Arquivo para a tag: Microsoft

Windows Holographic e realidade aumentada chegam ao Windows 10 em 2017

by

Windows Holographic

Durante a Intel Developer Forum 2016, a Microsoft e a Intel anunciaram que o Windows Holographic, suporte para hologramas e realidade aumentada para o Windows 10, chegará em 2017.

O suporte estará disponível em modo comercial e para todos os usuários, e não por conta do futuro lançamento do HoloLens, mas sim por uma importante massificação ao incorporar-se de forma nativa no Windows 10.

 

Plataforma holográfica disponível em qualquer computador com Windows 10

Windows Holographic 02

 

Terry Myerson, chefe da divisão do Windows na Microsoft, anunciou uma parceria com a Intel para que todos os computadores com Windows 10 equipados com chips Intel sejam compatíveis como o Windows Holographic.

Com isso, a experiência disponível no HoloLens estará ao alcance de qualquer pessoa. A interface desenvolvida para interagir com hologramas chegará ao Windows 10 com a ajuda dos capacetes com tela que permitem a interação com os aplicativos holográficos em 3D e 2D, além dos programas com suporte para essa plataforma.

Ou seja, qualquer computador com chips Intel e Windows 10 receberá a realidade aumentada, a realidade mista e a interação com hologramas. Isso vale para desktops e notebooks, mas não foram mencionados requisitos mínimos de hardware. Só mencionam “todos os PCs”.

Espero que isso aconteça realmente da forma como eles afirmam. Todos nós presenciamos o que aconteceu com a compatibilidade dos dispositivos Lumia com o Windows 10 Mobile.

Via Engadget

Skype diz adeus ao Windows Phone 8.1 e Windows RT em 2017

by

skype windows phone

A Microsoft confirmou que vai deixar de dar o suporte para o Skype no Windows Phone 8.1 e Windows RT em 2017.

O movimento foi justificado pela Microsoft para destinar esforços em dispositivos que estão com a maioria dos usuários. Logo, apenas os dispositivos com Windows 10 Mobile receberão suporte oficial para o Skype, algo que desagrada a maioria dos usuários que ficaram estancados no Windows Phone 8.1.

 

Fim do suporte… momento de migrar?

Vale esclarecer que, apesar do fim do suporte para o Windows RT chegar ao fim agora em outubro, a versão do Skype para Windows Phone 8.1 segue funcionando até o primeiro semestre de 2017, dando alguns meses para os usuários sem suporte migrarem para outras soluções.

Com esse movimento, a Microsoft tem como objetivo principal fazer com que o seu usuário troque o seu atual dispositivo com Windows Phone 8.1 para um modelo com Windows 10 Mobile.

O problema é que nem a Microsoft aposta direito no seu sistema operacional móvel. A falta de novidades pode pesar e muito.

E importante ter em conta que, uma vez encerrado o suporte, muito provavelmente o Skype vai sofrer algumas limitações específicas. Mas vamos esperar por uma confirmação oficial da Microsoft.

Via Neowin

Mais detalhes sobre o lançamento do Windows 10 Mobile Anniversary Update

by

windows 10 mobile

A Microsoft revelou mais detalhe sobre o lançamento do Windows 10 Mobile Anniversary Update, que estava previsto para o dia 2 de agosto, mas que só chegou aos deskops.

Para os smartphones e tablets, a data de lançamento é “para as próximas semanas”, e a atualização conta com uma boa lista de novidades que só agora é detalhada pela Microsoft. Em um post no blog oficial do Windows, Dona Sarkar (responsável pelo programa Microsoft Insider) falou sobre o Windows 10 Mobile Anniversary Update, e arante que eles estão muito centrados em oferecer a atualização o quanto antes possível, mas sem revelar datas.

O que vem por aí com o Windows 10 Mobile Anniversary Update?

windows 10 mobile anniversary update

 

A própria Sarkar confirmou via Twitter que a atualização ainda não está pronta, e aproveita para dizer que o time do seu departamento está totalmente centrada nesse lançamento, confirmando que o seu desenvolvimento está quase concluído.

Sarkar também deixa um recado para os Insiders, pedindo para que verifiquem se estão com a última versão vigente instalada (14393.67) nos seus smartphones, e que enviem feedbacks para limpar falhas ou problemas, visando um lançamento de alta qualidade.

Entre as novidades que o Windows 10 Mobile Anniversary Update vai oferecer, temos o novo Action Center (mais organizado), a sincronização de notificações entre dispositivos, novos acessos diretos na tela de bloqueio ou novas versões do Edge e do Skype, entre outras mudanças.

Via Windows Blog

O custo de fabricação do Xbox One S

by

custo fabricação xbox one s

A empresa IHS fez uma análise dos custos de fabricação do Xbox One S na sua versão de 2 TB (edição limitada, por sinal).

Margem de lucro pode ser maior por causa de descontos

De acordo com o estudo, o custo total de fabricação do Xbox One S de 2 TB (US$ 399) é de US$ 324, ou seja, a Microsoft ganha US$ 75 por unidade vendida.

