Arquivo para a tag: htc

HTC Desire 10 Lifestyle é anunciado oficialmente

by

htc-desire-10-lifestyle

A HTC apresentou oficialmente o seu novo smartphone de linha média, o HTC Desire 10 Lifestyle.

O dispositivo tem a mesma aparência do HTC Desire 10 Pro que também foi apresentado hoje (20), mas é mais simples em algumas de suas características.

Entre as mais marcantes peculiaridades, o sensor de digitais presente no modelo Desire 10 Pro desaparece no Desire 10 Lifestyle, e sua câmera traseira inclui um flash menor, sem falar que o seu sensor é de apenas 13 MP.

 

htc-desire-10-lifestyle-02

 

A tela mantém as mesmas 5.5 polegadas, mas reduz a sua resolução para os 720p, com tecnologia Super LCD.

As demais especificações mantém um nível inferior: processador Qualcomm Snapdragon 400 a 1.6 GHz, 2 GB ou 3 GB de RAM, bateria de 2.700 mAh e versões com 32 GB e 64 GB de armazenamento.

O mais curioso do HTC Desire 10 Lifestyle é que, apesar dele receber um hardware mais simples que o modelo Pro, ele inclui um suporte para áudio high-res de 24-bit, o mesmo do modelo mais completo.

É um adicional que deve compensar a perda do leitor de digitais ou a baixa resolução de tela, uma vez que a melhora de áudio é mais que notável com esta tecnologia.

 

htc-desire-10-lifestyle-04

 

O HTC Desire 10 Lifestyle tem preço sugerido de 289 euros.

 htc-desire-10-lifestyle-03 htc-desire-10-lifestyle-05

HTC Desire 10 Pro é anunciado oficialmente

by

htc-desire-10-pro

A HTC apresentou oficialmente o seu novo smartphone de linha média, o HTC Desire 10 Pro.

O modelo conta com um processador MediaTek Helio P10 com 3 GB ou 4 GB de RAM, em versões com 32 GB ou 64 GB de armazenamento.

Sua tela é IPS de 5.5 polegadas (1080p), e o modelo carrega câmeras de 20 MP e 13 MP. Na parte traseira, encontramos um leitor de digitais, elemento que está se tornando cada vez mais comum nos smartphones de linha média.

 

htc-desire-10-pro-02

 

A bateria do HTC Desire 10 Pro contém 3.000 mAh, e fica oculta atrás de sua bela carcaça, que é adornada de cores bem acertadas, mas mantendo um resultado final bem discreto.

A aparência final do modelo é muito parecida com aquela adotada por outros fabricantes, mas nem por isso deixa de ser um bom trabalho.

 

htc-desire-10-pro-03

 

O novo HTC Desire 10 Pro chegará na Europa em breve, mas seu preço não foi anunciado.

Mais uma vez lembramos que a HTC desistiu do mercado brasileiro, ou seja, dificilmente esse modelo vai desembarcar no nosso mercado.

 

 

Google Pixel e Google Pixel XL aparecem em imagens vazadas

by

google-pixel-leak

O site Android Police publicou fotos dos supostos smartphones Google Pixel e Google Pixel XL, que devem ser apresentados no evento marcado para o dia 4 de outubro.

Os modelos das fotos vazadas são exatamente iguais às imagens geradas por computador que foram publicadas nos últimos dias. Desse modo, parece que os novos Google Pixel e Google Pixel XL serão muito parecidos com o design dos iPhones.

Levando em conta que os novos smartphones de Mountain View seriam fabricados pela HTC, não surpreende a semelhança, se levarmos em conta o histórico dos chineses.

 

google-pixel-leak-02

 

Nas imagens, podemos ver como a parte traseira recebe um leitor de digitais, enquanto que a frontal entrega bordas bem ajustadas, com muito espaço para a tela.

Como sempre, temos que ter precaução com as imagens, de modo que temos que ficar atentos até o próximo dia 4 de outubro.

