Arquivo para a tag: Kindle

Seria este o novo Kindle da Amazon?

by

new-amazon-kindle-leak

Jeff Bezos, CEO da Amazon, informou que nessa semana veremos um novo e-reader Kindle. Desde então, o único detalhe que sabemos sobre esse produto é que ele contará com carcaças com baterias integradas. Ok, isso muda agora, com o vazamento das imagens do suposto novo produto da maior varejista online do mundo.

De acordo com a lista de produtos da loja chinesa TMall, o próximo Kindle receberá o nome de Oasis, e conta com uma série de novas especificações, com um design modificado e pensado em um melhor agarre, com uma área específica para sustentação nas mãos, algo até então inédito para os leitores da empresa. Esse design deixaria um espaço perfeito para acoplar a sua carcaça protetora de couro com a já citada bateria integrada.

O acessório estaria disponível em três cores (vermelho, preto e marrom) e, ao que parece, seria oferecido no pack de venda do produto, incluído no seu preço final.

new-amazon-kindle-oasis-leak-02

Também é informado que o leitor vai permitir o giro da tela em até 180 graus, de modo que destros e canhotos poderão usar o novo Kindle de acordo com suas necessidades, com um acesso cômodo aos dois botões físicos disponíveis. Com uma tela de 300 ppp com iluminação LED, a espessura do corpo seria de apenas 3.4 mm e de 8.5 mm na sua área mais grossa, com um peso de 131 gramas.

oasis_06

Não sabemos quando a Amazon vai anunciar o seu novo Kindle, mas o mesmo deve estar disponível para compra logo após o seu lançamento. Não foram revelados detalhes sobre o seu preço e disponibilidade em diferentes mercados internacionais.

Via Pocket-lintMobileReadLiliputing

 

Novo Kindle da Amazon virá com carcaça recarregável

by

Kindle_Voyage_lead-1

Segundo o The Wall Street Journal, o novo Kindle que a Amazon deve apresentar na semana que vem pode oferecer ainda mais autonomia de bateria (não que ele precise, pois o dispositivo é excelente nesse aspecto).

A próxima versão do leitor de livros eletrônicos virá com um novo case protetor com autonomia extra de bateria, aumentando o tempo de uso do dispositivo longe da tomada. A fonte indica que o elemento permitirá ao leitor ser mais fino que seus antecessores, o que pode indicar um módulo de bateria interna mais fino e de menor ou igual capacidade que os demais modelos.

Faz algum tempo que ouvimos que a Amazon lançará um dispositivo com carcaça que seria capaz de ser recarregado com a luz do sol. Porém, os rumores indicam que não será no dispositivo a ser apresentado na semana que vem, e nem mesmo em um Kindle.

Não sabemos quais são as demais configurações que novo produto pode oferecer para convencer o grande público. O Kindle é um dispositivo duradouro, e uma nova versão precisa oferecer um salto qualitativo importante para convencer o usuário a fazer o investimento na troca. Um case com bateria pode ser um argumento fraco para muitos, de modo que esperamos que Jeff Bezos traga outras cartas escondidas na manga.

Via WSJ

Amazon vai apresentar um novo Kindle na semana que vem

by

amazon-kindle-paperwhite-2015

Teremos o anúncio de um novo Kindle na semana que vem. E não é a gente que está falando isso: o próprio Jeff Bezos, executivo máximo da Amazon, confirmou a notícia em sua conta no Twitter.

Esta será a oitava geração do leitor de livros eletrônicos mais popular do planeta, mostrando que esse é um segmento de mercado importante demais para a Amazon para ser abandonado de uma hora para outra. Afinal de contas, foi na venda de livros que a empresa se fez, e se valeu disso para ser a líder dominante no mercado de livros eletrônicos, que hoje gera lucros substanciais para a marca.

Quais são as novidades que esse novo Kindle vai trazer? É a pergunta que todos estão fazendo nesse momento. Melhorar um dispositivo de livros eletrônicos que chegou no nível de maturidade que temos hoje com o Voyage é uma missão bem complicada.

Maior resolução? Uma tela ainda mais brilhante? Melhor capacidade para atualizar as páginas? Melhor processador? Maior capacidade de armazenamento? Maior versatilidade de uso?

Teremos que esperar alguns dias para que Bezos suba ao palco e nos surpreenda. Até lá, temos que nos distrair lendo livros eletrônicos (ou na folha de papel), ou visitando blogs de tecnologia para se atualizar sobre todas as novidades do mercado.

Via The VergeJeff Bezos (Twitter)

 

Amazon alerta: atualize logo seu Kindle antigo

by

kindle-old-school

Se você tem um Kindle adquirido antes de 2013, esse post te interessa e muito.

