Arquivo para a tag: galaxy s7

Samsung começa os testes com o Android Nougat para o Galaxy S7 e Galaxy S7 Edge

by

samsung-galaxy-s7-teaser

A Samsung já conta com versões funcionais do Android 7.0 Nougat para os modelos Galaxy S7 e Galaxy S7 Edge.

Um vazamento do Geekbench comprova a informação, mostrando referências do sistema operacional nos dois smartphones.

Não é surpresa, já que a Samsung teve tempo para trabalhar na adaptação de tal sistema operacional para os seus últimos modelos top de linha, mas precisamos ter em mente que isso não quer dizer que seu lançamento vai acontecer nos próximos dias ou semanas. Mas ao menos sabemos que seu desenvolvimento está em um bom caminho.

 

gsmarena_003

 

Se tudo acontecer como previsto, a Samsung deve entregar o Android Nougat para os dois modelos entre o final de 2016 e o começo de 2017.

Tal atualização também chegará ao Galaxy S6 e suas versões Edge, assim como o Galaxy Note 5 e Galaxy Seria A (2106), mas estes modelos devem receber o novo Android no primeiro trimestre de 2017.

Sobre o Galaxy Note 7, esperamos que ele acabe recebendo o Android Nougat, e o mais provável é que o software para ele seja lançado quase ao mesmo tempo que para os modelos Galaxy S7 e Galaxy S7 Edge.

 

gsmarena_002-1

 

Via GSMArena

Samsung no Top 3 dos smartphones Android mais vendidos

by

galaxy s7 edge teaser

Um novo relatório da Strategy Analytics informa que a Samsung ocupa as três primeiras posições do ranking dos smartphones Android mais vendidos do mercado, com a liderança para o Samsung Galaxy S7 Edge.

 

As curvas mandam…

strategy analytics samsung 2016

O relatório da Strategy Analytics revela os dados de vendas de smartphones no primeiro semestre de 2016, e a distância do Android em relação ao iOS aumentou 5% nesse período, com o sistema da Apple caindo para 16% de mercado.

Mas o que chama a atenção é ver que os três primeiros colocados entre os dispositivos mais vendidos são da Samsung, com a liderança para o Galaxy S7 Edge. A aposta pelas telas curvas da Samsung se pagou. A prova disso é que o Galaxy Note 7 já recebe esse formato como padrão, sem ter uma variante Edge.

Foram 13.3 milhões de unidade distribuídas do Galaxy S7 Edge até agora (2.3% do total de dispositivos Android). O Galaxy S7 vem na terceira posição (11.8 milhões), o que mostra que entre os mais vendidos há espaço para os modelos mais baratos.

 

…e a linha de entrada também

samsung galaxy j2 2016

A segunda posição pertence ao Samsung Galaxy J2 (2016), com 13 milhões de unidades distribuídas no primeiro semestre, mostrando que as linhas mais básicas seguem muito populares. Com o modelo chegando a mais mercados em breve, e trazendo novidades como câmera melhorada e Smart Glow, essas vendas devem aumentar.

A Samsung mantém sua posição privilegiada no mercado mobile, mas não pode se descuidar. A concorrência chinesa vem pesada, com Oppo e Vivo já no Top 5 entre os fabricantes, sem falar na Huawei, que quer tomar a segunda posição da Apple.

Via Strategy Analytics

Galaxy S7 entrega para a Samsung o seu melhor trimestre em dois anos

by

galaxy s7 edge teaser

A Samsung revelou o seu relatório financeiro correspondente ao segundo trimestre de 2016, e os dados indicam que o Galaxy S7 foi o principal responsável para os sul-coreanos alcançarem o seu melhor trimestre dos últimos dois anos.

Os lucros obtidos pela Samsung no período foram de US$ 7.220 bilhões, ficando dentro do esperado pelos analistas. O aumento foi de 18% em relação ao segundo trimestre de 2015. As receitas foram de US$ 45.2 bilhões, 4,9% a mais do que no mesmo período do ano passado.

 

Os smartphones impulsionaram

O segmento móvel registrou um lucro de US$ 3.8 bilhões no trimestre, um aumento de 57% em relação ao segundo trimestre de 2015. São os melhores números para esse período desde 2014.