Dos seus componentes, o mais caro é o novo processador da AMD de 16 nanômetros (US$ 99). O SoC do Xbox One, fabricado em 28 nanômetros, custa US$ 76. Outros componentes que afetam de forma mais acentuada o custo total são o HD de 2 TB da Seagate de 5.400 RPM e 32 MB de cache (US$ 55) e o leitor de Blu-Ray UHD (US$ 33,50).

É preciso levar em consideração que, apesar do custo de fabricação do console ser elevado, muito provavelmente a Microsoft recebe alguns descontos pela compra de componentes em grandes quantidades.

Também é importante observar que a Microsoft fatalmente terá uma margem de lucro maior do que a estimada, não apenas pelos descontos, mas por outros fatores, como a variação de preço nas regiões do planeta.

De qualquer forma, esses estudos são válidos para você saber o quanto realmente custa o produto que você comprou.

Por fim, um detalhe interessante: o controle do Xbox One S custa apenas US$ 17 para a Microsoft, e US$ 50 para o consumidor final.

 

Via IHS

Para a Microsoft, Apple vende ‘tecnologia velha’

by

novo-macbook-2016

Brian Hall, diretor geral do Surface na Microsoft, aproveitou um artigo crítico do The Verge e outros veículos norte-americanos para criticar a Apple no Twitter pela falta de atualizações na sua linha de computadores Mac.

O MacBook Pro 13 (não Retina) tem quatro anos de vida, e a Apple segue comercializando. O guia de compras do MacRumors foi recentemente atualizado, e com exceção do último MacBook lançado, todos os outros computadores da Apple são indicados como NÃO RECOMENDADOS DE COMPRA pelo site.

O caso do MacBook Pro 13 (não Retina) é o mais grave, justamente pela longevidade no catálogo de produtos da Apple. Apesar das novas plataformas de processamento da Intel não aportarem grandes vantagens de desempenho, é difícil defender a venda de um notebook considerado “premium” com tela TN, base de 4 GB de RAM e disco rígido de 500 GB com preços elevadíssimos.

Mac_Apple_2

 

Além disso, já temos 657 dias desde a última atualização do Mac Mini, e o MacBook Air não é atualizado há 517 dias. O Mac Pro não vê novidades desde dezembro de 2013, e o MacBook Pro já acumula 446 dias desde sua última atualização (esse último deve receber uma grande reformulação no próximo trimestre).

Fato é que o Mac não é uma prioridade para a Apple nesse momento, quando em um passado não muito distante a sua linha de portáteis era inovadora, marcando tendência de design e inclusão de novas tecnologias. O tempo passou, e hoje a empresa centra seus esforços na venda de iPhones, além de gerar receita com aplicativos e serviços nas plataformas móveis.

A consequência do abandono do Mac é uma queda nas vendas de 11,4% no último trimestre. Nem o excelente marketing da Apple é suficiente para vender um notebook com quatro anos de vida. O usuário deve sim ser mais exigente e ir além de ter uma maçã gravada no chassi do seu portátil.

Via The Verge

Windows 10 te avisa que o Chrome consome mais bateria

by

windows 10 notebook

Que o Chrome consome mais bateria, isso é algo que já sabemos. Porém, o fato fica mais contundente quando o Windows 10 exibe uma notificação na barra de tarefas alertando sobre isso.

A recomendação diz: “mude para o Microsoft Edge para obter até 36% a mais de autonomia na navegação web”.

É claro que a Microsoft pode fazer com o Windows 10 o que quiser, mas esta é uma forma evidente de promover o seu navegador, aproveitando a sua própria plataforma e tentar capturar usuários do Chrome para o Edge. E nem todo mundo vê isso com bons olhos.

Conselho? Ou propaganda disfarçada dentro do Windows 10?

23

Várias fontes contactaram a Microsoft para esclarecer a questão. A empresa respondeu que as notificações (ou “conselhos do Windows”) foram criados para oferecer informações rápidas e simples para ajudar a experiência de uso com o Windows 10, mostrando informações úteis para ampliar a autonomia de bateria. Lembra também que o Windows 10 oferece a liberdade para o usuário escolher o seu navegador padrão, assim como o motor de busca.

Tudo é uma questão de ponto de vista e tolerância do usuário. Em todo caso, é possível desabilitar os “conselhos” através dos ajustes das notificações.

Via Neowin

Ainda é possível atualizar para o Windows 10 de graça a partir do Windows 7 ou 8

by

Windows-10-teaser

Corre que ainda dá tempo! Muita gente conseguiu atualizar os seus equipamentos com Windows 7 ou 8 para o Windows 10 depois do dia 29 de julho, e sem maiores problemas.

Mary Jo Foley, umas das fontes mais confiáveis sobre o universo Windows, relatou que um dos seus colegas de trabalho atualizou para o Windows 10 sem problemas, usando uma licença do Windows 7 Ulimate que ele não sabia se havia sido utilizada.