A Amazon anunciou que tais equipamentos necessitam ser atualizados, e não precisamente para receber melhorias ou funções novas ou especiais, mas sim para permanecer conectados. Se você não atualizar o seu Kindle até o dia 23 de março (isso mesmo, depois de amanhã), o seu dispositivo perderá o acesso à Kindle Store, aos livros que você tem na nuvem e qualquer outra configuração relacionada com os serviços Kindle.

Mas não precisa entrar em pânico: se você se esquecer da data limite ou não poderá atualizar o seu leitor antes do citado prazo, nem tudo está perdido. Basta realizar a atualização manualmente via USV (com a ajuda do cabo de dados que acompanha o leitor), ainda que este não seja o procedimento ideal (a Amazon pede para todos que cumpra o prazo).

O esforço da Amazon com dispositivos com quase 10 anos de vida

Pode não parecer, mas apesar de ser um alerta de última hora, isso mostra o compromisso da Amazon com os consumidores dos seus produtos mais antigos, oferecendo o suporte adequado para esses modelos. Tudo bem, é preciso levar em consideração que a empresa tem interesse direto em manter esses usuários ativos (principalmente para seguir comprando os livros de sua loja).

Mesmo assim, não podemos depreciar por absoluto o esforço em atualizar dispositivos que foram lançados há nove anos. Alguns fabricantes que bem conhecemos iriam simplesmente “forçar a barra” e deixar modelos com dois anos de mercado obsoletos, apenas para que os consumidores acabem comprando os novos modelos. E a Amazon não está fazendo isso. felizmente.

A seguir, a lista de todos os leitores Kindle que precisam ser atualizados. Você pode ler mais informações sobre o pacote e como proceder com a instalação nesse link.

– Kindle 1ª Geração (2007)
– Kindle 2ª Geração (2009)
– Kindle DX 2ª Geração (2009)
– Kindle Keyboard 3ª Geração (2010)
– Kindle 4ª Geração (2011)
– Kindle 5ª Geração (2011)
– Kindle Touch 4ª Geração (2011)
– Kindle Paperwhite 5ª Geração (2012)

Via Amazon

Amazon lança novos Kindle Paperwhite e Kindle Voyager no Brasil

by

kindle-paperwhite-2015-topo

A Amazon apresentou a nova versão do Kindle Paperwhite, que incorpora uma tela de 300 ppp de resolução, um novo sistema de composição tipográfica e a exclusiva tipografia Kindle Bookerly, que será incorporada em outros produtos da empresa.

O novo Kindle Paperwhite tem a mesma resolução do Kindle Voyage, que era o modelo top de linha (que passa a ficar disponível no Brasil). As diferenças com o modelo superior se reduzem agora aos materiais e ao design, de modo que para muitos usuários as 60 gramas adicionais podem fazer a diferença.

kindle-paperwhite-2015-04

O sistema de composição tipográfica foi renovado, e agora conta com palavras com espaços melhorados, obtendo uma leitura muito mais natural e menor fadiga ocular. O algorítimo é capaz de adaptar o espaço entre cada par de letras adjacentes, e elimina espaços em branco entre os caracteres. Além disso, ele mostrará elementos clássicos como letras capitulares ou fontes grandes, com maior precisão e qualidade.

Outra novidade é a tipografia Bookerly, desenvolvida do zero e pensada em reproduzir a sensação de leitura de um livro impresso. Na imagem abaixo, podemos ver a comparação com outras fontes populares nos livros eletrônicos.

bookerly

O novo Kindle Paperwhite tem preços sugeridos de 129,99 euros (WiFi) ou 189,99 euros (3G), enquanto que o Kindle Voyage custa 189,99 euros (WiFi) ou 249,99 euros (3G).

 

No Brasil…

kindle-paperwhite-2015-03

A Amazon apresentou no Brasil a nova geração do Kindle Paperwhite, com a tela de alta definição e software atualizado, com preço inicial sugerido de R$ 479, mantendo assim os valores do modelo anterior. Já o Kindle Voyage entrou em pré-venda no país, com as primeiras entregas previstas para o mês de julho.

Vale lembrar que o Kindle Voyage foi anunciado em setembro de 2014, e só agora chega ao mercado brasileiro, por conta de problemas com o seu estoque nos Estados Unidos. O modelo possui uma tela de vidro, sensores de pressão nas laterais para a troca de páginas, e um sensor de iluminação para ajuste do brilho de tela de forma automática.

O Kindle Paperwhite custa R$ 479 (WiFi) ou R$ 699 (3G). Já o Kindle Voyage custa R$ 899.

Via Amazon

Nova versão de entrada do Kindle começa a ser vendida no Brasil

by

novo_kindle-amazon

A partir de hoje (13), a Amazon começa a vender no Brasil a nova versão de entrada do Kindle. O modelo substitui a versão anterior, e mantém o mesmo valor de R$ 299.