Via Droid LifeAndroid Police

Novas supostas imagens do Pixel e Pixel XL vazam na web

by

pixel-e-pixel-xl-leak-topo

Novas supostas imagens dos futuros smartphones Pixel e Pixel XL da Google apareceram na internet.

A nova nomenclatura parece estar confirmada, e as imagens mostram as possíveis telas frontais dos dois dispositivos, nas cores branco e preto.

 

A luta contra as bordas

 

pixel-e-pixel-xl-leak-04

 

Antes, cada Nexus era fabricado por uma empresa, que colocava a sua identidade no design e construção. Video o Nexus 6 da Motorola, que lembra um Moto X com dimensões maiores, ou o Nexus 6P da Huawei, que serviu de base para outros modelos posteriores da marca, como o Huawei Nova.

Mas também vimos que, aos poucos, a frontal da tela passou a ser mais aproveitada. Desde os 68,3% do Nexus 4, passou para 70,8% no Nexus 5, depois para 74,1% no Nexus 6. Os demais modelos não seguiram essa tendência (69,8% no Nexus 5X, 71,4% no Nexus 6P).

As imagens pulicadas pelo Winfuture vieram de um distribuidor de Hong Kong, e apontam para telas que ocupam uma maior área da superfície, deixando bordas superior e inferior menores do que nos modelos anteriores.

 

pixel-e-pixel-xl-leak-05

 

O que vemos são as duas telas que seriam dos próximos smartphones da Google. Uma tela de 4,9 polegadas para o Pixel, e de 5,46 polegadas para o Pixel XL. Meia polegada de diferença, que seria o mesmo intervalo dos modelos anteriores, e tendência que é seguida (em partes) por outros fabricantes.

Desde que foi revelado que a HTC seria o fabricante dos novos smartphones da Google, foi dito que mais uma vez dois modelos de tamanhos diferentes seriam apresentados. Renders, dados técnicos e fotos apareceram na web, de modo que já podemos fazer uma boa ideia de como serão os novos dispositivos Pixel.

E já podemos chamá-los de Pixel e Pixel XL antes mesmo do lançamento. Lembrando que, internamente, eles mantém a nomenclatura antiga: Nexus Sailfish e Nexus Marlin.

Veremos se no dia 4 de outubro (data especulada) tudo isso se confirma, ou se teremos surpresas na apresentação oficial da Google.

Mais imagens a seguir.

pixel-e-pixel-xl-leak-02

pixel-e-pixel-xl-leak-03 pixel-e-pixel-xl-leak-06 pixel-e-pixel-xl-leak-07

Via Winfuture

Google Pixel XL, em imagens vazadas

by

google-pixel-xl-topo

Google Pixel XL, o próximo phablet da Google fabricado pela HTC, deve ser apresentado em 4 de outubro. Um fabricante de cases para smartphones publicou na rede social chinesa Weibo as supostas imagens do produto, que podem antecipar algumas de suas características.

O mais interessante das imagens publicadas é a parte traseira com um sensor de câmera duplo de 12 MP, além do sensor de digitais, um grande “G” como logotipo e um acabamento nas cores preto e prata.

A parte frontal do aparelho não mostra muita coisa, e até a launcher que vemos corresponde a versões anteriores do Android. Vale lembrar que são renders, e não imagens oficiais.

 

google-pixel-xl-htc-sailfish

 

O Google Pixel XL deve contar com uma tela de 5.5 polegadas (1440 x 2560 pixels), processador Snapdragon 821, 4 GB de RAM e 32 GB de armazenamento. Além disso, contaria com o Android 7.1 Nougat de fábrica.

Pelas especificações, não podemos esperar um produto tão barato, diferente das primeiras gerações da linha Nexus.

Mais imagens a seguir.

 

google-pixel-xl-09

google-pixel-xl-08 google-pixel-xl-06 google-pixel-xl-05 google-pixel-xl-04 google-pixel-xl-03 google-pixel-xl-01

HTC One A9s, uma discreta renovação na linha média dos taiwaneses

by

HTC One A9s

A HTC apresentou oficialmente na IFA 2016 o HTC One A9s, que recebe poucas mudanças em relação ao seu antecessor, com downgrades em alguns aspectos.

