Arquivo para a tag: htc

Aparecem novas imagens do HTC 10

by

htc-10-photo-1

A HTC planejou a apresentação do HTC 10 de forma diferente do que fez nos últimos anos, e isso provavelmente está relacionado com as suas aspirações com o novo smartphone. Por um lado, a marca não vai fazer nenhum evento gigantesco para apresentá-lo. No seu lugar, vai realizar uma transmissão online na próxima terça (12), aberta para todos.

Enquanto isso não acontece, os vazamentos não param. Agora, vemos o que parece ser o novo smarphones, trazendo consigo os primeiros indícios de algumas suspeitas. Ainda que internamente ele conte com o novo Snapdragon 820, na sua estética, o HTC 10 tem um design muito similar ao dos modelos anteriores, simulando um A9 na parte frontal (ou um iPhone 6 para os mais maldosos) e um HTC One na parte traseira (igualmente parecido com um iPhone). Esse exercício de design não pode ser chamado de alarde de inovação, e não é isso o que a HTC precisa nesse momento.

htc-10-photo-2

Para uma marca que precisa apresentar algo novo para sobreviver no mercado de telefonia, o HTC 10 aparentar ser um ‘mais do mesmo’ no seu design. E foi justamente esse ponto que o modelo lançado no ano passado foi muito criticado. De qualquer forma, não vamos criar conclusões precipitadas. Vamos aguardar o anúncio oficial do produto para ter uma opinião definitiva sobre o produto.

Na terça, todas as dúvidas serão eliminadas.

Via SlashgearGSM Helpdesk

 

Salve um gato sem morrer tentando com o HTC Vive

by

gatito-htc-vive

Definitivamente, estamos em uma nova fase protagonizada pelos óculos de realidade virtual. Já temos pelo menos três interessantes opções no mercado: o Oculus Rift, o Samsung Gear VR e o HTC Vive, protagonista da notícia de hoje.

A realidade virtual convida os usuários para entrar em um mundo novo, que oferece experiências muito divertidas e, ao mesmo tempo, aterrorizantes. Um exemplo é esse projeto desenvolvido pela Bandai, que será lançado no dia 15 de abril. Nesse dia, eles vão oferecer diferentes demonstrações de experiência imersiva dentro desse campo, com especial destaque para uma que dá o que falar: salvar um gatinho em perigo.

A demonstração coloca o usuário em um elevador de um prédio que abre a suas portas para o ambiente externo. A má notícia é que a única coisa que você vai ver é uma tábua de madeira saliente, onde na ponta descansa um pobre e inocente gatinho, que deve ser resgatado.

Os usuários, equipados com um óculos HTC Vive levemente modificados e umas sandálias Crocs (no vídeo no final do post podemos apreciar os pontos de referência adicionais para o sistema de seguimento), terão que se mover por uma tábua de madeira real para tentar alcançar um pequeno gato de brinquedo. Uma experiência vertiginosa para muitos.

Essas diferentes formas de mostrar como a tecnologia da realidade virtual pode auxiliar no mundo do entretenimento são válidas. O alto poder de imersão que esses dispositivos possuem já os tornam altamente atraentes. E o HTC Vive é uma das principais apostas nesse segmento. Aposta inclusive da própria HTC, já que o setor de telefonia não vai muito bem. Veremos daqui a alguns meses se a aposta do fabricante se paga, e se esse segmento se converte em um dos novos pilares da tecnologia de consumo.

Vídeo a seguir.

 

Via KotakuProject I Can

 

HTC One M10 com suposta versão Snapdragon 652

by

HTC-One-m10-HTC-10

Parece que a HTC não será a única a lançar uma versão ‘descafeinada’ do seu smartphone top de linha. Um novo rumor indica que o HTC One M10 poderá contar com uma versão com o processador Qualcomm Snapdragon 652. Com isso, a empresa repetiria a estratégia dos sul-coreanos com o LG G5, que deve lançar uma versão com o mesmo chip para a América do Sul.