A principal diferença entre os dois modelos está na tela, que apesar de manter as 6 polegadas (167 ppp), agora é sensível ao toque, melhorando consideravelmente a interação do usuário com a sua interface. Por conta disso, o dispositivo não possui botões físicos na parte frontal.

O novo Kindle é 20% mais rápido que o modelo anterior, e possui o dobro de capacidade de armazenamento (4 GB). Ou seja, a atualização do dispositivo oferece uma interessante relação custo/benefício, levando em conta que o novo modelo mantém o preço da versão anterior.

Além disso, o novo Kindle possui a tecnologia Whispersync, que sincroniza em todos os dispositivos a posição do livro que você está lendo. O modelo continua a contar com bateria de longa duração, e até o final de 2014, passa a contar com recursos de busca avançada e dicas de vocabulário em inglês.

Amazon anuncia o novo tablet Kindle Fire HDX 8.9, com Snapdragon 805

by

Fire+HDX+8.9+Horizontal_630_wide

A Amazon anunciou ontem (17) a atualização do seu tablet Kindle Fire HDX, com o objetivo de manter o seu interesse vivo no mercado. Na sua estética, ele é igual ao modelo anterior, mantendo como virtude ter um peso 20% menor que o iPad Air.

O Kindle Fire HDX 8.9 possui (obviamente) uma tela de 8.9 polegadas (2560 x 1600 pixels) com um sistema que a Amazon chama de “Controle de Luz Dinâmica”, que ajusta automaticamente o balanço de brancos, obtendo resultados mais próximos ao papel de acordo com as condições de iluminação ambiente (algo parecido com aquilo que o Galaxy Tab S oferece). O processador agora é um Snapdragon 805 quad-core de 2.5 GHz, melhorando assim em 70% o desempenho dos gráficos em relação ao seu predecessor. Além disso, o tablet conta com um chip Dolby Atmos, sendo assim o primeiro tablet do mercado que oferece com esse sistema de som mais imersivo.

Outra novidade do Kindle Fire HDX 8.9 é a nova versão do Fire OS 4.0 (Sangria). Aqui, o usuário vai encontrar recursos como o armazenamento ilimitado de fotos, adição de até seis perfis de usuário, compartilhamento de biblioteca familiar e compartilhamento de aplicativos, músicas e vídeos. Também temos um editor de texto baseado no pacote WPS Office, e o recurso FireFly, presente até agora apenas no Fire Phone, que permite escanear tudo o que está ao seu redor, com o objetivo de encontrar um link para compartilhamento.

O Fire OS segue baseado no Android KitKat, mas a profunda personalização adotada pela Amazon vai evitar que o usuário veja qualquer rastro do Android no software.

O novo Kindle Fire HDX 8.9 já está disponível no mercado internacional, e tem o mesmo preço da versão anterior: US$ 379

fire-hdx-8-9-vertical-1 fire-keyboard-1 fire-hdx-8-9-travel-1 fire-hdx-8-9-athomework-1

Via Amazon

Amazon lança novos tablets Kindle Fire HD de 6 e 7 polegadas

by

Fire+HD+6-HD+7-Colors_630_wide-1

A Amazon anunciou ontem (16) uma leva de quatro novos tablets de uma tacada só. Os novos modelos Kindle Fire HD são distribuídos em dois modelos com telas de 6 e 7 polegadas (o segundo é uma atualização do Kindle Fire HD 7, lançado em 2013)

Os dois novos tablets Fire HD (6 e 7) da Amazon contam com as mesmas especificações técnicas, incluindo a resolução de tela (1280 x 800 pixels). Ou seja, a tela do HD 6 possui densidade de 252 ppp, enquanto que a tela do HD 7 fica com 216 ppp. As duas telas contam com proteção Gorilla Glass.

No seu interior, encontramos um processador quad-core de 1.5 GHz, som Dolby Digital Plus, bateria com autonomia prometida de até 8 horas de uso, câmera frontal (com sensor desconhecido) e câmera traseira de 2 MP, capaz de gravar vídeos em Full HD.

far-slate-02-lg._V325439347_

Os novos Kindle Fire HD contam com a nova versão 4.0 do Fire OS (Sangria) com os recursos Firefly (para fotografar/buscar/comprar a partir do dispositivo) já vista no Fire Phone, e o modo ASAP do Fire TV, que prepara com antecedência os conteúdos que o sistema acredita que você quer ver, de acordo com o seu uso e gosto. Também está disponível a função Family Library, que permite o compartilhamento de livos, aplicativos ou jogos. A nova versão do sistema operacional permite a configuração de até seis usuários diferentes.

O novo Kindle Fire HD tem preço inicial sugerido de US$ 99, enquanto que o Fire HD 7 mantem o mesmo preço de US$ 139 do ano passado. Os dois chegam ao mercado norte-americano em outubro, em cinco opções de cores. Já podem ser reservados nos EUA.