Leve em consideração que estamos falando de processos normais de atualização, sem apelar para voltar a data e hora do sistema, reservas prévias ou reversões para a versão antiga do Windows.

Aproveite para atualizar para o Windows 10, enquanto a Microsoft não corrige o erro

Não está claro por que isso esta acontecendo, mas um porta-voz da Microsoft reforça que a oferta de atualização gratuita para o Windows 10 acabou, e que os usuários que atualizarem o seu PC pela primeira vez terão que inserir uma chave de produto do Windows 10. Quem já instalou o novo software podem reinstala e ativar o sistema sem problemas no mesmo PC. Não descartamos a emissão de um novo comunicado nos próximos dias para esclarecer o assunto, ou até mesmo a solução que coloca fim à farra do boi.

Vale lembrar que não está confirmado se essas atualizações funcionam com todas as licenças. Inicialmente, falam das mais antigas e não utilizadas.

Via ZDNet

Xbox One S é desmontado pelo iFixit

by

Xbox One S

O tradicional site especializado em desmontagem de gadgets iFixit realizou a sua análise sobre o Xbox One S, novo console da Microsoft.

Com isso, conhecemos as entranhas do videogame, e como foi feita a distribuição dos seus componentes, além de identificar possíveis novidades em relação ao modelo anterior.

 

As principais novidades do Xbox One S:

– Processador de 16 nanômetros com GPU com overclock a 914 MHz
– eSRAM a 219 GB/s
– Disco rígido com interface SATA III
– Fonte de alimentação interna
– Unidade de DVD com suporte para Blu-ray UHD (4K)

No quesito facilidade de reparação, a Microsoft fez um bom trabalho com o Xbox One S, que recebeu do iFixit uma pontuação 8 em 10 (quanto maior a nota, mais fácil é de ser reparado o produto.

 

Um resumo dos pontos positivos e negativos:

A favor:

– Pode ser aberto facilmente
– Design modular no seu interior, simplificando qualquer reparação ou substituição
– Distribuição simples, agilizando as reparações

Contra: 

– Trocar o disco rígido automaticamente anula a garantia, e exige uma configuração complexa para funcionar.

Para ver a análise completa de desmontagem do Xbox One S pelo iFixit, clique aqui.

Windows 10 alcança 21% de cota de mercado

by

Windows 10 teaser

O período de atualização gratuita do Windows 10 chegou ao fim, e agora temos os números de cota de mercado depois de quase um ano de lançamento do sistema operacional.

No mês de junho, o Windows 10 ganhou 4% de cota, o maior aumento desde o seu lançamento, registrando 21,13%. A Microsoft garante que essa é a versão com maior crescimento da história da empresa, e apesar de várias dúvidas ao longo do tempo, os dados confirmam a teoria da empresa de Redmond.

 

Atualizações, as grandes responsáveis pelo aumento

Windows10_cuota

Esse aumento do Windows 10 foi refletido nas quedas do Windows 7 e Windows 8, mas não estimulou as vendas de novos equipamentos, o que é algo relativamente preocupante. De qualquer forma, são respeitáveis 21% de mercado. Veremos se nos próximos meses esse crescimento será maior com a chegada de novos equipamentos de consumo e grandes migrações empresariais.

O Windows 7 segue como a versão mais utilizada do sistema operacional, com mais que o dobro de usuários do Windows 10, mas voltou a cair 2% em junho. O Windows 8.1 também registrou queda pelos mesmos motivos, enquanto que o Windows 8 e o Vista já são residuais. O mais incrível de tudo isso é que o Windows XP ainda conta com mais de 10% do mercado.

O OS X registrou queda, mas mantém os níveis dos últimos meses. Aqui, a Apple precisa dos novos MacBooks com certa urgência, depois da queda de vendas dos últimos trimestres.

Por fim, vale a pena destacar que o maior aumento (porcentual) de todos os sistemas foi registrado pelo Linux, que ganhou 2,33%.

Quatro formas de obter o Windows 10 de graça

by

windows 10 interface

Acabou o período de atualização gratuita do Windows 10 para equipamentos com licença válida do Windows 7 e Windows 8.1. Oficialmente, a partir de agora, quem quer ter a nova versão do sistema operacional da Microsoft terá que pagar os valores completos das versões Home (R$ 410) e Pro (R$ 810), ou comprar um equipamento com o sistema pré-instalado.

Porém, existem pelo menos quatro maneiras de conseguir o Windows 10 de graça e dentro da lei. A seguir.

 

1. Tecnologias de assistência

A Microsoft anunciou uma exceção na hora de programar o fim do Windows 10 de graça para os usuários deficientes visuais ou auditivos que necessitam de tecnologias de assistência. São as funções de “acessibilidade”, como o uso do narrador e da migração de texto para voz, o alto contraste e outras opções visuais, a lupa ou as características especiais para o teclado e mouse.

Os usuários com problemas visuais ou auditivos podem conseguir a atualização do Windows 10 de graça nesse link. A página e o link está disponível para qualquer pessoa. Uma vez instalado, é possível gerenciar as opções de acessibilidade como fazemos na versão padrão do sistema operacional. A Microsoft não anunciou data para retirar essa exceção.