Se as informações vazadas estiverem corretnas, teremos três grandes versões do HTC One M10:

– HTC One M1o ‘Top’: processador Qualcomm Snapdragon 820, 4 GB de RAM e 128 GB de armazenamento
– HTC One M10 ‘Alta’: processador Qualcomm Snapdragon 820, 3 GB de RAM e 32 GB de armazenamento
– HTC One M1o ‘Média’: processador Qualcomm Snapdragon 652, 3 GB de RAM e 16 GB de armazenamento

As diferenças entre os três modelos são evidentes, apesar de que, na teoria, eles seriam idênticos nas demais especificações, incluindo a tela de 5.15 polegadas (2K) e a câmera traseira de 12 MP com flash LED duplo. O sistema operacional que gerenciaria os três modelos seria o Android 6.0 Marshmallow, e os preços para cada um deles seria de aproximadamente US$ 904 para o modelo Top, US$ 768 para o modelo Alta, e US$ 584 para o modelo Média.

htc-10-variant

É preciso sempre ter em mente que nada do que foi dito nesse post é oficial, mas é fato que a estratégia de diversificar um top de linha em versões mais acessíveis não é uma novidade no mercado, e faz muito sentido, já que além desse tipo de smartphone existem aqueles com especificações mais limitadas e preços mais comedidos. ‘

Via SlashGear

HTC One M10 (ou HTC 10) passa pelo AnTuTu

by

htc10teaser

A HTC deve apresentar o HTC One M10 (ou HTC 10) no dia 12 de abril, em um evento especial que pode apenas confirmar todos os vazamentos dos últimos meses. Hoje, sabemos até como foi o seu desempenho no AnTuTu, um dos testes de desempenho de smartphones mais populares do mercado.

O modelo chega a superar o Xiaomi Mi5 e o Galaxy S7 Edge, e isso porque (em teoria) ele recebe o mesmo processador Qualcomm Snapdragon 820 com CPU quad-core divididos em dois módulos, e a mesma GPU Adreno 530 dois dois modelos citados.

Parece que os dados são de resultados obtidos com unidades preliminares do HTC One M10 (ou HTC 10), de modo que podemos afirmar que são resultados próximos da realidade, com pequenas alterações na versão final do smartphone.

1-4-8

Vale lembrar que o HTC One M10 (ou HTC 10) contará com tela de 5.15 polegadas (2K), 4 GB de RAM, câmera traseira de 12 MP, 32 GB de armazenamento (expansível via slot para cartões microSD), USB Type-C, design tipo unibody com acabamento em alumínio e sistema operacional Android 6.0 Marshmallow.

O novo smartphone top de linha da HTC é visto como uma das tábuas de salvação de uma empresa que sofre para se consolidar no mercado mobile. Se o modelo prevalecer, a empresa ainda tem chances de competir com as demais gigantes asiáticas que lutam pelo top 5 do mercado. Por outro lado, em caso de fracasso, não será uma surpresa ver o início do fim da marca no segmento de smartphones. Até porque seus investimentos no campo da realidade virtual são consideráveis.

1-1-14 1-2-13

Via PhoneArena

HTC 10 será apresentado em 12 de abril, em evento online

by

htc-10-invitation

A HTC está enviando para a imprensa especializada convites para um evento a ser realizado no dia 12 de abril. O evento vai sair um pouco do padrão, pois não vai acontecer em um espaço físico, mas sim exclusivamente via streaming.

Foi especulado antes que a cidade de Londres receberia o evento de apresentação do HTC 10, mas isso não vai acontecer. É um sinal dos novos tempos. Além da economia que isso deve gerar para a própria HTC, é um modo mais fácil e prático de fazer com que a novidade chegue a um maior número de pessoas ao mesmo tempo.

Por outro lado, os jornalistas da mídia especializada perdem a chance de testar em primeira mão o produto, e esse é (talvez) o principal atrativo de estar presente em um evento de lançamento de algum produto de tecnologia.

Dito isso, resta um pouco mais de 20 dias para que todos os poucos segredos sobre o HTC 10 sejam revelados. E só pode ser esse modelo que será anunciado. Até porque a HTC escolheu uma hashtag bem óbvia para promover esse lançamento: #powerof10. Com isso, pode também estar confirmado a eliminação dos sobrenomes One e M ao modelo.

 

O que sabemos até agora do HTC 10?