Via Amazon

Vazam especificações de um novo ereader da Amazon, o Kindle Voyager

by

dreorp9nerhvcmsgoe9m

Ao que parece, a Amazon se prepara para atualizar a sua linha de ereaders Kindle. Vários vazamentos acidentais nas páginas alemã e japonesa da empresa revelam os primeiros detalhes do Kindle Voyager, um leitor que contaria com um novo sistema de mudança de páginas.

A breve descrição dos sites da Amazon revela que o sistema é composto por um sensor de pressão na tela do dispositivo, que permite a mudanças de página com um pressionar mais forte sobre sua superfície. A Amazon também mudou o sistema de iluminação da tela do Kindle Paperwhite, para uma melhor resposta em luz ambiente.

O Kindle Voyager contará com uma tela eink de 6 polegadas, 8 mm de espessura e peso de 186 gramas. Seu preço (US$ 189 para a versão WiFi, e US$ 249, para a versão 3G – mais elevado que o do Paperwhite) nos leva a crer que o dispositivo deve trazer mais novidades do que apenas novos sensores.

Agora, temos que aguardar pelo anúncio oficial do novo modelo, que não tem data estimada, nem confirmação da Amazon.

kindle-leak

Via The Verge

Amazon aumenta a capacidade de armazenamento do Kindle Paperwhite

by

kindle-paperwhite

Na surdina, de forma quase silenciosa, a Amazon decidiu ampliar a capacidade de armazenamento do Kindle Paperwhite. O leitor de livros eletrônicos com iluminação passou dos 2 GB para 4 GB de memória interna, em uma espécie de “versão 2014” do e-reader.

A mudança não foi comunicada à imprensa. O único sinal de mudança foi uma breve mensagem na página norte-americana da Amazon, apesar da empresa deixar claro que essa atualização não é vista na empresa como um novo modelo ou produto da linha.

Esperamos que, em breve, esse modelo desembarque no Brasil.

Via Amazon

A evolução dos dispositivos Kindle, em um GIF

by

844941396445351086

Ainda que não pareça, o Kindle da Amazon percorreu um longo caminho para chegar onde está agora. O site Gadgetlove elaborou um interessante GIF animado, que resume essa evolução.

No GIF não estão todos os modelos do eReader, e a imagem se concentra na evolução do design do produto e seu tamanho. O primeiro Kindle contava com vários botões (muitos desnecessários e em locais pouco acessíveis). Com o tempo, os botões foram desaparecendo, até chegar no formato minimalista que temos hoje. Também chama a atenção como o tamanho da tela permaneceu praticamente o mesmo, enquanto que as dimensões do produto foram reduzidas.

Via Gadgetlove

Kindle Unlimited é oficial: Amazon oferece livros de forma ilimitada a US$ 10 por mês

by

650_1000_amazon-unlimited

Depois dos rumores, temos o anúncio oficial. A Amazon anunciou hoje (18) o Kindle Ulimited, serviço de assinatura de ebooks onde o usuário paga US$ 9.99 por mês para ter acesso a mais de 600 mil livros em formato digital.

Por enquanto, o serviço está disponível apenas nos Estados Unidos, e não há maiores informações sobre os seus planos de expansão. Porém, a pergunta que fica é: o que está presente nesse catálogo?

A Amazon destaca a presença de grandes títulos, como Harry Potter e Senhor dos Anéis. Porém, as grandes editoras NÃO estão representadas nesse catálogo, o que nos leva a crer que a grande maioria desses 600 mil livros são de editoras independentes, além dos próprios livros publicados pela Amazon.

O usuário poderá fazer o download de até 10 livros do plano Unlimited, e mantê-los na sua conta pelo tempo que quiser. Obviamente, uma vez cancelada a assinatura, perde-se o acesso aos tais ebooks nos dispositivos. A Amazon se reserva o direito de eliminar títulos do catálogo quando achar oportuno, algo que também é feito em seus outros planos de assinatura (como o Amazon Vídeo).

Muitos se perguntam como exatamente seria atualizado esse catálogo: com títulos mais novos ou com mais antigos? Ao que tudo indica, a Amazon optou pelo segundo formato. Sim, existem grandes títulos para chamar a atenção para o serviço, mas o fundo do catálogo pode não ser tão atraente para alguns usuários. Você pode consultar os livros disponíveis no plano de assinatura (por categorias) clicando aqui.

Além dos 600 mil ebooks presentes no catálogo do Kindle Unlimited, também estão disponíveis 2 mil audiobooks. Esse conteúdo pode ser consumido por qualquer smartphone, tablet ou computador com o aplicativo de leitura do Kindle (Windows, Mac OS, iOS, Android e Windows Phone), ou nos dispositivos com a marca Kindle, obviamente.

