política de marcas comerciais aplicadas por eles deixa claro que os distribuidores não poderão carregar nenhum tipo de taxa aos produtos da Mozilla sem modificação. Do contrário, deverão utilizar “outro nome que não esteja relacionado com a Mozilla, ou com qualquer uma das marcas da Mozilla”, já que eles não querem que consumidor fique confuso entre os diferentes produtos ofertados.

Algo que, como podemos ver claramente, não está acontecendo.

A Dell se explicou sobre o assunto. Eles se comunicaram com o site The Next Web, indicando que não cobram pelo software em si, mas sim pela sua instalação, ou mais precisamente “pelo tempo e trabalho que o pessoal técnico nas fábricas precisam para carregar uma imagem diferente da oferecida na configuração do sistema padrão”.

Mas… peraí: eu não gasto dois minutos para instalar o Firefox em qualquer computador que uso. Como esse tempo pode valer 19 euros para a Dell?

Mas o principal problema nem é esse. O que realmente incomoda é que as condições da Mozilla claramente indicam que não pode haver cobrança pela própria distribuição do Firefox (e, convenhamos: quando a Dell instala o produto em uma máquina, é isso o que eles estão fazendo: distribuindo o software para o consumidor final), de modo que a situação pode ser um tanto quanto problemática para a Dell.

Via The Register, The Next Web, Dell

MWC 2014 | Conheça o smartphone com Firefox OS que custa R$ 60

by

firefox-os-us25

Durante o seu evento na Mobile World Congress 2014, a Mozilla anunciou uma parceria com a empresa Spreadtrum, que oferecerá chips a um smartphone de apenas US$ 25 (ou R$ 60, na cotação atual do dólar).

O dispositivo é focado nos mercados emergentes e em locais onde os caros smartphones da Apple e Samsung não são tão populares entre a população. É esperado que esse modelo de US$ 25 seja lançado na Argentina, Costa Rica, El Salvador, Equador, Guatemala, Nicarágua, Panamá, Croácia, República Checa, Macedônia e Montenegro.

A Mozilla também estendeu suas parcerias com a Alcatel e ZTE, que apresentaram modelos atualizados com o Firefox OS, com smartphones que passam a contar com processadores de dois núcleos, opções para telas maiores e outras melhorias, mas sem ter um aumento no valor final do produto.

Um desses novos modelos é o Alcatel One Touch Fire S, que leva o Firefox OS para outros níveis, com um processador quad-core e suporte para redes 4G. Sem falar do novo tabletphone One Touch Fire 7, que também foi anunciado hoje.

Via Speadtrum

MWC 2014 | Firefox OS e Telefónica prometem mais lançamentos na América Latina

by

firefox_zte

Mozilla e Telefónica (no Brasil, Telefônica/Vivo) apresentaram algumas novidades sobre o Firefox OS na Mobile World Congress 2014. Apesar de uma das “bombas” do dia ser a não disponibilidade do WhatsApp na plataforma, as duas instituições prometem melhorias no sistema, e uma expansão no número de lançamentos de smartphones, com mais fabricantes envolvidos, entre eles ZTE, Huawei, Alcatel e LG.

Os novos dispositivos serão lançados pela operadora Telefónica nos próximos meses. Além disso, novos mercados vão receber os smartphones com o Firefox OS ao longo de 2014. São eles: Alemanha, Costa Rica, Panamá, El Salvador, Guatemala, Nicarágua, Equador, Argentina, Croácia, República Checa, Macedônia e Montenegro.

Diversos acordos com diferentes fabricantes foram anunciados para 2014, com a promessa de smartphones mais potentes e completos. Alguns modelos contarão com processadores de dois núcleos, e resolução de tela maior. Para ser mais preciso, um novo modelo de desenvolvimento com um processador de dois núcleos e tela de 4.5 polegadas foi anunciado.

alcatel_onetouch_fire_s

Outra novidade (para os modelos de entrada) estão nos designs de referência, que permitirão que modelos com Firefox OS alcancem preços iniciais para o consumidor de US$ 25. Seriam modelos com conectividade WCDMA e EDGE, com chipset SC6821.

Também foram anunciadas novidades sobre a nova versão do Firefox OS, A seguir, destacamos algumas delas:

* Mais personalização para operadoras e fabricantes.

* Nova busca universal no dispositivo.

* Multitarefa potenciada de forma similar como a fazemos no navegador.

* Maior possibilidade de compartilhamento de conteúdo de forma direta.