Os “culpados” disso são o Galaxy S7 e o Galaxy S7 Edge, além da rentabilidade das novas linhas média e de entrada (séries Galaxy A e Galaxy J). Além disso, a redução do catálogo de produtos (ainda que você não perceba, ela existe) fez efeito, além da expansão de algumas séries em mercados específicos (Galaxy C na China).

 

Mais de 78 milhões de smartphones vendidos

De acordo com a Strategy Analytics, a Samsung colocou no mercado mais de 78 milhões de smartphones. Não há dados concretos sobre os modelos, o que impede um comparativo direto de vendas entre o Galaxy S7/S7Edge e os 40.4 milhões de iPhones vendidos no mesmo período.

Já a Canalys aponta para 80 milhões de dispositivos vendidos, 24% do total do mercado global no segundo trimestre de 2016. A Apple ficaria com 12%, seguida pela Huawei, com 9%.

Os números obtidos no setor de smartphones compensaram as contas negativas dos outros setores da Samsung, como por exemplo os semicondutores e as telas. A queda dois dois segmentos no período foi de 28% mas a empresa espera revitalizar esses negócios com os investimentos nas telas OLED e as novas memórias NAND. Os dois elementos devem ter maior demanda nos próximos trimestres.

A Samsung es pera manter o seu ritmo de vendas no terceiro trimestre, período onde os novos Galaxy S7/S7 Edge devem perder fôlego nas vendas, mas em compensação, o Galaxy Note 7 chega ao mercado, com anúncio confirmado para o dia 2 de agosto.

Via Samsung

iPhone SE já é um dos mais vendidos, mas o Galaxy S7 é dominante

by

iPhone SE

O último relatório da Kantar Worldpanel sobre o mercaod mobile mostra os dados do segundo trimestre de 2016. Além de falar das cotas do Android, iOS e Windows, atualiza de forma profunda as vendas entre os dispositivos, ilustrando o sucesso do Samsung Galaxy S7 e o iPhone SE como um dos smartphones mais vendidos do momento.

 

Android segue crescendo, enquanto todos esperam por novos iPhones

Revisando primeiro os sistemas operacionais.

O Android cresceu em todos os mercados analisados, com maior destaque na Itália, Austrália e Japão. Nos cinco maiores países europeus, o sistema da Google alcança 76.5%.

O crescimento do Android vem principalmente por causa da queda do Windows, que segue perdendo terreno, inclusive com mais da metade de sua cota em países como Reino Unido, França, Itália, Espanha e Estados Unidos. Já o iOS acusa a espera por novos iPhones, registrando queda na maioria dos mercados, mas com pequenos ganhos no Reino Unido e França.

 

iPhone SE, entre os mais vendidos

Sobre os smartphones mais vendidos, o relatório confirma a boa saúde do Samsung Galaxy S7, que é o mais vendido no planeta, registrando 11.1% das vendas, seguido de perto do iPhone 6s (10%). É curioso ver que o iPhone SE, que parecia não ter boas vendas, entra na lista dos 10 mais vendidos, com 3.6%.

Entre os fabricantes, Samsung e Apple seguem dominantes, mas a Huawei se aproxima, com 12.5%, muito em parte por conta dos seus dispositivos com ótima relação custo-benefício, como é o caso do Huawei P8 Lite.

Outros dados curiosos? Pois não.

Na frança, a Wiko é uma das marcas mais vendidas. Na Alemanha, a Samsung tem quase 50% o mercado O Reino Unido é o país europeu com menor cota do Android, e a disputa pela liderança entre fabricantes é mais acirrada: 36,2% para a Samsung, e 36% para a Apple.

A batalha na China também está muito interessante. Lá, as marcas locais dominam, e a liderança é da Huawei, com 25,6%. A Apple está na segunda posição, com 19,7% das vendas, seguida pela Xiaomi (19%), Samsung (9%), Oppo (8%) e Meizu (5,8%).

Via Kantar

Samsung lucra mais do que nunca com o Galaxy S7

by

galaxy-s7-leak-teaser

O último trimestre financeiro da Samsung foi fenomenal, graças ao bom trabalho do Galaxy S7 nas vendas.