Via Amazon

Amazon prepara a Kindle Unlimited, uma espécie de “Netflix para livros digitais”

by

kindle_unlimited

A frase que eu mais li sobre essa notícia nas redes sociais foi: “agora sim eu vi vantagem!”. E eu concordo com essa frase. A Amazon quer adotar em definitivo o popular formato de assinaturas de serviços, e prepara a Kindle Unlimited, um serviço que seria similar ao Netflix em seu formato, onde o assinante pagaria US$ 10 por mês para ter à sua disposição um catálogo de mais de 600 mil livros e 7 mil audiobooks, de forma ilimitada.

A página com todas as informações sobre o serviço apareceu por alguns instantes, e rapidamente foi retirada. Porém, o cache do Google não mente jamais, permitindo que todos pudessem testemunhar o que está por vir. A estratégia não chega a ser uma grande novidade, mas cada vez mais as empresas adotam esse formato, por conta dos bons resultados obtidos pela fidelidade de usuários que seguem pagando mensalmente por tal serviço.

Por outro lado, a maioria dos usuários preferem esse sistema de aquisição, pela simples comodidade de ter um acesso ilimitado ao catálogo, independente do local ou da plataforma utilizada.

A vantagem no Kindle Unlimited é que a Amazon vai oferecer todo esse conteúdo através dos seus diversos aplicativos para smartphones e tablets, assim como os seus próprios aplicativos. Essa é uma grande vantagem diante da concorrência (Oyster, Scribd, etc) que já conta com certa popularidade nos Estados Unidos.

Até o momento, não há previsão para o lançamento do Kindle Unlimited, assim como suas características e funcionalidades, ou os mercados que o serviço estará disponível. Vamos ter que esperar um anúncio oficial da Amazon para essa e outras dúvidas serem eliminadas.

kindle_unlimited-02

Via GigaOM

E o embaixador que jurou sobre o cargo com a ajuda de um Kindle?

by

650_1000_bphte2digaat6ik

A era do livro digital parece ser algo irreversível no mundo da tecnologia. E a foto desse post é apenas um símbolo desse avanço. A imagem acima foi publicada na conta do Twitter da Embaixada dos EUA no Reino Unido, onde podemos ver a embaixadora da Suíça jurando sobre seu cargo sobre uma versão digital da Constituição dos Estados Unidos da América, exibida em uma tela de um leitor digital Kindle. Muito bem… o que virá a seguir?

Via @USAinUK, Washington Post

Avaliação de Produto | Kindle Wi-Fi

by

kindle-02

O primeiro post desse novo segmento do blog será sobre um produto que testei por pelo menos dez dias. O Kindle sempre foi um “objeto de desejo” meu (apesar de não ser algo que fosse uma prioridade de compra), mais pela curiosidade sobre como o produto funciona, e principalmente, para entender por que ele é o eReader mais vendido do planeta. Depois de dez dias de testes, eu tive a minha resposta. A seguir, passo os meus argumentos.

Sobre o Produto

O Kindle Wi-Fi de 6 polegadas é considerado, nesse momento, o modelo mais básico de eReaders da Amazon, e consequentemente, é o mais barato também. Não é o produto que começou todo o império de Jeff Bezos no segmento, mas é altamente inspirado nos primeiros modelos lançados antes. É o produto da empresa que introduz qualquer pessoa ao mundo dos leitores de livros eletrônicos.

Além disso, é a porta de entrada para qualquer usuário ao acervo de livros digitais da Amazon. Muitas pessoas começaram a consumir outros produtos da maior loja de e-commerce do mundo porque, em um belo dia, depois de comprar tantos livros da Amazon, decidiu comprar o eReader deles. E substituir os livros de papel por um gadget que pode ser levado no bolso da calça (dependendo do tamanho do bolso, é claro).

Principais Características

kindle-04

O que mais chama a atenção no Kindle é a sua portabilidade. É um gadget fino e leve. Aliás, muito fino, e muito leve. Não há desculpas para nenhuma pessoa deixar o seu Kindle em casa, pois ele não vai produzir volume e peso no meio das coisas que você leva todos os dias nas jornadas de trabalho e estudo. Sem falar que o dispositivo é muito confortável nas mãos. Você pode ler por muitas horas, e o Kindle não causa fadigas por conta desse uso prolongado.

Por conta disso, o Kindle é a alternativa perfeita para os fãs de leitura, e uma ótima opção para alguns casos específicos. Por exemplo, estudantes de universidade, que precisam carregar alguns livros volumosos todos os dias (ou na maior parte do tempo), pode substituir a versão física pela versão digital, reduzindo esse peso. Sem falar que, se você tem os seus livros de cabeceira, é muito melhor levar o Kindle na viagem de férias do que dois ou três livros, que pesam um bocado.