 

Mais parecido com um iPhone, com características similares

HTC One A9s 02

O HTC One A9s tem um processador MediaTek Helio P10 octa-core, versões com 16 GB oou 32 GB de armazenamento, trabalhando com 2 GB ou 3 GB de RAM, respectivamente.

A tela possui 5 polegadas (720p), e suas câmeras contam com 13 MP (f/2.2) e 5 MP, além de uma bateria de 2.300 mAh, abrigada em uma espessura de 7,9 mm.

O HTC One A9s deve chegar ao mercado de determinados países de forma progressiva, nas cores preto, prata e dourado. Seu preço sugerido é de 499 euros.

 

HTC One A9s 03

Supostas imagens e especificações do Nexus Sailfish

by

Nexus Sailfish leak 01

O GSMAerna publicou supostas imagens do Nexus Sailfish, um dos novos smartphones que a Google vai lançar em 2016 (em teoria) em parceria com a HTC.

As imagens se encaixam com os vazamentos anteriores, mantendo os principais elementos de design, com as faixas de antena e o leitor de digitais na parte traseira.

Na parte superior, é possível detectar uma capa de cristal por conta do reflexo do dedo sobre ele, reforçando a hipótese de um acabamento 100% premium, tanto para esse modelo como para o Nexus Marlin.

 

As supostas especificações técnicas do Nexus Sailfish

Nexus Sailfish leak 02

 

Aqui, nada de surpresas. Por enquanto está mantido o que foi visto em vazamentos anteriores:

– Tela de 5 polegadas (1080p)
– Processador Snapdragon 820/821
– 4 GB de RAM
– 32 GB/128 GB de armazenamento
– Câmeras de 12 MP e 8 MP
– Bateria de 2.770 mAh
– Conector USB Type-C
– Sistema operacional Android 7.0 Nougat

Uma das chances da HTC em se recuperar no mercado mobile é através de um novo Nexus. Ter o respaldo da Google nessas horas faz um bem danado.

E é evidente que o Nexus Sailfish será um top de linha muito desejado pelos usuários ao redor do planeta.

O Nexus Sailfish deve ser apresentado no quarto trimestre de 2016. Não há informações sobre o preço do produto.

Via GSMArena

Suposta imagem do HTC Nexus e suas possíveis especificações

by

HTC Nexis

O Android Police publicou uma imagens que mostra como poderia ser o HTC Nexus, modelo que chegaria ao mercado no final do ano, que traria especificações típicas de qualquer modelo top de linha atual.

Seu design é bem minimalista, com uma parte frontal totalmente plana, se encaixando muito bem em linha geral com o que já vimos em modelos anteriores da linha Nexus. Porém, devemos ter uma certa cautela, por não se tratar de uma imagem oficial.

Seguem se especulando o lançamento de duas versões para o HTC Nexus: Marlin e Sailfish, com as possíveis especificações a seguir:

 

Nexus Marlin:

– Tela de 5 polegadas (1080p)
– Processador Snapdragon quad-core
– 4 GB de RAM
– 32 GB de armazenamento
– Câmeras de 12 MP e 8 MP
– USB Type-C
– Bateria de 2.770 mAh

 

Nexus Sailfish:

– Tela de 5.5 polegadas (1440p)
– Processador Snapdragon quad-core
– 4 GB de RAM
– 32 GB/128 GB de armazenamento
– Câmeras de 12 MP e 8 MP
– USB Type-C
– Bateria de 3.450 mAh

São dois modelos quase idênticos, se diferenciando apenas pelo tamanho e resolução de tela, além da capacidade da bateria. Isso mostra que a Google mudaria a estratégia iniciada com os modelos Nexus 5X e Nexus 6P, mas mantendo a base de lançar dois modelos por ano.

Não há detalhes sobre seu preço, mas deve girar na casa dos US$ 400 para o modelo mais barato.