A Samsung revelou que espera obter no último trimestre financeiro lucros operacionais de US$ 7 bilhões, muito em parte por conta do segmento de smartphones. É um pouco abaixo dos US$ 7.6 bilhões acumulados em 2013, mas ainda assim são números espetaculares, registrando um aumento de 17% em relação ao ano passado.

Também é o maior nos últimos dois anos, quando conseguiram um lucro operacional de US$ 7.4 bilhões no primeiro trimestre de 2014.

 

78 milhões de smartphones distribuídos

Os dados completos só serão anunciados no final de julho, mas já sabemos que a divisão móvel liderou esses ganhos nos dois últimos trimestres. Os lucros teriam subido em 54.5% em relação ao mesmo período do ano passado. A Samsung teria distribuído 15 milhões de unidades dos modelos Galaxy S7 e Galaxy S7 Edge entre os meses de abril e junho, com vendas maiores para o modelo de tela curva, mesmo sendo mais caro.

A Samsung não revela o total de unidades vendidas no período, mas estima-se uma distribuição de 78 milhões de unidades. Levando em conta que no primeiro trimestre foram vendidos 81.18 milhões de smartphones com o lançamento do Galaxy S7, os números do segundo trimestre são excelentes.

O que fica claro aqui é que o lançamento do Galaxy S7 permitiu que a Samsung desse um bom respiro em relação às vendas e lucros. Somando-se ao fato da queda nas vendas do iPhone 6, temos um cenário muito favorável para os sul-coreanos.

Resta saber como a Apple responde com o futuro iPhone 7, já que a empresa experimentou em abril a primeira queda de vendas em relação ao ano anterior.

Via Reuters, Yonhap News, The Wall Street Journal, Samsung

Por que Eric Schmidt prefere o Galaxy S7 ao iPhone?

by

Galaxy-S7-vs-iPhone-6s

O presidente executivo do Alphabet e ex-CEO da Google Eric Schmidt participou recentemente de um evento realizado em modo de entrevista cruzada, e não teve problemas ao reconhecer que prefere o Galaxy S7 ao iPhone, considerando o primeiro melhor.

O motivo para essa escolha é bem simples, e não envolve comparações técnicas de hardware ou acabamento externo. Schmidt entende que o Galaxy S7 é melhor por conta da maior autonomia de bateria, oferecendo assim mais horas de funcionamento com uma única carga.

É interessante ver como Eric Schmidt valoriza exatamente um dos elementos mais descuidados dentro das últimas gerações de smartphones. Tão interessante quanto é saber que ele tem também um iPhone 6s, e isso não deve surpreender. Até porque existe uma explicação perfeitamente razoável: a melhor forma de competir com seus rivais é compreendendo e conhecendo a fundo suas virtudes, sabendo o que eles podem fazer e o que os torna grandes.

O uso diário do dispositivo da Apple permite ao executivo visualizar permanentemente como é a plataforma móvel da Apple, vivê-la na perspectiva de primeira pessoa, e encontrar a inspiração para novas ideias e melhorias do Android. Sobre a sua opinião, é evidente que a diferença de bateria existe, mas os dois smarpthones são tops de linha, capazes de oferecer um desempenho enorme, com design fantástico, muito bem cuidado e elegante. Logo, pequenos detalhes como a bateria podem inclinar a balança a favor de um ou de outro.

Mesmo assim, é preciso levar em consideração que os dois smartphones contam com ecossistemas muito diferentes e valores diferentes, de modo que a escolha de cada usuário no final das contas não precisa se limitar ao hardware.

Via WCCFTech

Lumia 950 XL vs Galaxy S7, em duelo de gravação de vídeos

by

Lumia 950 vs Galaxy S7

Comparar um smartphone de 2015 com um de 2016 pode não ser algo justo, uma vez que o mais novo tende a ser sempre melhor. Mas levando em conta que o Lumia 950 XL foi uma referência pela qualidade geral de sua câmera, o vídeo comparativo com o sensor do Galaxy S7 é algo bem interessante.

Antes de mais nada, é preciso deixar claro que os dois smartphones alcançam resultados realmente bons, a ponto de confirmar uma realidade simples: hoje, um smartphone top de linha consegue cobrir sem problemas as necessidades dos usuários que querem fotos e vídeos com um bom nível de qualidade sem a necessidade de recorrer à soluções dedicadas.