Sua tela E Ink Pearl é outra característica marcante do Kindle. Além de permitir a leitura plena em ambientes muito iluminados (por exemplo, na praia, sob o sol) ou com uma iluminação artificial de boa qualidade, essa mesma tela faz com que a autonomia de bateria do produto seja muito elevada, onde um usuário com um hábito de leitura de 30 minutos por dia consiga alcançar o um mês de uso sem precisar recarregar o dispositivo.

Além disso, o usuário conta com a praticidade de salvar livros no dispositivo através do download via Wi-Fi (a partir dos títulos adquiridos pela Amazon), ou transferindo os livros e textos do computador para o Kindle (alguns deles necessitando de uma conversão prévia).

kindle-03

Prós

– É um produto barato: entre os seus principais concorrentes, tem o preço mais competitivo, e se você der sorte, ainda pode encontrar algumas promoções nos e-commerces nacionais.
– Uma biblioteca virtual ampla, com valores em reais: a Amazon consegue oferecer um interessante acervo de livros digitais, para atender a todos os gostos e necessidades.
– Portabilidade: levar ele para qualquer lugar não será um problema para você.

Contras

– Inserção de dados pouco eficiente: comprar um produto com preço acessível resulta em algumas limitações. Uma delas é não ter uma forma de entrada de informações mais ágil. Tudo se resume a um teclado, onde com o auxílio do cursor, você precisa inserir um caractere por vez.
– Tela sem retro iluminação: de novo, mais uma característica que é sacrificada pelo baixo custo. Tenha sempre alguma fonte de luz para leituras noturnas.
– Pouco útil se você tem um tablet: para usuários multitarefa, que já estão habituados a utilizar o seu tablet como leitor de livros eletrônicos, o Kindle (ou qualquer outro eReader) se torna um produto quase obsoleto.

Relação Custo/Benefício

kindle-05

O Kindle é um produto excelente para o que ele se propõe a fazer. Ele é um bom leitor de livros eletrônicos, que atende as necessidades mais básicas dos usuários que adotaram a leitura como uma das principais atividades diárias. Para muitos, podem não substituir a experiência de leitura em um livro físico, mas é uma ótima alternativa para tornar o processo mais moderno, confortável e prático.

Porém, se você já tem um tablet, e está acostumado a ler seus livros nesse dispositivo (mesmo levando em consideração as desvantagens que uma tela de tablet oferece), a migração para um eReader (não importa qual) pode ser algo desnecessário. Em um mundo onde muita gente vive a era da convergência, utilizando produtos multitarefa, não fará muito sentido ter um produto dedicado exclusivamente para a leitura.

Logo, é fundamental cada um observar em qual cenário se encaixa antes de adquirir o produto.

Nota Final: 8.6/10

Desempenho: 7
Design: 10
Funcionalidades: 7
Preço: 9
Relação Custo/Benefício: 10

Amazon inicia venda de Kindle diretamente para consumidor no Brasil

by

amazon-kindle-brasil

A assessoria de imprensa da Amazon Brasil informa que os consumidores brasileiros podem agora adquirir os e-readers Kindle diretamente do site da empresa no Brasil. A iniciativa marca a estreia das vendas de produtos físicos da empresa em nosso país, o que pode criar uma perspectiva de venda de outras categorias de eletrônicos pela Amazon em um futuro a longo prazo.

O consumidor brasileiro pode comprar os modelos Kindle (R$ 299), Kindle Paperwhite WiFi (R$ 479) e Kindle Paperwhite WiFi + 3G (R$ 699). Todos os e-readers contam com frete grátis, parcelamento em 12 vezes sem juros (no cartão de crédito) e o pré-registro da conta do usuário na Amazon no dispositivo, para que o mesmo possa começar a usar o dispositivo de forma imediata, após a sua entrega.

A loja também conta com novos recursos, como adicionar itens na lista de desejos, envio de produtos como presente, entre outras funcionalidades. Todas elas preparadas para a nova fase de vendas, que esperamos que se estenda para outras modalidades de produtos. Ficaremos na torcida.

Para mais informações sobre a aquisição dos e-readers Kindle pela Amazon, acesse: amazon.com.br/kindle.

Amazon Kindle Paperwhite de 6ª geração é lançado no Brasil, por R$ 479

by

kindle-paperwhite

Chega ao mercado brasileiro a partir de hoje (12) o novo Kindle Paperwhite. O produto é oferecido pela Amazon, com preço sugerido de R$ 479, na versão WiFi.

O modelo, que também é conhecido como “o Kindle de sexta geração” possui um design muito similar em relação ao modelo anterior, porém, conta com melhorias de hardware e software. Nos itens físicos, destacamos a iluminação na tela (o que beneficia os fãs de leitura com hábitos noturnos) e um processador mais potente, com 1 GHz.

A tela do Kindle Paperwhite também possui uma resolução melhor e uma iluminação mais potente e uniforme na sua tela de 6 polegadas (com 212 pixels por polegada). Já o software do eReader conta com novos elementos na interface que facilitam a busca de termos, além do Construtor de Vocabulário, que salva as palavras buscadas para novas consultas no futuro.