 

2. Mudança de data e hora

Como a ferramenta “Obtenha o Windows 10” segue ativa (gerando críticas das mais agressivas contra a Microsoft) – apesar de só mostrar que o programa foi finalizado -, se você atrasar a data e a hora do sistema para uma data anterior ao dia 30 de junho o contador vai voltar e você poderá atualizar o Windows 10 de graça. O truque foi testado e aprovado, mas muito provavelmente sera bloqueado pela Microsoft a qualquer momento. É um dos truques mais velhos do mundo na hora de burlar contadores temporais.

 

3. Windows Insider

A Microsoft já anunciou que o programa de testes do Windows 10 continua, mesmo com o fim do programa de atualização gratuita. Qualquer usuário pode fazer parte dele, mas não é recomendado para equipamentos de produção ou onde salvamos arquivos importantes. Mas o fato é que as betas tendem a ser bem estáveis nesse caso.

Ainda que o programa seja destinado a testar as novas características do sistema, é sempre recomendado você ativar o “anel lento” para ganhar estabilidade na hora da atualização.

 

4. “Reservas” do Windows 10

Se você realizou a “reserva” do Windwos 10, também pode conseguir o sistema de graça. Ao atualizar a partir do Windows 7 ou Windows 8.1, o equipamento atualizado recebe “direitos digitais”, ou seja, os servidores de ativação da Microsoft comprova a existência de uma licença válida das versões anteriores e registra o hardware do equipamento em questão como atualizável para a nova versão.

A partir daí, o Windows 10 se ativa automaticamente no equipamento, mesmo depois de ter voltado para versões anteriores do Windows ou até mesmo se você instalou o Linux. Não há garantias que este método vai funcionar no futuro, inclusive se você muda muito o hardware do equipamento. Isso deve afetar apenas quando você realiza uma mudança na placa-mãe e, ainda assim, você pode solicitar a ativação diretamente na Microsoft.

 

Como podem ver, são várias as formas de acessar o Windows 10 de graça e dentro da lei. A Microsoft segue interessado que as pessoas migrem para a mais recente versão, e se existem formas de fazer isso, por que não anunciar a gratuidade para sempre e quanto o usuário quiser atualizar (ou enquanto o hardware aguentar), sem truques?

Os dispositivos Nokia que a Microsoft vetou

by

microsoft nokia smartphone

O início do fim da Nokia como conhecíamos se deu quando a Microsoft assumiu as rédeas da empresa. A gigante de Redmond priorizou o seu sistema operacional, mas acabou com projetos em desenvolvimento pelos finlandeses.

Muitos dos produtos estavam prestes a chegar ao mercado, ou em estágio muito avançado de desenvolvimento. Alguns com hardware muito interessante para impulsionar o Windows Phone, o que mostra que as decisões da Microsoft levaram em consideração alguns fatores.

Fatores esses que serão listados nesse post.

 

Uma coleção de dispositivos

gadgets nokia abandonados pela microsoft

A imagem acima mostra uma coleção de gadgets inacabados da Nokia. Alguns deles eram especulados como o tablet Lumia 2020 (em verde), com Windows RT, tela de 8.3 polegadas (1080p) e slot para SIM card. Outros modelos cancelados são o Lumia 650 XL, ou o Nokia XL 2, com Android. Os demais dispositivos Não foram identificados, mas não resta dúvidas que o material era vasto.

 

McLaren, o smartphone top de linha cancelado

 

Este é, provavelmente, o mais interessante de todos os projetos cancelados, e o que mais tem informações reveladas. O Nokia McLaren esteve muito perto de ser lançado em 2014, recebendo o Windows Phone como sistema operacional, tela de 5.5 polegadas (Full HD) com “3D Touch”, semelhante ao que a Apple oferece hoje, mas dispensando a necessidade do toque na tela para a interação e um sensor fotográfico de 20 MP (limitados a 8 MP por software).

nokia mclaren review

Em linhas gerais, o modelo era uma atualização direta do Lumia 930, e teria ajudado a revitalizar um pouco as vendas, sendo uma proposta muito interessante para o período de compras natalinas.

 

Um smartwatch…

smartwatch Nokia

A Nokia também estava desenvolvendo um smartwatch, o Moonraker. Era um relógio inteligente muito colorido e com ar esportivo, no estilo Nokia de ser. Mas a Microsoft não viu muito sentido comercial no produto.

Especula-se que o produto foi apresentado em um evento privado na MWC 2015, e que deveria chegar ao mercado junto com o Lumia 930. Tudo indica que seria um gadget capaz de monitorar nossas atividades físicas, além de receber notificações. Anos depois, vimos a nova Nokia lançar o Withings, o que indica que cedo ou tarde veremos novas apostas nesse segmento.

Honjo, um smartphone com Windows 10

microsoft honjo

Um dos projetos cancelados mais jovens, já com Windows 10.´O Hondo foi cancelado na mesma época que a Microsoft cancelou o lançamento de outros modelos, reduzindo o seu catálogo de smartphones aso escassos Lumia 550, 650 e 950/950 XL.