Dito isso, o Lumia 950 XL conta com um problema com a velocidade do ajuste do foco automático, detalhe que é perceptível em várias cenas, e que foi o grande culpado em fazer com que o dispositivo perdesse o comparativo contra o Galaxy S7, pelo menos de acordo com os votos dos usuários, que escolheram o modelo da Samsung em mais de 70% dos casos.

Mas isso não quer dizer que o Lumia 950 XL não conte com aspectos que superem o Galaxy S7. Sua câmera frontal é a melhor que podemos encontrar hoje no mercado de smartphones, superando inclusive os testes realizados com o HTC 10, detalhe que conta muito a favor do dispositivo da Microsoft.

Também é preciso levar em consideração que sobre a fidelidade e vivacidade na representação de cores, assim como no balanço de branco, o Lumia 950 XL se mostra claramente superior em relação ao Galaxy S7, o que unido ao detalhe anterior o coloca como um dos smartphones com o melhor conjunto de câmeras do mercado.

 

Via Winbeta

Samsung Galaxy Surfboard, um Galaxy S7 em forma de prancha de surfe

by

Galaxy Surfboard

Mano… isso aqui não pode ser sério…

Mas parece que é sério sim. A Samsung quer oferecer conectividade em dispositivos que, à primeira vista, não precisam, mas que no final das contas, vira um grande marketing para si. Mais um exemplo bem sucedido disso é a apresentação da Samsung Galaxy Surfboard, a prancha de surfe que pode se conectar a um Galaxy S7 para oferecer informações importantes para o surfista.

A Samsung Galaxy Surfboard é uma ideia brasileira, da agência de publicidade Leo Burnett, e é a primeira prancha de surfe inteligente, criada sob medida para o surfista campeão mundial Gabriel Medina. Logo, temos aqui muito mais uma ação de marketing do que um produto que chegará ao mercado algum dia.

Galaxy Surfboard-02

A prancha possui um compartimento secreto onde um Galaxy S7 é instalado, se transformando no cérebro da prancha, que por sua vez conta com um painel de LEDs que exibem mensagens como tweets de apoio dos fãs, comentários e sugestões do seu treinador, além de frases motivacionais. Apesar das granes ondas e de um mar agitado em algumas oportunidades, a Samsung entende que é sim possível que o surfista veja esse conteúdo sem problemas entre uma onda e outra.

Além disso, a prancha pode mostra informações sobre as condições climatológicas, que fatalmente vão ajudar no treinamento. Por exemplo, a direção do vento e o tamanho e frequência das ondas. Para mostrar o seu novo produto, a Samsung preparou um anúncio (com tom melodramático) que mostra como o surfe é um esporte solitário, e por que os seus praticantes precisam de uma Galaxy Surfboard.

“Comovente”.

 

Via SamMobile

Como funciona a refrigeração líquida do Galaxy S7

by

GalaxyS7_Feature_Game_Main_4

Não é a primeira vez que falamos no blog sobre a refrigeração líquida dos novos Galaxy S7 e Galaxy S7 Edge. Já mencionamos como esse sistema é encarregado de fazer com que os dois smartphones dissipem muito melhor o calor em funcionamento. Agora, a Samsung mostra muito mais destalhes sobre o recurso.

Em uma entrevista, várias perguntas são feitas aos engenheiros do sistema do smartphone, onde é possível descobrir por exemplo o que levou a Samsung a pensar nessa solução, e quais são os segredos de sua implementação. A empresa reconhece que a nova arquitetura e desempenho dos novos Galaxy S7 e S7 Edge obrigou a planejar em uma maneira de dispersão o calor de forma mais efetiva.

E assim nasceu o sistema de refrigeração, onde os dois smartphones foram otimizados desde o começo, funcionando como uma espécie de ‘estrada’ em que, dependendo do tráfego e do congestionamento, se utilizam determinadas vias para que tudo flua com facilidade.

galaxys7-cooling-system-1

Com isso, a Samsung conseguiu evitar a queda de velocidade do clock da CPU quando altas velocidades são alcançadas (como acontece com outros smartphones) e, por tanto, não influenciar no desempenho do dispositivo nas tarefas mais exigentes. Entre as peças essenciais do sistema, se encontram o dissipador térmico, um fino tubo de apenas 0.4 mm de diâmetro com líquido refrigerante que se transforma em vapor quando alcança uma determinada temperatura, dispersando-se para depois voltar ao seu estado líquido original.