Os rumores sobre o futuro HTC 10 não param de chegar, e alguns parecem ter mais peso que outros. O último falava sobre a especulada tela AMOLED seria no final das contas uma Super LCD 5, mantendo tanto o tamanho como a resolução (5.15 polegadas, QHD). A seguir, a lista de características do futuro smartphone que sabemos até agora:

– Tela de 5.15 polegadas Super LCD 5 (QHD)
– Processador Snapdragon 820
– GPU Adreno 530
– 4 GB de RAM
– Câmera traseira de 12 MP (o mesmo sensor do Nexus 6P)
– USB Type-C
– Leitor de digitais
– Bateria de 3.000 mAh
– Quatro cores (cinza, branco-preto, branco-branco e dourado)

Via HTC

HTC fabricaria os smartphones Nexus nos próximos três anos

by

htc

A HTC vive situação complicada nas suas receitas dos últimos meses, e hoje está fora da lista das 50 empresas mais valiosas de Taiwan. Além disso, mesmo com dispositivos visualmente chamativos, sofre com a concorrência de gigantes como Samsung, Sony e LG. A válvula de escape pode ser o mundo da realidade virtual, com o HTC Vive. Ou também a fabricação da linha Nexus pelos próximos três anos.

Em teoria, este rumor se refere à linha de smartphones, mas não podemos descartar que os tablets sejam envolvidos, algo que é perfeitamente crível e não seria a primeira vez. O rumor é crível por vários motivos: para começar, a HTC precisa de opções e caminhos para uma recuperação, e fabricar os Nexus nos próximos três anos pode ajudar (também é provável que eles tenham oferecido à Google algumas condições “favoráveis”).

Em segundo lugar, não devemos nos esquecer que a HTC foi responsável pelo primeiro Nexus, e que a LG confirmou que não vai se envolver nessa linha na próxima geração. Logo, revisando tudo, vemos que o cenário pode estar dominado pela HTC e Huawei nesse tema.

Via HardOCP

HTC 10 mostra seus botões capacitivos

by

htc-10-botones

Pouco vai restar para a HTC nos surpreender quando o HTC 10 for apresentado. Novas imagens mostram outros detalhes até então não revelados, como por exemplo a volta dos botões capacitivos na zona inferior, no lugar de integrá-los na tela pelo software Android, como já fazia os modelos One M8 e One M9.

É fato que a Samsung também utiliza esse tipo de design nos seus smartphones (inclusive no Galaxy S7 Edge), mas no caso dos coreanos vemos uma melhor integração, com ícones maiores e uma distância respeitável em relação à tela menor do HTC 10 – onde é possível notar uma aba negra bem considerável.

htc-10-botones-02

Vale lembrar que é especulado que esse smartphone contará com uma tela de 5.15 polegadas (QHD), processador Snapdragon 820, 4 GB de RAM, GPU Adreno 530, porta USB Type-C e câmera traseira com resolução de 12 MP. veremos se na apresentação do HTC 10 teremos outras surpresas.

Via SlashgearTwitter (@Tanalibera)

Demos do HTC Vive com ação em realidade mista

by

htc-vive-realidade-mista

Aqueles que testaram o HTC Vive afirmam que é algo “tão real” que custa explicar para aqueles que não testaram como é a experiência. Mas agora, com a ajuda desses vídeos de Fantastic Contraption, é possível ter uma ideia do que eles estão falando.

Nos vídeos a seguir, é possível comprovar a quantas andam a demo dos desenvolvedores, em um cenário onde podemos fabricar estruturas com objetos de todos os tipos. O Fantastic Contraption nasceu como um jogo de realidade virtual em 2008, mas teve um sucesso tão grande (mais de 12 milhões de estranhas criações) que seus criadores se animaram e evoluíram o projeto.

Estamos certos que o HTC Vive pode animar mais os usuários a criar estruturas surreais, mas para isso é preciso ter os óculos, algo que não está ao alcance de muitos. Enquanto isso, é possível comprovar como eles funcionam com os vídeos a seguir.

 

Via @kertgartner

HTC 10 tem suas quatro cores reveladas

by

htc-10-4-cores

O @evleaks (agora redator do VentureBeat) revela a gama completa de cores do HTC 10, modelo que foi se revelando através dos vazamentos das últimas semanas e, salvo grande surpresa, será o expoente máximo do catálogo dos taiwaneses para 2016.