Via SlashGear,

Cinco celulares e smartphones que marcaram o ano 2009

by

celulares e smartphones de 2009

Estamos em 2009, um ano muito interessante no quesito novidades. Os celulares seguiam como os mais vendidos, mas os smartphones abriam caminho com velocidade, com todas as marcas apostando no setor, visando buscar o consumidor.

 

BlackBerry 8520

BlackBerry 8520

Todo mundo conhece alguém que tem ou teve um BlackBerry 8520. Ainda que o nicho principal dos canadenses fosse os usuários profissionais, um BlackBerry com teclado QWERTY completo, leve e acessível era perfeito para se tornar um campeão de vendas.

Com ele, a BlackBerry triunfou entre os mais jovens, que buscavam um smartphone adaptado para o crescente uso de trocas de mensagens. Não contava com WiFi e a câmera não era tão boa. Mesmo assim, o 8520 arrasou. Até que o Android virasse moda, este foi o smartphone preferido da juventude da época.

 

iPhone 3GS

iPhone 3GS

Um ano depois do primeiro iPhone com conectividade 3G, temos o seu sucessor, o iPhone 3GS. A variante não apresentava mudanças no design, mas melhorou aspectos fundamentais das especificações, como por exemplo o processador ou a câmera.

Também aumentou o armazenamento máximo para até 32 GB e incorporou o controle por voz. O primeiro final de semana de vendas foi mais um recorde, e em alguns países só era possível ser adquirido via contrato com operadoras.

 

Nokia 7230

Nokia 7230

A Nokia em 2009 estava apostando pesado no Symbian para os smartphones, introduzindo cada vez mais a tela capacitiva em substituição às resistivas. Nisso, poderíamos destacar os modelos 5230 e X6, mas naquele ano o de maior destaque foi o 7230.

O Nokia 7230 não tinha características especiais, mas mesmo assim foi o mais vendido daquele ano. Seu formato de tela slide agradava e muito, ainda que sua câmera não contasse com flash. Outra prova que não era preciso ter as melhores especificações para agradar.

 

 

HTC Hero

HTC Hero

A HTC lançou o primeiro smartphone Android do mercado, mas também apostava no Windows. Em 2009, eles lançaram o curioso HTC Hero, com o curioso design onde a parte inferior da carcaça girava.

O Hero foi o primeiro Android da HTC a incorporar um conector de 3.5 mm para fones de ouvido. Também foi o primeiro Android a suportar flash e um dos mais vendidos da Europa. Também é curioso o seu botão na parte inferior, sensível ao toque e emborrachado.

 

Sony Ericsson X10

Sony Ericsson X10

Além da HTC, a Sony Ericsson foi uma das primeiras a colher frutos com o Android, especialmente por conta do Sony Ericsson X10.

Sua aparência era muito similar ao Xperia ARC S que chegou depois, com botões simples na parte inferior. Na época, foi o melhor Android da linha de smartphones da Sony Ericsson, com uma tela de quatro polegadas (854 x 480 pixels) e câmera de 8 MP. Na época, um top de linha.

Cinco celulares e smartphones que marcaram o ano 2008

by

celulares de 2008

Em 2008, temos como destaque a chegada do primeiro smartphone com o sistema operacional Android, um novo sistema que viria pelas mãos de uma gigante, que assumiria o trono de um mercado de celulares que era dominado por Nokia, BlackBerry ou Motorola. Aliás, as três empresas já contavam com dificuldades por conta da chegada e crescimento da concorrência. Sem falar que foi em 2008 que nasceu o TargetHD.net.

 

T-Mobile G1

T-Mobile G1

Se em 2007 o ano era da chegada da Apple no mercado mobile, em 2008 foi o ano da Google, que dava os primeiros passos para o domínio globla que vemos hoje. Em 2008, chegou ao mercado o T-Mobile G1, fabricado pela HTC (por isso também conhecido como HTC Dream).