Algo que provavelmente você não sabeia é que essa ideia não está limitada ao hardware do equipamento. Também há um software para que tudo funcione perfeitamente. Isso se encarrega de fazer os cálculos adequados e otimizar o algoritmo de controle de calor para minimizá-lo e cumprir com esse objetivo.

Logo, hardware e software trabalham juntos, e por mais inovador que seja, um não pode viver sem o segundo, para obter assim um desempenho perfeito no final das contas.

Via Android Community, Samsung Newsroom

 

Galaxy S7 e iPhone 6s congelados em Coca-Cola

by

Samsung Galaxy S7 Edge and iPhone 6S Plus Coca-Cola Freeze Test

Não julgue os testes. Julgue os métodos. Sabemos que temos especialistas em torturar caros dispositivos de tecnologia, mas percebemos que nos últimos tempos as pessoas estão mais criativas. Algumas delas criativas até demais.

De qualquer forma, sabemos que o Galaxy S7 e o iPhone 6s são resistentes à imersões na água. O primeiro conta com certificação IP68, e o segundo foi uma pequena surpresa não divulgada pela Apple, mas que está presente no smartphone. Porém, uma coisa é sobreviver à chuva. Outra, e resistir a um banho de Coca-Cola, que depois será congelada por nove horas.

Será que esses dois smartphones sobrevivem a esse tipo de teste?

A resposta é: SIM. O vídeo no final do post mostra que os dois smartphones superam o teste sem problemas, apesar de que o Galaxy S7 consegue se sair melhor, já que mantém o tempo todo a sua carga de bateria, e uma vez retirado do gelo o smartphone funciona perfeitamente. Já o iPhone 6s não conseguiu ligar depois de descongelado, mas isso só aconteceu porque a sua bateria se descarregou. Uma vez conectado no carregador, o smartphone da Apple funcionou sem problemas ou danos.

Não recomendamos que você faça isso em casa. Afinal de contas, são brinquedos muito caros para que brincadeiras como essa sejam feitas.

Vídeo a seguir.

Galaxy S7 tem 10 milhões de unidades enviadas no primeiro mês de vendas

by

galaxy-s7-galaxy-s7-edge

A Samsung informa que foram enviadas 10 milhões de unidades dos seus novos smartphones Galaxy S7 e Galaxy S7 Edge, destruindo assim todas as previsões de vendas dos analistas, e se tornando um forte candidato a melhor smartphone de 2016 nesse aspecto.

É importante relembrar a diferença sobre a forma como os fabricantes apresentam os seus números. E o número de envios não é a mesma coisa do número de vendas. Nesse caso, a Samsung fala das unidades enviadas (shipped units), e não das unidades vendidas (sold units). Mesmo assim, os números são impressionantes. A previsão dos analistas era de que o Galaxy S7 vvenderia em torno de 7 milhões de unidades, e essa marca foi superada em quase 50%.

Os números revelados pela Samsung resultaram em um aumento do valor de suas ações em 2.4%, alcançando 50% de aumento desde o início de 2016. O número de unidades vendidas do Galaxy S7 e Galaxy S7 Edge não foi revelado pela Samsung, mas apenas para colocar em perspectiva, os modelos Galaxy S6 e Galaxy S6 Edge também alcançaram a marca de 10 milhões de unidades enviadas. Vale lembrar também que o Galaxy S5 levou apenas 25 dias para alcançar essa marca, algo que causou preocupação na hora de apresentar os números de vendas.

As vendas podem ser influenciadas pelo preço de lançamento do Samsung Galaxy S7, que é inferior ao do Galaxy S6, algo que a Samsung justificou por conta das mudanças realizadas em relação ao modelo anterior, que foram menores do que aquelas adotadas no Galaxy S6 em relação ao Galaxy S5. Também ajuda o fato de que, em breve, os preços dos smartphones começam a cair, como já estamos acostumados a ver no universo Android.