O Kindle Paperwhite pode ser encontrado no Brasil em alguns dos principais e-commerces. A lista completa dos pontos de venda está disponível no site da Amazon.

Especial | Os melhores tablets de 2013 (com telas entre 8.9 e 10.1 polegadas)

by

Dezembro está aí, e aqueles que não compraram nada na Black Friday 2013 certamente deverão gastar os seus últimos centavos nessa mês que encerra o ano. E os tablets são os produtos de maior desejo entre os consumidores. São muitos produtos disponíveis no mercado, o que pode tornar a escolha do produto certo algo realmente complicado.

Em uma série especial de dois posts (onde este é o primeiro post), mostraremos alguns dos melhores tablets anunciados em 2013. A lista é dividida em dois grupos: telas grandes (entre 8.9 e 10.1 polegadas) e telas pequenas (entre 7 e 8.3 polegadas). A partir daí, você fica sabendo qual é o melhor produto para você, dentro das respectivas categorias.

ATENÇÃO: não limitei as escolhas aos produtos anunciados apenas em 2013. Se o produto foi lançado em 2012, mas trouxe sua relevância ao mercado em 2013, ele entra nessa lista.

Tablets com telas grandes (entre 8.9 e 10.1 polegadas)

iPad-Air

iPad Air

A verdade é uma só: o iPad é o tablet mais popular do planeta. A sua última versão, o iPad Air, é muito mais fina e com um design remodelado, além de oferecer especificações melhoradas e mais recursos disponíveis para os usuários. A tela Retina de 9.7 polegadas do iPad Air é algo que você deve considerar na hora da compra, além do novo design do iOS 7, que oferece uma experiência visual diferente do que estamos acostumados.

É claro, o iPad Air também oferece o novo processador Apple A7 com arquitetura de 64 bits, e o novo M7 co-processador, que gerencia os sensores de movimento, economizando a bateria do produto no processo. A combinação dos dois processadores oferece uma experiência rápida e suave na utilização do produto. Talvez este é o melhor tablet de 2013.

note1012014

Samsung Galaxy Note 10.1 (2014)

Se você está procurando um tablet top de linha com o sistema Android, com recursos interessantes e elevado desempenho, a sua escolha é o Samsung Galaxy Note 10.1 2014. O modelo concentra todos os elementos da linha Galaxy Note, oferecendo ao usuário o controle (quase) completo do dispositivo através da caneta stylus, ou S-Pen (como a Samsung gosta de chamar). Se você está interessando em desenhar na tela ou fazer anotações, é o produto que você procura.

É claro que o Galaxy Note 10.1 2014 Edition não para por aqui. O tablet conta com um processador quad-core de 1.9 GHz, 3 GB de RAM, 16/32/64 GB de armazenamento (expansíveis via slot para cartões microSD), bateria de 8.200 mAh e sistema operacional Android 4.3 Jelly Bean, entre outros recursos. É um produto com um apelo muito forte, que pode ser o objeto de desejo de muita gente.

KindleFire-HDX-8_9

Kindle Fire HDX 8.9

A linha de tablets Kindle Fire da Amazon é uma das mais populares quando pensamos em tablets Android. São fáceis de se usar, contam com uma interface que apresenta bem a experiência de uso das plataformas da Amazon, uma vez que estão otimizados para o consumo dos vídeos oferecidos pela plataforma. A Aamzon também conta com a sua própria loja de vídeos, livros e aplicativos, para não deixar o usuário no escuro.

O Kindle Fire HDX 8.9 oferece um diferencial muito interessante: a sua tela de 8.9 polegadas (2560 x 1600, 339 ppp). Se isso não é suficiente para você, vale a pena lembrar que o produto ainda conta com um processador quad-core de 2.2 GHz, 2 GB de RAM e câmera traseira de 8 megapixels.

nexus10

Nexus 10

Apesar de já estar no mercado há tempos, o Nexus 10 merece estar nessa lista. O produto oferece o Android em estado puro, tal como acontece com a linha de smartphones Nexus, o que dá a perspectiva de atualizações em um curto espaço de tempo (na teoria). Os fãs dos smartphones Nexus certamente vão gostar da experiência real do Android, mas o Nexus 10 não se destaca só pelo seu software.

O modelo possui uma tela de 10.55 polegadas (2560 x 1600, 300 ppp). A tela desse dispositivo é excelente, mas além disso, você ainda conta com um processador Exynos 5 dual, 2 GB de RAM, 16 ou 32 GB de armazenamento, bateria de 9.000 mAh e sistema operacional Android 4.4 KitKat. E muito mais!

surfacepro2

Microsoft Surface Pro 2

Para aqueles que procuram um tablet que seja uma extensão do seu computador Windows ou do seu smartphone com Windows Phone, o Surface Pro 2 pode (talvez) ser a melhor opção para você. São pouquíssimos tablets com Windows 8.1 disponíveis no mercado no momento, e o único que oferece a combinação de mobilidade e produtividade de forma plena é justamente o Surface Pro 2.