O T-Mobile G1 vinha com um sistema operacional recém nascido, que representava a alternativa a um futuro de interfaces touch, aplicativos e internet no bolso, indo além dos celulares disponíveis na época. Nesse caso, traria widgets além dos tais aplicativos, além do fato de ser um sistema aberto e acessível. Era mais barato que alguns dos seus principais rivais (US$ 179), mas também com memória limitada (1 GB de armazenamento, expansíveis até 8 GB) com um conector para fones de ouvido não-padrão.

 

iPhone 3G

iPhone 3G

Depois da apresentação do primeiro iPhone no ano anterior, a Apple repetiu o feito com o iPhone 3G. A nova interação adicionava conectividade 3G e era mais fino, mais potente e mais fluído por conta das melhorias de hardware, apesar da câmera não receber melhora significativa em relação ao modelo anterior.

Um segundo iPhone com um preço de lançamento menor que anterior (US$ 200 ou US$ 300, para os modelos de 8 GB ou 16 GB), assentando a não necessidade de uma stylus ou ter um slot para cartões de memória. Era um iPhone de plástico negro ou branco, que teve mais de 180 mil unidades vendidas no dia do seu lançamento nos Estados Unidos. Nesse ponto, o mercado de celulares tradicionais já se encontrava com dificuldades para encontrar argumentos que seduzissem o consumidor.

 

Nokia 5800 Xpress Music

Nokia 5800 Xpress Music

Quando outros já estavam trabalhando com telas touch a algum tempo, a Nokia ainda tinha algo pendente com o seu sistema operacional. No seu ritmo e com seus métodos, a empresa finalmente apresentou o Nokia 5800 Xpress Music, que captou a atenção de quem ainda não havia se convencido pelos novos players do mercado mobile.

Assim, a Nokia continuou a linha Xpress Music que estreou no ano anterior, com o modelo 5800, o primeiro celular/smartphone que contava com o Symbian S60. Destacava no seu momento a sua tela de 3.2 polegadas (640 x 360 pixels), além de conectividade WiFi e uma pequena stylus.

 

BlackBerry Bold 9000

BlackBerry Bold 9000

Outra empresa que decidiu apostar no seu sistema operacional e no teclado físico na era dos dispositivos com tela touch foi a BlackBerry. O BlackBerry Bold 9000 contava com uma tela de 2.6 polegadas (480 x 320 pixels) e um design que seria um dos mais representativos da empresa (com o botão central em forma de semi-esfera protuberante).

Porém, essa era uma época em que a (então) Reserach in Motion era mais prolífica nos seus lançamentos, e nesse mesmo ano veríamos outros modelos, como o Curve 8900 e o Storm 9350, este último com tela touch de 3.35 polegadas. Já o Bold contava com 1 GB de armazenamento (expansíveis via microSD de até 8 GB e uma câmera traseira de 2 MP com flash LED.

 

Motorola AURA

Motorola AURA

Pese ao fato do formato das telas touch ocupando grande parte da frontal do dispositivo começava a ficar em evidência, alguns fabricantes ainda apostavam em celulares com design chamativos e peculiares. Depois de alguns projetos considerados impossíveis pelas mãos da Nokia (como o 7600), a Motorola lançou o AURA, um smartphone com tampa mas não no formato clamshell, mas girando de um lado a outro em um plano horizontal.

Com uma tela redonda de 1.55 polegadas e fabricado em aço, se tratava de uma aposta muito focada no usuário que não buscava muito mais do que telefonar. Contava com 2 GB de armazenamento interno e um preço de lançamento de exorbitantes US$ 2 mil, mais uma prova de que ele não era pensado para ser um celular para o grande público.

Estas seriam as especificações do HTC Nexus (2016)

by

HTC Nexus

Sabíamos por rumores anteriores que a LG não será a encarregada em fabricar o próximo Nexus e, de fato, a própria empresa sul-coreana confirmou a informação, o que parece ser um adeus quase definitivo em sua aventura nessa linha. Também teríamos um possível sucessor, o HTC Nexus, que aos poucos recebe mais e mais força.

Agora, mais um vazamento mostra uma visão preliminar das possíveis especificações desse smartphone, um modelo que seria muito diferente do Nexus 5X, apontando diretamente para ser um smartphone top de linha.