Temos aqui a repetição do corpo metálico e o tom dourado entre as cores escolhidas, além do cinza carbon, dois modelos com traseira em prata glacial e frontais preto e branco. Faltava a confirmação se a faixa negra frontal tradicional dos modelos da HTC realmente havia desaparecido, e essas fotos não deixam dúvidas.

Sobre o HTC 10 em si, já temos praticamente tudo conhecido. Exterior, interior, gama de cores e outros detalhes. De modo que Cher Wang deveria subir ao palco do evento do dia 19 de abril e simplesmente dizer “sim” para a imprensa… e sair do palco. Os vazamentos devem ter eliminado qualquer tipo de surpresa sobre o novo smartphone da HTC.

Isso é o que sabemos do HTC 10 até agora:

– Tela de 5.15 polegadas AMOLED (QHD)
– Processador Snapdragon 820
– GPU Adreno 530
– 4 GB de RAM
– Câmera traseira de 12 MP (com o mesmo sensor do Nexus 6P
– USB Type-C
– Cores: cinza carbon, branco-preto, branco-branco e dourado

Via Evan Blass

HTC 10 vaza em múltiplas cores

by

htc-10

O HTC 10 apareceu nas últimas horas com novas imagens, com quatro cores que podem ser dadas como confirmadas: preto, branco e preto, branco e dourado e branco. Leve em conta que, ainda que os vazamentos indiquem apenas essas cores, não podemos descartar outras opções disponíveis.

O design visto em outras oportunidades está mantido, com mudanças evidentes em relação ao HTC One M9 e um acabamento em geral que colocaria o novo top de linha dos taiwaneses muito mais próximo do HTC One A9, modelo que é muito parecido com o iPhone 6.

Polêmicas à parte, o HTC 10 é bem bonito. Mas é o público que tem a palavra final. De modo que temos que esperar se o modelo terá uma boa acolhida, algo que a HTC precisa e muito.

Sobre suas especificações, nada de muito chamativo: um top de linha por excelência, com tela de 5.1 polegadas (2K), Snapdragon 820, 4 GB de RAM, 32 GB de armazenamento (expansível) e câmera de 12 MP com tecnologia UltraPixel.

O HTC 10 deve ser apresentado em 19 de abril, mas sem maiores detalhes sobre o seu preço.

1-9 1-6 1-8 1-7

Via GSMArena

HTC com receita em queda livre de mais de 50%

by

htc-back-smartphone

Mais um mês começou, e mais um relatório de receitas da HTC foi divulgado. E mais uma queda nas vendas foi registrada, e nem mesmo o lançamento do HTC 10 parece mudar esse escopo.

Ao longo do mês de fevereiro, as receitas da HTC foram de 177 milhões de euros, uma queda de 55% em relação ao mesmo mês do ano passado, ou 35% em relação ao mês de janeiro de 2016, tradicionalmente ruim nas vendas.

Apenas em outubro e novembro de 2015 a HTC teve alguma folga, com um crescimento natural em dezembro, por conta das vendas natalinas. A estratégia de limitar novos lançamentos (a maior novidade foi o One A9 em outubro) parece não estar funcionando.

A HTC segue oferecendo smartphones caros, e a marca não está presente em mercados pontuais (está fora do Brasil, inclusive). Com este cenário, o HTC 10 passa a ser decisivo para definir o futuro da empresa no mercado de smartphones. A sorte deles é que o HTC Vive deixa boas impressões.

HTC prepara PCs otimizados para o HTC Vive

by

htc-vive

Dan O’ Brien, vice-presidente de planificação e gestão de produto do HTC Vive, confirmou que a HTC vai começar a oferecer em breve packs com PCs otimizados para o seu kit de realidade virtual.

Além de ter um  preço proibitivo, O HTC Vive necessita de um computador do tipo de linha, elevando ainda mais os custos. Logo, um kit oferecido pela própria HTC pode atenuar um pouco essa equação monetária elevada.

Não foram revelados detalhes sobre o projeto, mas imaginamos que se trata de sistemas poderiam estar divididos em várias linhas, sendo a base da queles que cumprem de forma justa os requisitos recomendados, além das conexões necessárias.