Via CNBC

Flagradas versões do Galaxy S7 com chips Helio X20 e X25

by

Galaxy-S7-teaser

De forma oficial, o Samsung Galaxy S7 só é comercializado em duas variantes: uma com processador Exynos 8890 (que será comercializada no Brasil) e outra com processador Qualcomm Snapdragon 820. Porém, parece que outras versões podem existir, com processadores da MediaTek como protagonistas, o que pode ser uma grande e inesperada surpresa para muitos.

O GSMArena publica referências de outras duas versões do Galaxy S7, com os processadores Helio X20 e Helio X25. Os modelos apareceram em um vazamento de análise de desempenho do Geekbench, e um deles é identificado como Samsung SM-G930W8. A nomenclatura SM-G930 faz referência direta ao Galaxy S7, enquanto que o W se utiliza normalmente para indicar modelos que serão lançados no Canadá, o que levanta a hipótese de estarmos diante de versões exclusivas para aquele país. Normalmente são os chineses que recebem versões especiais de smartphones Android, mas com os dados listados tudo fica meio confuso.

Dando uma olhada nos dados, vemos que o modelo com chip Helio X20 terá apenas 3 GB de RAM, algo que não há uma explicação plausível para esta escolha, enquanto que a versão com Helio X25 manterá os 4 GB de RAM, obtendo assim praticamente o mesmo desempenho geral do Exynos 8890.

1-25

A profusão de verões de smartphones da Samsung também podem apontar para outro cenário não descartável: a do lançamento de um suposto Galaxy S7 Neo ou de uma versão mini do smartphone top de linha dos coreanos. De novo: a aposta na MediaTek para esse modelo alternativo é mais surpreendente do que a notícia de um novo smartphone com a presença dos chips Helio X20 e Helio X25.

Vamos aguardar pelas próximas informações e acontecimentos.

Via GSMArena

Galaxy S7 com problemas de excesso de calor?

by

Galaxy-S7-2

No ano passado, o processador Snapdragon 810 da Qualcomm teve sérios problemas de superaquecimento, algo que lhe custou ficar em um segundo plano, recebendo mais críticas do que elogios de especialistas e proprietários de alguns smartphones top de linha. Nesse ano, o fantasma do excesso de calor começa a assombrar o Samsung Galaxy S7.

Um teste com esse modelo baseado no processador Exynos 8890 (que é a versão que está disponível no mercado brasileiro) mostra que depois de 15 minutos de jogos de forma intensa, o smartphone perde aproximadamente 25% de desempenho, e sua temperatura sobe até os 38 graus. Esse cenário pode indicar claramente problemas de superaquecimento.

Apesar da temperatura citada não ser tão elevada, faz algum sentido pensar que quando detectamos um aumento da mesma e chega a um determinado limite, o próprio chip reduz a sua frequência de trabalho, evitando que o mesmo siga produzindo mais calor, e reduzindo em grande medida o seu desempenho.

Leve em conta que esse fenômeno só parece ocorrer com o Exynos 8890, um SoC fabricado em processo de 14 nanômetros FinFET LPP e que conta com uma CPU de oito nucleos. Por sua vez, o Snapdragon 829 tem uma CPU de quatro núcleos, também fabricado em 14 nanômetros, mas ao que parece a redução do número de núcleos parece ter acabado com os problemas de temperatura que sofria o seu antecessor.

calor-galaxy-s7

Vamos ficar atentos para novas informações sobre o assunto. Porém, é curioso ver como nem o sistema de resfriamento presente do Galaxy S7 foi suficiente para controlar o calor produzido pelo Exynos 8890. Também é preciso esperar por um posicionamento oficial da Samsung sobre o tema. Se é que a empresa vai se posicionar. Normalmente eles ficam calados em situações controversas como essa.

Via TweakTown

Galaxy S7 em uma lavadora de roupas: ele sobrevive?

by

galaxy-s7-resistente-a-agua

O Galaxy S7 continua a ser o algo de muitos testes de resistência. Alguns são mais espetaculares do que outros, mas nenhum deles é tão chamativo quanto “o desafio da lavadora de roupas”.

Sabemos que o novo top de linha da Samsung é resistente à água, mas as pessoas estão se esforçando e muito para descobrir até quando. Seria o Galaxy S7 capaz de resistir sem problemas a alguns minutos de lavagem no interior de uma lavadora?

O Youtuber Max Lee quis responder essa pergunta, e se lançou à prova.