Isso é importante, já que em caso de confirmar tal informação, teríamos que ver como que a Google enquadraria esse smartphone dentro de sua próxima geração, e se vai manter o modelo atual, ou seja, se lança dois modelos diferenciados pelas especificações e tamanho, ou se volta a centrar seus esforços em um único dispositivo.

 

As possíveis especificações do HTC Nexus

– Tela de 5 polegadas (1080p)
– Processador Qualcomm Snapdragon 820
– 4 GB de RAM
– 32 GB de armazenamento
– Bateria de 2.770 mAh
– Câmeras de 12 MP e 8 MP
– Conector USB Type-C
– Leitor de digitais

Tal e como antecipamos, o modelo não deixa a desejar em relação a nenhum top de linha atual, caso essas especificações sejam cumpridas. Porém, precisamos levar em consideração que os dados não foram confirmados oficialmente, ou seja, podem variar para a versão final do dispositivo.

Resta ainda saber qual seria o design e a qualidade de acabamentos. Obviamente, não há nada claro nesse sentido, mas levando em conta os antecedentes da HTC, podemos imaginar que a empresa apostará em um corpo metálico do tipo unibody.

Via WCCFTech

HTC Desire 628, o novo e colorido smartphone intermediário

by

HTC Desire 628

A HTC apresentou oficialmente o HTC Desire 628, modelo de linha média/baixa que segue apostando no design que caracterizou a sua linha de produtos há várias gerações, com materiais simples mas bem montados, alguma elegância combinada com um ar esportivo, e muito colorido para se destacar dos smartphones dourados, brancos e negros.

O novo HTC Desire 628 possui uma tela IPS LCD de 5 polegadas (HD, 294 pixels por polegada), processador MediaTek octa-core de 1.3 GHz, 2 GB de RAM, 16 GB de armazenamento (expansível via microSD de até 2 TB), dimensões de 146,9 x 70,9 x 8,19 milímetros e peso de 142 gramas. Esse corpo abriga uma escassa bateria de 2.200 mAh, e o conjunto é gerenciado pelo sistema operacional Android 6.0 Marshmallow, revestido da interface Sense, da HTC.

HTC Desire 628-02

Nas câmeras, o HTC Desire 628 possui dois sensores BSI. Um principal, traseiro, de 13 MP (f/2.0), acompanhado de um flash LED, e o traseiro de 5 MP (f/2.4). Os dois podem gravar vídeos em Full HD @ 30 FPS e contam com funções de software para melhorias nas fotos e vídeos.

O HTC Desire 628 chega na Europa no mês de julho. Seu preço oficial não foi confirmado, mas especula-se que deve ficar na faixa de 250 euros. Como vocês bem sabem, a HTC desistiu do mercado brasileiro a algum tempo. Logo, você só poderá ter esse smartphone se você estiver a passeio no Velho Continente e se deparar com um desses (e tiver a coragem de trazer uma unidade para casa).

HTC Desire 628-03

HTC Desire 628-04

Via HTC

A HTC perdeu o rumo?

by

HTC-10-teaser

Tudo indica que sim.

Ver a HTC em queda livre não agrada a ninguém, já que falamos de um dos fabricantes mais tradicionais do mercado de smartphones, e criador de alguns dos modelos mais populares do seu tempo. Mas, infelizmente, esta é uma realidade que se reflete claramente nos seus resultados.

Os lucros obtidos no primeiro trimestre de 2016, em 14.8 bilhões de dólares taiwaneses, estão muito distantes dos 41.5 bilhões obtidos no mesmo período de 2015. São números negativos demais, incomodando investidores e executivos de altos postos na HTC. Mas o que realmente preocupa é que existe uma tendência deles não se recuperarem desse momento.

A empresa teve vários trimestres para se recuperar, mas não conseguiu. Logo, todos os movimentos foram tiros no escuro, que só aumentaram a ferida, demonstrando que seus executivos não sabem mais o que fazer para tornar a empresa grande de novo.