Tais PCs permitirão aos usuários garantir uma experiência plena com o HTC Vive, mas O’Brien confirmou que não espera por si um impulso importante nas vendas do seu sistema de realidade virtual.

Via TweakTown

Assim seria o HTC (One) 10, de acordo com a guerra de vazamentos

by

htc-one-10-vazamentos

O próximo smartphone da HTC já gera uma batalha de rumores e vazamentos. Duas populares contas no Twitter estão travando um “diálogo” entre duas verdadeiras celebridades nesse segmento, o @evleaks e o @onleaks, que apresentaram tantas fotos e informações que podemos ter uma análise muito ampla do futuro dispositivo, que pode se chamar HTC 10, e não HTC One M10.

O HTC One marcou um ponto de inflexão para os taiwaneses, com um dispositivo top de linha que esboçou uma agressiva concorrência para os gigantes do setor. Na série M, tivemos os modelos M7, M8 (2014) e M9 (2015). No ano passado, a HTC alojou modelos de linha média na série Desire, além de outros tops de linha, como o ONe X9 e o One A9, com novas propostas de design. Talvez por isso que o @evleaks informe que a série M pode acabar, recebendo uma nova nomenclatura, visando uma reformulação.

Além da eliminação da faixa negra frontal, a HTC consideraria seriamente deixar de ser conservadores para apostar em uma mudança radical no conceito do próximo smartphone, buscando melhorar os seus resultados nas vendas, depois de um HTC One M9 relativamente criticado.

Além do nome, as duas contas confirmaram hoje uma série de informações no Twitter. Por um lado, o @onleaks apresentou supostas imagens do HTC 10, com algumas especificações técnicas.

htc-10-onleaks

Rapidamente o @evleaks respondeu, com alguns renders relativos ao novo top de linha da HTC. Nesse segundo caso, vemos melhor a mudança no deisgn (com algumas fotos borradas), o qual principalmente se produz as bordas, com dobras consideráveis, e mantendo as faixas horizontais na parte traseira.

htc-10-evleaks

Pelas informações, podemos ter uma ideia do que o HTC 10 será. O modelo pode ser anunciado em maio, e não em abril como comentado antes (talvez para eles se centrarem no lançamento do HTC Vive em abril).

Estas são as características especuladas para o novo smartphone top de linha da HTC:

– Tela de 5.15 polegadas AMOLED (QHD)
– Processador Snapdragon 820
– 4 GB de RAM
– Câmera traseira de 12 MP (com o mesmo sensor de Nexus 6P)
– USB Type-C
– Leitor de digitais.

Veremos se tudo isso se confirma em alguns meses, e principalmente, se dessa vez o novo top de linha da HTC se sai melhor, e se a empresa vai se recuperar um pouco no mercado. Eles tentam manter viva a sua divisão móvel (ao lado da realidade virtual), e será interessante ver como eles se comportam ao longo de 2016.

Via 9to5Google

HTC fabricaria o próximo Nexus, que contaria com Touch 3D

by

HTC-One-M9

Várias fontes indicam a HTC como possível fabricante do próximo smartphone da linha Nexus.

Não sabemos se a Google manterá a sua aposta em dois dispositivos, e um deles poderia ser a Huawei. Mas um novo rumor indica que o o modelo que seria de responsabilidade da HTC contaria com a interface Touch 3D.

Tal interface é capaz de distinguir a intensidade com a qual se realizam as pulsações na tela para oferecer diferentes respostas. Assim, uma pulsação mais intensa sobre um ícone pode servir para exibir um menu contextual (por exemplo). Não é uma tecnologia nova, já que Huawei e Apple já contam com produtos com tal característica. Também é algo considerado imprescindível. Porém, é uma funcionalidade útil para a interação com o sistema operacional.

Vale lembrar que empresas como Xiaomi, Meizu, Oppo e Vivo também trabalham com suas próprias implementações do Touch 3D, de modo que é compreensível que a Google queira introduzí-la em seu próximo Nexus.

Se tudo seguir como o esperado, a nova linha de smartphones Nexus deve ser apresentada no final de 2016.