Como podemos ver no vídeo no final do post, o smartphone sai totalmente intacto, sem qualquer tipo de perfeição, mesmo que seja mínima. Porém, quando o dispositivo começa a ser utilizado, há pequenos detalhes que deixam claro que o Galaxy S7 não sai completamente imune do teste.

O leitor de digitais não parece funcionar perfeitamente, ao menos no princípio. Além disso, o microfone também não apresenta uma qualidade de som perfeita, o que leva a pensar que ele pode ter se danificado com a água ou com os impactos produzidos pela própria lavadora de roupas.

Apesar disso, é possível dizer que o Galaxy S7 se saiu muito bem desse particular castigo, e que obviamente não recomendamos que você faça o mesmo em casa. A não ser que você não tenha um pingo de amor pelo seu dinheiro. Afinal de contas, estamos falando de um smartphone que custa R$ 3.799.

 

Via SlashGear

Galaxy S7 e Galaxy S7 foram muito bem recebidos

by

galaxy-s7-galaxy-s7-edge

A chegada ao mercado dos novos Galaxy S7 e Galaxy S7 Edge obteve resultados muito positivos junto ao público consumidor. Afinal de contas, os novos modelos não marcavam apenas um salto de qualidade considerável no seu hardware, mas também por contar com novas características que arredondaram as especificações dois dois modelos.

A resistência à água e o slot para cartões microSD foram dois grandes protagonistas, mas o principal atrativo dos novos Galaxy S7 é a possibilidade de se obter um kit Samsung Gear VR de graça, com a reserva vale qualquer um dos dois terminais.

Já era sabida que essa decisão poderia ajudar a Samsung a obter uma importante melhora na etapa inicial de vendas do Galaxy S7 e Galaxy S7 Edge. E os números mostram isso: os primeiros dados indicam que os dois modelos superaram em 250% as pré-vendas dos modelos Galaxy S6 e Galaxy S6 Edge na Europa.

Essa jogada deu muito certo para a Samsung, mas parece que os bons resultados não se limitam e mercado europeu. A China também registrou um excelente desempenho na pré-venda, com 10 milhões de unidades solicitadas nesse período.

É um ótimo início para os novos top de linha da Samsung. Agora, resta ver como essas vendas evoluem ao redor do planeta nos próximos meses.

Via GSMArena

O Galaxy S7 pode ser utilizado estando molhado?

by

galaxy-s7-molhado

Uma das características que a Samsung mais quis dar ênfase no Galaxy S7 (recuperando esta funcionalidade que foi perdida no Galaxy S6) foi a resistência à água, um elemento que está presente em outros smartphones do mercado, e que aporta um plus de resistência, contribuindo de forma indireta para o prolongamento de sua vida útil.

Afinal de contas, em caso de uma imersão acidental ou chuva repentina, o smartphone não sofrerá nenhum dano. E isso é mais do que bem vindo em um smartphone cujo consumidor paga R$ 3.799 na sua versão mais básica. É quase uma obrigação o dispositivo contar com essa segurança.

A certificação IP68 presente no Galaxy S7 indica suas capacidades de resistência à água, mas… é possível utilizar o smartphone enquanto ele está molhado?

O PhoneArena fez uma série de testes para averiguar, e de um modo geral podemos dizer que sim, mas em situações concretas.

Com as mãos úmidas, não há problemas no uso, pois a resposta da tela touch é quase perfeita. Porém, quando a presença da água se intensifica e se acumulam muitas gotas de água na tela, o reconhecimento touch começa a falhar, mas de um modo geral a experiência de uso não chega a ser algo ruim.

Por fim, ao tentar utilizar o smartphone debaixo d’água, a tela touch não responde. Ou seja, o seu uso é limitado graças às funções adicionais dos botões de volume, de forma que com eles podemos por exemplo tirar fotos dentro da piscina, mas a funcionalidade do dispositivo nessas condições é muito reduzida.

O Galaxy S7 e o Galaxy S7 Edge já foram lançados no Brasil. Eles custam R$ 3.799 e R$ 4.299 respectivamente. Por enquanto, estão em pré-venda, com as primeiras unidades chegando aos seus compradores em abril. Aqueles que comprarem os smartphones nesse período recebem gratuitamente o óculos Gear VR.

Vídeo dos testes a seguir.