* Suporte para redes LTE e NFC nos dispositivos lançados em 2014.

tela-futuro-firefox

MWC 2014 | Alcatel anuncia uma série de produtos com Firefox OS, incluindo um tablet

by

alcatel-firefox-os-00015-1

A Alcatel apresentou hoje (23) na Mobile World Congress 2014 uma série de novos produtos com o sistema operacional Firefox OS. Em comum, uma proposta mais sofisticada do que até então era proposto pela própria Fundação Mozilla.

alcatel-firefox-os-00001-1

O modelo mais reduzido e acessível dessa família de produtos e o Fire C. Sucessor do Alcatel Fire, incorpora uma pequena (e muito pixelada) tela HVGA de 3.5 polegadas, SoC dual-core que já foi visto em outros modelos da empresa, um corpo aredondado e várias opções de cores (com carcaças intercambiáveis), e um desempenho comparável com qualquer outro telefone Firefox OS (acesso básico à internet). O modelo ainda conta com 2 GB de armazenamento interno, rádio FM integrado, entre outros detalhes físicos.

alcatel-firefox-os-00004-1

Os novos modelos Fire E e Fire S são os modelos maiores, mais elegantes e (teoricamente) mais funcionais. Contando com carcaças metálicas de boa qualidade (apesar dos arranhões detectados nos protótipos), e contando com apenas 7.5 mm de espessura (no Fire E), os dois smartphones querem conquistar o público que normalmente estaria especulando a compra dos Androids da ZTE, Huawei ou da própria Alcatel.

Os dois modelos se caracterizam pelo uso de uma tela IPS de 4.5 polegadas (inédita nesse segmento), com resolução qHD. O Fire E (de Elegance) incorpora um processador de 1.2 GHz, mais potente que os outros dispositivos Firefox OS, NFC, câmera traseira de 8 megapixels, e câmera frontal de 2 megapixels.

alcatel-firefox-os-00012-1

O Fire S (de Speed) conta com modem LTE integrado, sendo o primeiro da Alcatel a receber tal conectividade. Porém, temo um hardware mais modesto, como uma câmera frontal VGA e câmera traseira de 5 megapixels. Resta saber como é o seu desempenho, mas pelo menos por enquanto, isso não é possível, pois o protótipo que a Alcatel apresentou na demonstração não era funcional.

Por fim, a Alcatel apresentou o seu primeiro tablet com Firefox OS, mesmo que em forma de uma maquete em escala do produto (não funcional, de novo). Entre os seus detalhes técnicos, destacamos uma tela com resolução qHD, processador dual-core de 1.2 GHz, câmera VGA e conectividade WiFi (inicialmente, sem opção com 3G ou LTE – algo contraditório, se considerarmos que a essência do Firefox OS está na nuvem).

Mozilla mostra a sua launcher conceitual para Android, baseada no Firefox OS

by

firefox-launcher

Durante a conferência InContext 2014 realizada hoje (06), a Mozilla apresentou um preview de sua Firefox Launcher para Android. A launcher está sendo desenvolvida em parceria com a EverythingMe.

A Mozilla deixa claro que o software ainda está em desenvolvimento, e pretende compartilhar mais detalhes sobre o projeto quando o mesmo estiver finalizado e disponível para testes beta. Eles não informam quando isso vai acontecer, ou quando o aplicativo estará disponível na Google Play Store.

A ideia da Mozilla com o Firefox Launcher é oferecer ao usuário uma maneira fácil de localizar o conteúdo que você deseja, a qualquer momento, e otimizado para o seu estilo de uso. O aplicativo integra a busca contextual adaptável da EverythingMe com o navegador web Firefox para Android para oferecer aos usuários uma experiência web personalizada, customizável, intuitiva e divertida.

Apenas para refrescar a sua memória: a Mozilla já lançou o Firefox Mobile OS, que ainda não é um sucesso no mercado mobile, se limitando aos telefones de entrada nos mercados emergentes. A launcher pode ser uma forma interessante de expandir a sua presença no mundo mobile, oferecendo características interessantes à interface Android, como por exemplo a possibilidade de adicionar contatos na home e grupos de aplicativos divididos por categorias, para um acesso mais prático.

Agora, resta esperar pela sua estreia na Google Play Store.

Via Mozilla

Mozilla publica mais detalhes sobre o primeiro tablet Firefox OS

by

ESengadget01tablet_firefox_os

Faz um bom tempo que sabemos que a Mozilla está disposta a colocar o seu Firefox OS no segmento de tablets, e tudo indica que isso pode ser muito interessante para todos nós. O primeiro protótipo de tablet com o sistema operacional foi fabricado pela Foxconn, seguindo muito de perto a filosofia da Mozilla em oferecer um equipamento com preço acessível, mas capaz de cobrir com sobra as necessidades mais básicas dos usuários dos mercados emergentes.