Via PhoneArena

Câmera dupla do LG G5: novo sinal de identidade, ou prelúdio de uma moda?

by

lg-g5-dual-camera

Um dos diferenciais do LG G5 é a sua câmera dupla na parte traseira. Podemos chamar de diferencial, mas não de ‘novidade’, já que a própria LG apostou nesse formato no passado.

Ou vocês não se lembram da própria LG apostando nesse formato, ou do Huawei P9 que tem a mesma estratégia? Então… depois do metal e dos designs curvados, será que a moda da câmera dupla vai vingar?

 

Um velho (e não fão bem sucedido) conhecido

lg-optimus-3d

A câmera dupla já foi vista em 2011 em pelo menos dois modelos de grandes fabricantes. Um deles é da própria LG, com o LG Optimis 3D, com tela de 4.3 polegadas (480 x 800 pixels) que era capaz de simular o efeito 3D dispensando o uso de óculos especiais. Nesse caso, a câmera traseira dupla de 5 MP era capaz de registrar fotos e gravar vídeos a 720p.

Logo depois, o HTC Evo 5G tinha o mesmo apelo comercial, com a mesma tela de 4.3 polegadas (540 x 960 pixels), sem falar no menos conhecido no Brasil Sharp SH8298U.

Aqui, aconteceu quase o mesmo que com os televisores e computadores 3D: foram produtos que se destacaram no seu lançamento, mas não foram bem nas vendas. Os modelos posteriores aos citados voltaram a contar com uma única câmera traseira, apesar da HTC não se render por completo, lançando em 2014 o HTC One M8, que voltava a incorporar duas câmeras traseira.

htc-one-m8

Porém, nesse caso, não se buscou recriar o efeito 3D, mas sim manipular a profundidade de um mesmo disparo. A combinação de sensores fazia uma análise da profundidade dos diferentes planos de cena, incorporando a informação obtida da imagem pelo sensor principal de 4 M, obtendo (por exemplo) acentuar o bokeh (ou desfoco).

Depois disso, poucos modelos receberam esse apelo técnico, entre eles o Huawei Honor 6 Plus.

 

A LG está levando isso a sério

lg-g5-dual-camera-2

A LG recuperou a câmera dupla com o LG V10, com duas câmeras de 5 MP, onde o usuário escolhe uma delas na hora de disparar, de acordo com o grau de amplitude normal ou panorâmica, tal e como com o LG X Cam, o primeiro a contar com a câmera dupla em 2016.

O LG G5 segue a tendência da câmera dupla, com uma chamativa protuberância na parte traseira, mas com as dimensões de ambas as lentes e do flash com um local de destaque, e com o objetivo de escolher uma das câmeras em função de uma imagem mais ampla ou centralizada.

 

Câmera dupla, rumor duplo

huawei-camera-dupla

A câmera dupla é algo que agrada especialmente o mundo dos rumores quando se trata do iPhone. Já foi especulada para o iPhone 6s e volta a ser mencionada para o hipotético iPhone 7, mas também foi ventilado para a Samsung. Depois de revelados os novos Galaxy S7 e Galaxy S7 Edge, vimos que isso não aconteceu. Para confirmar ou desmentir o movimento por parte da Apple, ainda resta alguns meses de rumores e conceitos de produto vazados.

O Huawei P9, que deve ser anunciado em 9 de março, também deve contar com uma câmera dupla traseira. Supostas imagens vazadas do dispositivo (tanto novas como antigas) mostram essa característica. Nada é dito sobre o que o smartphone fará com esse hardware, mas com certeza ele se assemelha a essa coleta extra de dados para vitaminar fotos, vídeos e edição.

Veremos se ao longo de 2016 veremos mais smartphones que incorporem duas câmeras na parte traseira, e se o efeito desejado atende melhor do que nas gerações anteriores.

HTC vendeu 15 mil unidades do HTC Vive em apenas 10 minutos

by

htc-vive

 

Nem a HTC imaginava isso nos seus melhores sonhos. Apesar dos seus óculos de realidade virtual HTC Vive contar com um preço bem elevado, no primeiro dia de disponibilidade de suas reservas, eles conseguiram vender 15 mil unidades do produto em apenas 10 minutos.