O Microsoft Honjo estava em estágio mais que avançado de desenvolvimento, a ponte de poder sser utilizado em apresentações de produtos ou lançamentos. Seu protótipo real indicava especificações simples, como um processador Snapdragon 210 e tela 720P.

 

E um tablet: Mercury

 mercury nokia

Por fimm, um tablet, onde a Nokia até tinha história, mas poucos sucessos. Um dos futuros produtos que esperamos da nova empresa é o Nokia N1, um tablet com sistema operacional Android.

Com a chegada da Microsoft e do sistema Windows, muitos pensaram que essa revitalização faria do Lumia o parceiro perfeito para os novos dispositivos Surface. Mas isso não aconteceu, o que resultou no tablet Lumia 202 e do Mercury, em desenvolvimento.

Desse último, foi interessante ver como a Nokia manteve o design da linha Lumia, deixando o dispositivo com ar de smartphone gigante, principalmente pelas bordas quase inexistentes na parte frontal.

A Nokia demostrou em diversas oportunidades que as ideias que brotavam dos seus laboratórios de desenvolvimento foram muitas vezes utilizadas pela concorrência. Seja por falta de percepção, por arrogância, ou porque a Microsoft cancelou tudo, fica a clara impressão que a Nokia poderia ser mais do que foi.

O preço foi fator determinante na guerra entre PS3 e Xbox 360

by

ps3 vs xbox 360

Tal e como acontece em praticamente todos os setores do universo tecnológico, o preço foi um fator decisivo para definir o vencedor da batalha dos consoles da geração anterior, envolvendo o PS3 e o Xbox 360.

A afirmação (meio óbvia, por sinal), foi feita por Robbie Bach, ex-chefe da divisão Xbox na Microsoft, em recente entrevista.

No final, o bolso pesa

Apesar do Xbox original não ter uma boa acolhida, o PS2 foi a força dominante de sua geração, sendo este um dos consoles mais vendidos de todos os tempos (nesse momento, é o videogame mais vendido da história), e esse detalhe foi um motivo mais que suficiente para que a Microsoft tivesse várias dúvidas sobre sua capacidade de enfrentar o PS3.

A diferença de vendas entre os dois produtos era grande, mas a Microsoft estava disposta a criar um videogame de ponta, à altura de um PC top de linha da época, e contava com o apoio das empresas desenvolvedoras de jogos para alcançar esse objetivo.

No final das contas, os dois consoles mostraram uma potência parecida, mas a diferença de preço permitiu que o Xbox 360 se posicionasse como uma opção muito mais acessível que o PS3. Isso ajudou a Microsoft no arranque inicial do produto, algo que foi reforçado com a qualidade aquém do esperado na primeira leva de jogos para o console da Sony.

 

US$ 200 de diferença

Na época do seu lançamento, a versão mais barata do Xbox 360 custava US$ 399, enquanto que o PS3 chegou a US$ 599. Uma diferença considerável, que inclinou a balança a favor do console da Microsoft.

Todo mundo sabia que o console da Sony era muito caro, e a Microsoft entendeu como usar isso ao seu favor. O resto? É a história que você já conhece, onde o Xbox 360 foi dominante em relação ao PS3 (86,71 milhões de unidades vendidas, contra 85,44 milhões).

Via WCCFTech

2.850 demissões na Microsoft confirmam o desmonte da divisão móvel da empresa

by

microsoft satya nadella

Durante uma apresentação na Comissão de Valores dos Estados Unidos, a Microsoft anunciou uma nova leva de demissões, buscando assim ser uma empresa mais eficiente, eliminando postos e divisões não rentáveis. Por isso, 2.850 funcionários da divisão móvel da empresa serão demitidos.

Essas demissões se somam às 18 mil anunciadas em 2014, aos 7.800 demitidos da divisão móvel em 2015 e os 1.850 dispensados em maio de 2016, correspondentes aos postos na Finlândia de funcionários da antiga Nokia.

Em outras palavras: a Microsoft está abandonando o negócio da telefonia móvel.

 

A prioridade passa a ser os serviços na nuvem

O hardware é um tema complexo para a Microsoft. Requer muito investimento, com lucros que demoram a chegar. Sem falar que são lucros mínimos quando comparados com serviços como o Office 365 e Azure, com melhor controle operacional e lucros maiores e em menor tempo. Sem falar que este não é um mercado saturado, como é o dos smartphones.

Logo, o resultado é uma Microsoft que segue eliminando aos poucos o pessoal que trabalhou para a Nokia, além dos profissionais que fizeram parte da divisão móvel de Redmond, enquanto que outros são deslocados para outras divisões. O mais estranho de tudo isso é a ausência de um anúncio oficial do fim da divisão móvel.

A nova leva de demissões acontecerão ao longo dos próximos 12 meses ou menos. 900 dos funcionários demitido são do departamento de vendas globais, e já foram informados das mudanças,

A Microsoft espera concluir sua reestruturação até o final do ano fiscal de 2017, em 30 de junho do ano que vem.