Agora, chegou o momento de ter uma melhor ideia de quais são os reais objetivos da Mozilla com essa empreitada, uma vez que algumas especificações técnicas do tablet foram divulgadas.

Além de confirmar a presença da tela IPS de 10.1 polegadas (1280 x 800 pixels), os 2 GB de RAM e a conectividade WiFi b/g/n, o blog do Asa Dotzler (diretor de produtos da Mozilla) também informa que o tablet conta com um processador Allwinner A31 quad-core de 1 GHz (ARM Cortex-A7), que promete um bom rendimento para o seu preço. Além disso, o modelo integra gráficos PowerVR SGX544MP2, 16 GB de armazenamento interno (expansíveis via slot para cartões microSD) e bateria de 7.000 mAh.

Nos demais itens de sua ficha técnica, temos câmeras frontal e traseira de 2 e 5 megapixels respectivamente, GPS, giroscópio, porta micro USB e dimensões de 266 x 170 x 9.7 mm.

O modelo foi oficialmente batizado como Flatfish, mas na realidade, é um modelo comercializado pela AliExpress com o nome Infocus New Tab F1, e tem preço sugerido de US$ 150. Isso não quer dizer que o modelo com o Firefox OS vai custar isso, mas entendo que mais detalhes sobre o projeto serão revelados durante a Mobile World Congress 2014, em fevereiro.

Via AsaDotzler.com, Liliputing

CES 2014 | Mozilla começa a trabalhar em tablets com Firefox OS

by

foxconn-mozilla-firefox-os

A Mozilla tem os olhos um pouco além da telefonia móvel com o seu Firefox OS. Apesar do sistema fazer pouco barulho para os terminais mais acessíveis, a fundação também quer chegar aos televisores inteligentes e tablets.

Aproveitando a CES 2014, a Mozilla apresentou um programa de desenvolvimento, onde eles vão fornecer aos principais fabricantes as ferramentas e os designs de referência necessários para a produção de uma interface adequada para os tablets. Isso deve acontecer até o final de 2014.

Por outro lado, o Firefox OS para smartphone segue de vento em popa. A ZTE é um dos fabricantes que apostam no sistema operacional alternativo para smartphones de baixo custo, e na CES, eles compartilharam os primeiros detalhes dos seus telefones Open de segunda geração: o Open C, um modelo aparentemente do tipo básico, e o Open II, com hardware dual-core. Mais informações sobre esses dispositivos devem ser reveladas durante a MWC 2014.

Via Mozilla

CES 2014 | Panasonic levará o Firefox OS para as suas Smart TVs ainda em 2014

by

firefox-os-panasonic

A Mozilla deixou muito claro que não pensa em limitar o seu sistema operacional móvel, no que diz respeito ao seu tamanho ou funcionalidades. A prova que essa afirmação é séria é que a Panasonic anunciou na CES 2014 um acordo que vai permitir a utilização do Firefox Os nas suas Smart TVs e outros tipos de “telas inteligentes” do seu catálogo de produtos.

Por enquanto, os detalhes sobre esse acordo ainda são escassos (mas com a CES em curso, não deve demorar para que mais informações apareçam), ainda que as implicações que essa manobra pode ter podem ser muito interessantes. Um dos exemplos mais claros é que, tanto a guia de recursos como certos elementos da interfaces podem ser simplesmente páginas da web, o que pode dar uma maior flexibilidade na personalização da tela.

Também será muito mais simples elaborar os aplicativos para o controle remoto, ou até mesmo integrar a televisão em outros sistemas automatizados do lar. A boa notícia é que não teremos que esperar muito para ver tudo isso em ação, já que a Panasonic garante que as primeiras TVs com Firefox OS de seu portfólio chegará ao mercado no segundo semestre de 2014.

Via Mozilla

ZTE Open, com Firefox OS, é apresentado na Futurecom 2013

by

zte-open

Apresentado em fevereiro de 2013, o ZTE Open é apresentado no Brasil, durante a Futurecom 2013. Porém, o produto só tem previsão de chegada ao nosso mercado em 2014.

O produto se destaca por ser um dos primeiros modelos a contar com a nova plataforma Firefox OS. Com ela, temos aqui a promessa de um produto com preço acessível, mas com um desempenho satisfatório por conta de um sistema operacional ajustado para um hardware com especificações mais restritas.