São números impressionantes para um dispositivo que não é barato. O HTC Vive custa US$ 799, consideravelmente alto (e acima do seu rival direto, o Oculus Rift), em especial para uma tecnologia ainda desconhecida para o grande público. A esse preço, é preciso somar os gastos de envio, o que pode fazer com que o preço final do produto se aproxime perigosamente dos US$ 1.000.

Não só isso. O HTC Vive, como outros dispositivos de realidade virtual similares, necessita de um PC com requisitos mínimos, de modo que em alguns casos obrigará também ao usuário fazer um pequeno investimento no seu equipamento, para assim poder aproveitar de forma plena desses óculos.

Aqui fica claro que nenhuma dessas considerações foram empecilho para que aqueles que desejam entrar no mundo da realidade virtual fizessem o devido investimento. E é apenas o começo. Tudo bem que temos que aplaudir esses primeiros corajosos que estão apostando em um produto na versão 1.0, com uma grande margem de melhora nas versões seguintes, que fatalmente virão com preços mais competitivos.

Vale lembrar que o negócio da realidade virtual é algo para o futuro. De acordo com a Goldman Sachs, esse é um segmento que deve movimentar aproximadamente US$ 110 bilhões em 2020. E isso explica porque tantas empresas estão apostando na RV agora.

Via Venture BeatTwitter (Shen Ye)

 

O que o HTC One X9 pode dizer sobre o futuro da HTC em 2016?

by

HTC One X9-preview-01

Já tem um tempo que a HTC está em queda nas vendas de smartphones, mas seus lançamentos continuam a chegar, e não em menor número. Eles tentam corrigir os seus defeitos em umas linhas, enquanto que em outros (como a série M), os erros continuam. O One M9 padece dos mesmos problemas do One M7, alguns deles acentuados.

Agora, a expectativa é pelo HTC One M10, mas a grande mudança da empresa pode estar em outra linha: os smartphones de linha média ‘premium’, através do excelente One A9. Em 2016, recebemos o One X9, o mais potente presente na MWC 2016.

Tanto o A9 como o X9 mostra mudanças na filosofia da HTC, e dão pistas sobre como a empresa pode ser ao longo de 2016 e no futuro. As mudanças, sutis ou mais acentuadas, podem deixar a série M eclipsada. E isso não é uma má notícia. Pelo contrário.

 

A empresa que queria ser líder de design

HTC One X9-preview-02

Em 2013, o HTC One M7 quebrou paradigmas. Um corpo metálico de 4.7 polegadas e uma tela Full HD excepcionalmente nítida eram os claros sinais de uma revolução. Um aviso que a HTC queria focar na excelência do design e na experiência de uso. Algo que a Apple sempre priorizou.

Ok. Em 2015, temos o HTC One A9, acusado por muitos de ser um clone do iPhone 6s. O modelo é um dos mais bonitos já lançados pelos taiwaneses, com um excelente desempenho e experiência de uso, mesmo com números de hardware mais modestos. O HTC One X9 completa a família de linha média ‘premium’, herdando as qualidades do A9 com maior desempenho. E e esse deveria ser o caminho a seguir daqui para frente.

 

Toda uma declaração de intenções

HTC One X9-preview-03

Os acabamentos dos modelos One A9 e One X9 são tão bons que acompanham a transição da parte traseira das bordas. O metal escovado da traseira do One X9 oferece uma sensação de robustez e um toque agradável nas mãos. Além disso, a franja negra frontal desapareceu, e os alto-falantes BoomSound diminuíram de tamanho, se posicionando nas bordas.

Com isso, a relação de tamanho entre a parte frontal e a tela foi otimizado, oferecendo o máximo de espaço para uma experiência multimídia. E tudo isso é uma declaração clara de intenções do HTC One X9.

 

Experiência e não números

HTC One X9-preview-04

Levamos o nosso smartphone para toda parte, e uma tela com melhor visualização para vídeos, jogos, fotos e produtividade em qualquer lugar é algo fundamental. Os alto-falantes mudam de lugar, mas não perdem a potência. Tudo isso foi pensado em uma melhor experiência de uso como algo prioritário.

Tanto o One A9 como o One X9 não contam com as melhores especificações do mercado. E nem precisam. Do Snapdragon 617 saltamos para um Helio X10, com tela Full HD, 3 GB de RAM (LPDDR4)… mas é o suficiente para ser feliz.