Via The Wall Street Journal

Microsoft Pix, um novo aplicativo fotográfico para o iPhone

by

Microsoft Pix

A Microsoft segue colocando suas soluções de software nas plataformas concorrentes, e apresenta o Microsoft Pix, um novo aplicativo fotográfico para o iPhone.

Aqui vemos a filosofia de ecossistema de serviços adotada por Satya Nadella se manifestar com muita força. A ideia é oferecer um aplicativo de fotos mais completo que a solução nativa do iPhone, com recursos e ajustes mais elaborados.

 

Assim é o Microsoft Pix

Microsoft Pix 02

O problema aqui é que o Microsoft Pix tem uma interface ainda mais simples do que a proposta no aplicativo nativo do iPhone, já que sua funções destacadas são automáticas, medindo sozinho os parâmetros do cenário a ser capturado para adotar os parâmetros corretos. Também detecta se há rostos na cena, e prioriza essa área para que as fotos sejam mais claras e nítidas.

O Microsoft Pix também tem um modo inteligente que escolhe a melhor imagem que registramos em uma série com o mesmo cenário, usando as demais fotos para melhorar essa imagem escolhida. Caso você registre algum movimento interessante, o aplicativo converte a sequência de fotos em um pequeno vídeo, no estilo Live Photos. Uma vez que a imagem está finalizada, é possível adicioná-la aos favoritos, compartilhar, apagar, recortar ou aplicar filtros.

O Microsoft Pix é um aplicativo gratuito, e já está disponível na App Store.

Você só tem mais dois dias para atualizar o Windows 10 de graça

by

windows 10 interface

Se você é um usuário do Windows 7 ou Windows 8.1 e quer obter uma licença gratuita do Windows 10, é melhor correr. A promoção para obter a licença gratuita da nova versão do sistema operacional da Microsoft termina em dois dias, ou seja, na próxima sexta-feira, 29 de julho.

Depois disso, só tirando a carteira do bolso e o cartão de crédito da carteira. A partir de 30 de julho, as atualizações só poderão ser feitas se o usuário pagar o valor integral pelo software. No Brasil, o Windows 10 Home custa R$ 470, e o Windows 10 Pro custa R$ 810.

De graça é melhor. Vai por mim…

Historicamente, o Windows nunca foi um sistema operacional barato, e por esse motivo que muitos não se surpreenderam com a agressiva campanha iniciada pela Microsoft para acelerar o crescimento do Windows 10, além de buscar se distanciar ao máximo do seu predecessor. O crescimento do software não foi tão bom como a gigante de Redmond esperava, mas mesmo assim bate todos os recordes, se aproximando cada vez mais dos números do Windows 7.

Para atualizar o seu computador agora, é preciso ter uma licença original do Windows 7 ou Windows 8/8.1. Os requisitos mínimos para instalar o Windows 10 são os mesmos que aqueles estabelecidos para os seus dois predecessores, e poderá ser feito tanto para uma instalação limpa ou em modo de atualização, mantendo os seus arquivos locais.

 

O programa Insider continua

A partir de sexta, ainda haverá uma forma de obter o Windows 10 de graça: ser um membro do programa Microsoft Insider.

Nesse programa, você poderá acessar as versões beta do Windows 10 desenvolvidas pela Microsoft, onde um número reduzido de usuários testa as novas funcionalidades do sistema operacional, passando o feedback para a gigante de Redmond, que vai lapidar tudo e liberar em versões finais para todos os usuários.

Uma vez no programa, você não poderá jamais contar com as versões finais e estáveis do Windows 10,

Por lo tanto, con este método no podrás disfrutar de las versiones finales y estables de Windows 10, sino que a cambio de no tener que pagar el precio del sistema operativo te tendrás que conformar con las betas. Con ello te expondrás a posibles bugs, y compensarás a Microsoft reportando los posibles fallos con tu feedback.

Como acelerar a inicialização do Windows 10

by

manutenção windows 10

Acelerar a inicialização do Windows 10 é possível, com a ajuda de algumas ferramentas do próprio sistema. Aplicativos de terceiros e alguns pagos prometem o mesmo, mas poucos entregam efeitos reais.

Falamos de acelerar a inicialização do Windows 10 dentro de alguns parâmetros. Não existem milagres se você não tiver um hardware mínimo, certo? Então, revisamos o gerenciamento de algumas ferramentas e componentes do sistema, que também melhoram o desempenho geral.

Início rápido

Por si, o Windows 10 já reduz o tempo de inicialização, que funciona de modo similar ao modo de hibernação. O recurso pré-carrega o núcleo do Windows e os controladores antes do computador ser desligado.

Para utilizar o início rápido, é preciso ativar o modo de hibernação: utilize o atalho Windows + X para abrir o menu de usuário avançado, e selecione Prompt de Comando (Administrador). Digite o comando “powercfg /hibernate on” (sem as aspas) para ativar a hibernação.