O Surface Pro 2 conta com uma tela de 10.6 polegadas (1080p), processador Intel Core i5 de quarta geração, 64/128/256/512 GB de armazenamento, 4 ou 8 GB de RAM, duas câmeras HD (720p), porta micro USB 3.0, porta microSD e bateria com autonomia prometida de até 2 semanas em standby. Ou seja, é um tablet que bate de frente com muitos portáteis com Windows disponíveis no mercado. Pena que não há indícios que veremos esse produto no Brasil tão cedo.

Xperia_Table_Z

Sony Xperia Tablet Z

O Sony Xperia Tablet Z é fino, potente e resistente. Sua resistência à água e poeira se combinam às configurações potentes, além de uma bela interface customizada do sistema Android.

Só o seu design refinado já justifica o desejo de muitas pessoas pelo produto, mas as demais especificações do Xperia Tablet Z são notáveis. Com 495 gramas de peso e 6.9 mm de espessura, o produto possui uma tela de 10.1 polegadas (1920 x 1200), 2 GB de RAM, processador de 1.5 GHz quad-core (Qualcomm Snapdragon S4 Pro), slot para cartões microSD, câmera traseira de 8.1 megapixels, NFC, entre outros recursos.

Na Amazon da Espanha, Kindle Fire HD (2012) com 50% de desconto. Isso é Black Friday de verdade!

by

firehdblackfriday

Enquanto nós aqui no Brasil discutimos quando que as lojas nacionais vão parar de tentar fazer o consumidor brasileiro de otário, lá fora, as lojas sérias aproveitam a oportunidade para efetivamente esvaziar os seus estoques com preços realmente competitivos. A Amazon da Espanha, por exemplo: está dando um desconto de 50% no Kindle Fire HD (modelo 2012).

Ou seja, o modelo de 7 polegadas do seu tablet, que ainda é um bom produto para  a maioria dos usuários que realizarão as atividades mais básicas no dispositivo (leitura de e-mails, redes sociais, navegação na internet, jogos básicos e vídeos), está custando 99 euros, contra os 199 euros que custa em seu preço sugerido. Vale lembrar que é um modelo com 16 GB de armazenamento.

Tudo bem que estamos falando de um produto com a marca da Amazon, ou seja, Jeff Bezos (que é podre de rico) pode subsidiar o quanto quiser em seu produto, estimando lucros e prejuízos por essa manobra, sem precisar envolver terceiros no processo. Mesmo assim, é o que eu considero como ideal para um período de vendas promocionais. De novo: não espero milagres da Black Friday Brasil 2013, mas seria muito legal que alguns produtos muito desejados pelo consumidor REALMENTE tivesse um desconto de 50% no valor final…

…e não o que já começamos a ver nos e-commerces nacionais nesse momento. Como a “promoção” da imagem abaixo.

fraude-razr-hd

Via Amazon

Kinde Fire HDX é desmontado pelo pessoal do iFixti, e é de difícil reparo

by

kindle-fire-hd

O pessoal do iFixit segue insaciável na sua missão de descobrir como os produtos de tecnologia são construídos (e como eles são de fácil reparo – ou não), e graças às suas habilidades com as chaves de fenda, podemos descobrir os segredos e as entranhas dos principais produtos do mercado. O último a entrar na bancada de desmonte foi o Kindle Fire HDX, da Amazon.

O tablet, como você bem sabe, conta com a função Mayday, que faz com que um membro do suporte técnico da Amazon apareça para solucionar qualquer tipo de problema ou consulta relativa aos produtos da empresa. E o pessoal do iFixit se sentiu tentado a consultar esse serviço, diante das dificuldades que encontraram no processo de desmontagem do produto.

Para começar, apenas para retirar a carcaça traseira do Kindle Fire HDX, eles ser viram obrigados a praticamente destruir a mesma. Ou seja, aqui fica bem claro que a turma de Jeff Bezos não quer que qualquer mortal descubra os seus segredos técnicos.

A equipe então concluir que, com exceções pontuais (como os botões de controle de volume, por exemplo), o reparo desse tablet em peças pode ser um processo muito caro, em virtude do emaranhado de peças detectadas no produto. Para que você tenha uma ideia, o iFixit deu uma pontuação de 3 em 10 no quesito “facilidade de reparação”, orientando aos seus leitores que não tente consertar o produto em casa.

Por outro lado, no caso de avarias e quebras, não deve ser difícil para os norte-americanos encontrarem o suporte adequado via Mayday. A seguir, veja o vídeo que mostra o produto sendo desmontado.

 

Via CNET, iFixit