HTC

O fato de uma empresa deixar tão evidente que está perdida pode afetar a confiança dos investidores, resultando automaticamente em uma queda no valor de suas ações. Por outro lado, é preciso lembrar que a HTC foi uma das primeiras a postar na realidade virtual, e que o HTC Vivo é tecnicamente superior ao Oculus Rift, mas é mais caro. É preciso ver como essa nova aposta se sai, e se a chegada nesse novo mercado pode ajudar.

Na espera por ver o desempenho em novos horizontes, podemos concluir que a HTC tem que abrir os olhos de uma vez por todas, e entender que lançar smartphones que são apenas um “mais do mesmo” com preços muito elevados (o HTC 10 é um claro exemplo disso) não é o caminho a seguir. Definitivamente.

Via HTC

HTC Desire 830 é oficial

by

HTC Desire 830-01

A HTC apresentou oficialmente o HTC Desire 830, uma nova opção para quem não busca um smartphone top de linha, mas também não quer um modelo básico no design e nas especificações.

O HTC Desire 830 possui um processador MediaTek 6753T de 1.5 GHz, tela de 5.5 polegadas (Full HD), 3 GB de RAM e 32 GB de armazenamento interno (expansíveis via microSD de até 200 GB). A sua bateria conta com 2.800 mAh de capacidade, e os alto-falantes frontais recebem a tecnologia proprietária HTC BoomSound.

Das câmeras, o HTC Desire 830 possui um sensor traseiro de 13 MP (f/2.0) com flash LED, e câmera frontal UltraPixel de 4 MP (f/2.0). O dispositivo recebe conectividade 4G/LTE Cat. 4, e está disponível em acabamento em branco, com acabamento em azul e coral.

HTC Desire 830-02

Para a maioria dos usuários, o HTC Desire 830 é mais do que suficiente para as tarefas mais básicas. Não é um dispositivo que fica tão distante dos principais modelos intermediários que temos no mercado nesse momento, com características técnicas e de design que se alinham ao que oferece hoje os principais fabricantes do mercado de linha média.

O grande problema para nós brasileiros é aquele que já destacamos no TargetHD a alguns anos: a HTC não está no mercado brasileiro de forma oficial, o que é uma pena, já que os modelos top de linha chama a atenção de muita gente. Quem sabe um dia a empresa volte a explorar o mercado brasileiro, mesmo que o período atual não seja dos mais convidativos.

Seu preço sugerido é de 270 euros (já convertidos), e chega ao mercado asiático em 6 de maio.

Via ePrice

HTC estaria trabalhando em dois Nexus: S1 e M1

by

Nexus-Teaser

Várias fontes de peso dentro do mundo mobile fazem eco de um rumor que sugere que a HTC estaria trabalhando em dois dispositivos Nexus, identificados como S1 (Sailfish) e M1 (Marlin).

Um dos modelos seria o sucessor do atual Nexus 6P, e salvo surpresas, deve receber um processador Qualcomm Snapdragon 820, 4 GB de RAM e a mais recente versão do Android, por enquanto, Android N. Já o segundo dispositivo seria provavelmente um tablet, mas não há nada certo sobre isso, podendo ser inclusive um segundo smartphone com um hardware mais modesto, principalmente levando em conta que a LG já confirmou que não vai participar da fabricação das próximas linhas Nexus.

Em todo caso, não esperamos grandes surpresas de um modo geral. O sucessor do Nexus 6P manteria as especificações típicas que vimos na presente geração de smartphones top de linha, de modo que só poderíamos ver alguma inovação nas câmeras ou no seu design. Aliás, um dos problemas da linha Nexus é que, apesar de haver uma certa margem de melhora, a Google aposta em um certo continuísmo na proposta, que não se justifica mais nem na relação custo-benefício.

Por outro lado, o segundo smartphone desse grupo seria um modelo de linha alta, mas não um top de linha, quem sabe com 3 GB de RAM e processador Snapdragon 652 ou similar.

Via Liliputing