Agora, acesse o Painel de Controle > Opções de Energia > Comportamento do Botão Liga/Desliga, e ative por ali o modo de inicialização rápida.

Administrador de tarefas

Windows10_Boot_3

A configuração dos programas que inicializam com o computador são um passo vital na aceleração do PC. É possível configurar a inicialização da várias maneiras, mas o ideal é fazer a partir do administrador de tarefas (task manager).

Pressione as teclas Ctrl + Shift + Escape. Na aba Iniciar, você verá os aplicativos que são carregados na inicialização, o seu estado e o impacto no desempenho. Desative aqueles que não são imprescindíveis.

Ferramentas de terceiros como o CCleaner também faz isso e outros ajustes. Usuários mais avançados pode usar o Autoruns for Windows, que inclui ferramentas oficiais para gerenciar mais parâmetros de inicialização.

 

Aplicativos em segundo plano

Outro item a ser revisado, pois na maioria dos casos temos softwares desnecessários afetando a inicialização e o desempenho geral do sistema. E o Windows 10 tem vários softwares que atuam dessa forma.

Acesse Iniciar > Configurações > Privacidade > Aplicativos em Segundo Plano. Desative. É possível acessar esses apps quando você precisa, mas sem carregá-los na inicialização do sistema operacional.

 

Otimize o uso do CPU e da RAM

Alguns aplicativos consomem muito processador e memória, afetando no desempenho do sistema. O gerenciamento de alguns deles é algo complicado, já que são serviços de sistema. Outros são mais simples de serem controlados.

Um exemplo clássico é o OneDrive, ativo como padrão no Windows 10 e que funciona perfeitamente para quem realmente precisa. Se este não é o seu caso, ou você utiliza o Dropbox ou o Google Drive, desative o armazenamento na nuvem da Microsoft em “Editor de Diretivas do Grupo Local”.

Pressione Windows + R, digite gpedit.msc e tecle ENTER. Em Configurações do Equipamento > Modelos Administrativos, existem várias opções que podem ser configuradas, como por exemplo impedir o uso do OneDrive. Cuidado com o que vai desativar nessa tela, pois é uma ferramenta que pode afetar seriamente o comportamento do sistema operacional.

Outro que pode ser gerenciado é o “Conselhos do Windows”. Parece um recurso inofensivo, mas também afeta no desempenho. Você pode desativá-lo em Iniciar > Configurações > Sistema > Notificações e Ações.

A configuração da aparência do Windows 10 como padrão é outro item gerenciável, especialmente em equipamentos com hardware limitado. Vá em Painel de Controle > Sistema > Configurações Avançadas do Sistema > Opções Avançadas > Desempenho > Configuração. Ali, ative o ajuste para obter um melhor desempenho, e economize consumo de CPU e RAM.

Elimine o Bloatware

O Windows 10 não está isento de programas desnecessários. Além de ocuparem espaço em disco e recursos de hardware, são redundantes, carregam e se atualizam em segundo plano. Quase todos podem ser desinstalados, e um dos aplicativos de terceiros recomendados para a tarefa é o Revo Uninstaller.

Melhore o hardware

A Microsoft fez um ótimo trabalho de otimização no Windows 10 para que o mesmo funcione nos equipamentos mais antigos, e um bom gerenciamento do sistema gera muitos benefícios na inicialização e no desempenho.

Porém, chegará um momento que as limitações virão do próprio hardware. Aumentar a quantidade de RAM ou substituir o HD por um SSD oferece benefícios imediatos no desempenho do sistema, e em alguns equipamentos isso será inevitável.

Mas as dicas desse post podem ajudar e muito a maioria dos usuários.

Os jogos grátis do Games with Gold no mês de agosto de 2016

by

games with gold agosto 2016

A Microsoft anunciou os jogos que estarão disponíveis de forma gratuita dentro da promoção Games with Gold para o mês de agosto de 2016.

O programa que contempla os assinantes da Xbox Live Gold com o download de jogos gratuitos para o Xbox 360 e Xbox One é imprescindível para se aproveitar todas as possibilidades dos dois consoles.

 

Os jogos da Games with Gold para o mês de agosto de 2016

Os usuários do Xbox One receberão gratuitamente os jogos Warriors Orochi 3 Ultimate (entre 1 e 31 de agosto) e WWE 2K16 (entre 16 de agosto e 15 de setembro). Já os usuários do Xbox 360 receberão Spelunky (entre 1 e 15 de agosto) e Beyond Good and Evil HD (entre 16 e 31 de agosto).

Uma vez que os jogos do Xbox 360 são retro-compatíveis, também podemos baixá-los e jogá-los no Xbox One, de modo que os usuários do console da atual geração poderão levar quatro jogos de graça. O mesmo acontece para os usuários do console mais antigo, que podem reservar os jogos da geração atual para rodar os mesmos em uma futura unidade do Xbox One, quando o mesmo for adquirido.

Não é um dos melhores meses do Games with Gold que já vimos, mas de um modo geral é uma oferta bem variada e atraente, principalmente por causa da presença de Beyond Good and Evil HD e Warriors Orochi 3 Ultimate.