 

A nova HTC

O  HTC One A9 é caro, mas o One X9 não será tão caro assim. Eles devem ter em mente que ter o melhor smartphone não passa necessariamente em ter o modelo mais poderoso. Se a nova HTC priorizar a combinação de vários itens (construção, câmera, som, etc) para ter um smartphone fluído sem precisar ter o hardware mais potente, ela ainda tem chances de se recuperar. De novo: algo que a Apple sempre fez.

Ah, isso tudo… e voltar ao Brasil, é claro!

HTC Desire 530, 630 e 825 são apresentados oficialmente

by

HTC_Desire

A HTC apresentou na MWC 2016 três novos smartphones da série Desire, voltados ao mercado de linha média. Os novos Desire 530, 630 e 825 contam com carcaças de policarbonato e diferenciais no acabamento para evitar as gotas de água na parte traseira.

Os modelos utilizam chipsets da Qualcomm e chegam ao mercado com o sistema Android 6.0 Marshmallow, com características similares e diferenças no tamanho de tela, memória ou armazenamento.

HTC_Desire_2

Especificações Desire 530

– Tela IPS de 5 polegadas (720p)
– Processador Qualcomm Snapdragon 210 (quad-core de 1.1 GHz)
– 1.5 GB de RAM
– 16 GB de armazenamento (expansíveis via microSD)
– Câmeras de 8 MP e 5 MP
– Bateria (removível) de 2.200 mAh
– Sistema operacional Android 6.0 Marshmallow

O Desire 630 mantém o mesmo tamanho de tela, melhorando o processador (quad-core de 1.6 GHz) e 2 GB de RAM. Sua câmera traseira aumenta para 13 MP. Já o Desire 825 tem tela de 5.5 polegadas e bateria de 2.700 mAh.

Preços dos novos modelos da linha Desire não foram revelados, mas sua disponibilidade está confirmada para o mês de março.

HTC Vive, por US$ 799, no começo de abril

by

htc-vive-consumer-press-shots-1-1

A HTC voltou a confirmar na MWC 2016 que o seu óculos de realidade virtual HTC Vive chegarão ao mercado no começo de abril. Também confirmou o seu preço sugerido de US$ 799.

Por esse valor, o usuário leva para casa o dispositivo e os dois controladores com feedback háptico. Em comparação com os Oculus Rift, o Vive é US$ 200 mais caro, mas levemos em conta que o Rift não conta com controladores de movimento, que só chegarão ao mercado no final do ano.

A versão comercial do HTC Viver será mais refinada e ergonômica do que aquela conhecida no ano passado, contando agora com uma câmera frontal para o usuário poder ver os objetos que estão ao seu redor, além de uma nova função chamada Vive Phone Services, que permite o envio e recebimento de chamadas de voz, mensagens de texto e visualização de calendário.

htc-vive-consumer-press-shots-3-1

As reservas começam no dia 29 de fevereiro, e as primeiras unidades chegarão aos compradores no começo de abril. O HTC Vive chegará com dois jogos (Job Simulator: The 2050 Archives e Fantastic Contraption).

htc-vive-consumer-press-shots-4-1 htc-vive-consumer-press-shots-2-1

HTC A16 aparece em imagens vazadas

by

HTC A16-01

Além do One M10, a HTC deve apresentar um novo membro da família A de samrtphones, o HTC A16, cujas imagens vazaram na web nas últimas horas.

O HTC A16 tem design familiar, e é parecido com o HTC One A9, que apesar de ser acusado de ser uma cópia do iPhone 6s, recuperou algo que parecia perdido na HTC: o equilíbrio. Dessa vez, não vemos o leitor de digitais frontal, e seus materiais dão a entender que ele está mais para a família Desire do que para a família One. O @evleaks não revela mais detalhes além das fotos.

A presença da interface Sense nas imagens deixa claro que este é um modelo com Android Marshmallow, e o seu preço especulado seria de US$ 150, o que nos leva a crer que não teremos especificações elevadas me seu interior.

Em breve, todas as informações serão confirmadas (ou desmentidas) na MWC 2016, direto de Barcelona.

HTC A16-07 HTC A16-06 HTC A16-05 HTC A16-04 HTC A16-03 HTC A16-02

Via @evleaks