O ZTE Open possui um processador MSM dual-core de 1.0 GHz, câmera traseira de 3 megapixels, tela de 3.5 polegadas HVGA e 512 MB de armazenamento (expansíveis via slot para cartões microSD de até 32 GB). O produto poderá ser encontrado no Brasil em diversas cores.

Em seu comunicado de imprensa, a ZTE não revela o valor do produto, nem uma janela exata do seu lançamento no Brasil. Caso apareçam novas informações, publicaremos aqui no blog.

Via Assessoria de Imprensa

Telefônica Vivo lança Firefox OS no Brasil

by

firefox-os_fox_p

O Firefox OS, sistema operacional alternativo para aparelhos de baixo custo, chegou ao Brasil de forma oficial. A operadora Telefônica Vivo, parceira internacional da Fundação Mozilla no projeto, anunciou o lançamento no mercado brasileiro dos modelos LG Fireweb e Alcatel Onetouch Fire.

O sistema operacional já está disponível em outros países latinos, como Espanha, Colômbia e Venezuela, e é fruto de dois anos da parceria entre as instituições envolvidas (Telefónica Digital e Fundação Mozilla. Peru, Uruguai e México também passam a receber o Firefox OS.

O Firefox OS tem como principal objetivo oferecer uma alternativa mais econômica de smartphones, com um sistema operacional baseado em código fonte aberto. O sistema parte do conceito da utilização da web como plataforma de acesso aos recursos e aplicativos do sistema, permitindo uma evolução do sistema em uma velocidade maior e ritmo constante, através de um desenvolvimento colaborativo.

Pelo menos no seu começo, o Firefox OS promete oferecer os principais recursos que um telefone precisa ter, além de um sistema de busca que localiza na internet aplicativos e serviços relacionados ao tema pesquisado. Sua interface é simples e intuitiva, e conta com um aplicativo de controle de gestos e redes sociais integradas. Além disso, promete ser mais leve que os demais sistemas operacionais móveis, permitindo a sua execução em telefones com especificações de hardware mais simples.

firefox-os_fox_p

Entre as empresas que já oferecem conteúdos e aplicativos para o Firefox OS, temos nomes de peso, como: eBay, Wikipedia, The Weather Channel, TIME, Fox Sports, AOL, Huffington Post, Badoo, TMZ, SoundCloud, Tuenti, entre outros. No Brasil, a loja do Firefox OS já conta com mais de 50 aplicativos nacionais, incluindo conteúdos como UOL, BOL, Editora Globo, SporTV, Kekanto, Vivo meu App, Vivo Chat, entre outros.

Os dois smartphones lançados hoje prometem todas as capacidades de um produto de sua categoria, oferecendo serviços de e-mail, calendário, rádio FM, câmera, serviços de localização, serviço de mapas HERE e navegador Firefox Web.

Falando especificamente de cada aparelho. O LG Fireweb possui uma tela touch HVGA TFT de 4 polegadas, processador Qualcomm 3G de 1 GHz e 2 GB de memória interna, além de câmera traseira de 5 megapixels. Já o Alcatel Onetouch Fire possui tela de 3.5 polegadas, câmera traseira de 3.2 megapixels, processador Qualcomm 3G de 1 GHz e cartão de memória de 2 GB.

Para mais informações sobre a chegada do Firefox OS ao Brasil, acesse: vivo.com.br/firefoxos

Via Assessoria de Imprensa

Mozilla lançará o Firefox Metro no dia 10 de dezembro

by

mozilla-metro

Para quem não segue de perto o assunto, poderia dizer que o Firefox Metro está entre nós há meses. Infelizmente, para os proprietários de um tablet com Windows 8, isso não está certo. Apesar do fato da Mozilla ter pensado em lançar uma versão adaptada para a nova interface do Windows 8 no começo do ano, até o presente momento, tudo o que temos são versões não oficiais, e a promessa que, em algum dia, ela seria lançada. Bom, ao menos agora temos uma data de lançamento: 10 de dezembro de 2013.

A Mozilla apresentou o seu plano de lançamentos para o Firefox Metro, que vai abandonar a sua fase de testes e desenvolvimento, com o lançamento do Firefox 26, oferecendo assim uma boa alternativa ao Internet Explorer, com suporte para o Firefox Sync, gestos na tela e, basicamente, tudo o que podemos pedir de um navegador especialmente desenvolvido para os tablets.

A espera até o dia 10 de dezembro será longa, de modo que os usuários mais impacientes podem ao menos testar o Firefox Metro em fase beta no dia 28 de outubro, ou antes disso, no canal Aurora, no dia 26 de setembro.

Via HotHardware