Via TweakTown

Swiftmoji é o primeiro teclado SwiftKey depois da compra da Microsoft

by

Swiftmoji

Se você andava se perguntando o que seria do SwiftKey depois da compra da Microsoft, aqui temos  resposta dessa pergunta: o Swiftmoji.

Temos aqui um novo teclado preditivo de emojis para Android e iOS, capaz de reconhecer o contexto de suas mensagens para sugerir os emoticons mais adequados. Os vídeos no final do post mostram melhor como o software funciona.

O Swiftmoji está disponível por enquanto em inglês e atua de diferentes manteiras se você está no Android, onde serve como teclado de substituição completo, ou no iOS, ficando restrito a ser uma ferramenta para inserir emojis. Seja como for, é  tão completo como o SwiftKey, e isso é algo que você deve levar em consideração.

Por enquanto, não há notícias sobre a sua disponibilidade em outros idiomas.

Todos os detalhes do Microsoft McLaren, smartphone que nunca chegou ao mundo

by

Microsoft McLaren

O Microsoft McLaren foi um smartphone que a gigante de Redmond tinha preparado, mas cancelou. Porém, um protótipo funcional do dispositivo foi resenhado pelo Windows Central, e podemos conhecer todos os detalhes do dispositivo.

O mais curioso desse modelo é que ele contaria com 3D Touch ou Force Touch, com uma estética similar ao Nokia Lumia 1020. Não em vão foi cancelado, já que o Lumia 1030 chegou ao mercado.

 

Assim era o Microsoft McLaren

Microsoft McLaren 02

Com um grande anel traseiro para esconder uma câmera de 20 MP, talvez não muito potente para o tamanho da foto, mas com um sistema de zoom ótico que vemos hoje em muitos smartphones. É um modelo com tela de 5.5 polegadas (Full HD, 400 pixels por polegada), com processador Snapdragon 800, 2 GB de RAM e 32 GB de armazenamento. Para um modelo de 2014 com Windows Phone, era um hardware bem robusto.

Mas a principal funcionalidade do Microsoft McLaren era o Force Touch, ou 3D Touch. Um sistema que diferenciava os níveis de pressão, permitindo ao usuário obter novas opções na hora de interagir com aplicativos ou com o sistema operacional.

Algumas das funções do Force Touch do Microsoft McLaren eram (por exemplo) a opção de responder uma chamada apoiando o smartphone contra a orelha, sem precisar tocar nenhum botão ou deslizar qualquer notificação na tela, simplificando a vida do usuário no uso do dispositivo.

Outras opções como ativar o alto-falante durante uma chamada apoiando o telefone com a tela para baixo em uma mesa, ou encerrar uma chamada colocando o smartphone no bolso foram enterradas com o cancelamento do Microosft McLaren. Com certeza seria um modelo que se diferenciaria dos demais de sua geração nesse aspecto.

Eram muitas as possibilidades, e esperamos que a Microsoft resgate esses recursos algum dia. Veremos se o futuro Surace Phone recupera algumas das mesmas, ou se seguiremos com a interface clássica do Windows 10 para smarphones que temos nesse momento.

 

Via Windows Central

Skype deixa de dar suporte ao Windows Phone e versões antigas do Android

by

Skype-deja-de-soportar-Windows-Phone-y-versiones-antiguas-de-Android

A Microsoft anunciou o fim do suporte do Skype para alguns sistemas operacionais. O movimento é o mesmo feito recentemente pelo WhatsApp e BlackBerry Messenger.

A empresa dotou o seu aplicativo de mensagens e videochamadas com várias novas características nos últimos tempos, mas tais recursos só poderão ser funcionais nos dispositivos com hardware e software mais recentes.

O grande prejudicado com essa decisão é, por incrível que pareça, o Windows Phone. O sistema operacional móvel da Microsoft deixa de receber o suporte do Skype (que também é um aplicativo da Microsoft) a partir de outubro de 2016, o que faz com que os usuários da plataforma se vejam obrigado a migrar para o Windows 10 Mobile para seguir utilizando o aplicativo.

O problema é que não são todos os dispositivos que hoje suportam a nova versão do sistema operacional móvel da Microsoft. A empresa reduziu bastante o número de smartphones suportados. Ou seja, muita gente não terá outra escolha a não ser mudar de plataforma, ou adquirir um smartphone com Windows 10 Mobile.

O Android também se viu muito prejudicado com as mudanças, já que o Skype 6.2 é compatível com o Android 4.0.3 ou superior para funcionar. O Skype 4 requer o Android 2.3 como requisito mínimo.

Os usuários do OS X/macOS também foram afetados pelas mudanças realizadas pela Microsoft. Para usar o Skype 7.0 para Mac, é exigido a versão Mavericks ou superior, forçando os usuários de versões anteriores a utilizarem o cliente web a partir de outubro de 2016. Apesar de isso representar uma perda, ao menos existem alternativas para os usuários da Apple para seguir utilizando o serviço.

Via Skype