 

Via PhoneArena

Vivo anuncia pré-venda do Galaxy S7 com desconto

by

galaxy-s7-edge-tree-colors

A partir de hoje (18), os smartphones Samsung Galaxy S7 e Samsung Galaxy S7 Edge estarão disponíveis para pré-venda na loja online da Vivo (vivo.com.br/loja). Além de até 10% de desconto em relação às lojas físicas da operadora, os clientes que adquirirem um dos modelos ganharão um Samsung Gear VR, óculos de realidade virtual, como presente.

De acordo com o plano escolhido pelo usuário, os descontos e benefícios serão maiores, deixando a relação custo-benefício do Galaxy S7 mais atraentes. No plano SmartVivo 7GB – que, além de ligações e SMS ilimitados para outro número Vivo, contempla 7GB de dados, 600 minutos adicionais para falar com outras operadoras, até 5 conexões adicionais por meio do MultiVivo e o Vivo Bis, permitindo que a internet não utilizada no mês passe para o período seguinte – o modelo Samsung Galaxy S7 sai por 12 parcelas de R$188,25, ou R$2.259,00 à vista.

Já o modelo Samsung Galaxy S7 Edge é comercializado por 12 parcelas de R$ 203,25 ou R$2.439 à vista, pelo SmartVivo 9GB (também com ligações e SMS ilimitados para outro número Vivo, até 5 conexões adicionais por meio do MultiVivo, Vivo Bis e mais 9GB de internet e 1.100 minutos para contato com qualquer operadora).

Àqueles que preferem aguardar o lançamento do produto no dia 02 de abril para adquirí-lo nas lojas físicas, os aparelhos estarão disponíveis por 12 parcelas de R$209 (R$2.499 à vista) e 12 parcelas de R$225 (R$2.699 à vista), respectivamente. Neste caso, os clientes também levam de presente os óculos Samsung Gear VR, além de poderem contar com os descontos no Vivo Renova – programa em que o cliente converte seu aparelho usado (smartphone ou tablet) em desconto na compra de um novo. Além do desconto do aparelho antigo, o cliente terá mais R$ 500,00 adicionais caso escolha trocar pelo Samsung Galaxy S7 edge ou S7 podendo chegar a um desconto total de até R$ 2.200.

Samsung Galaxy S7 e Galaxy S7 Edge chegam ao Brasil

by

galaxy-s7-galaxy-s7-edge

Em evento realizado hoje (17) em São Paulo, a Samsung apresentou oficialmente os smartphones Galaxy S7 e Galaxy S7 Edge, novos modelos top de linha do portfólio da empresa.

Os modelos contam com pequenas melhorias em relação aos dispositivos lançados no ano passado. Foram anunciados em fevereiro de 2016, durante o evento Samsung Unpacked, que antecedeu a Mobile World Congress 2016 de Barcelona, e traz como principais novidades um corpo resistente à água, o Android 6.0 Marshmallow, a volta do slot microSD e alguns refinamentos que melhoraram o seu design.

galaxy-s7-resistente-a-agua

Os novos Galaxy S7 e Galaxy S7 Edge contam com telas Super AMOLED de 5.1 e 5.5 polegadas, respectivamente, sendo que o segundo modelo possui as já conhecidas curvaturas nas laterais. As duas telas possuem a resolução de 2560 x 1440 pixels, e a bateria dos dois modelos também aumentou para 3.000 mAh e 3.600 mAh, respectivamente.

 

Para o Brasil, o Galaxy S7 vem com o processador Exynos 8890 da Samsung

Os modelos comercializados no Brasil contarão com os processadores Exynos 8890 octa-core, com 4 GB de RAM e 32 GB de armazenamento. As câmeras de 12 MP são otimizadas para capturar imagens no escuro, com a ajuda do sensor Dual Pixel, com foco por detecção de fase, além da nova lente com abertura f/1.7. A câmera frontal possui 5 MP e possui a mesma abertura de lente.

Preços: 

– Samsung Galaxy S7, por R$ 3.799
– Samsung Galaxy S7 Edge, por R$ 4.299

galaxy-s7-edge-tree-colors

Os modelos estarão disponíveis nas cores preto, prata e dourado. A pré-venda no Brasil começa amanhã (18), e os aparelhos começam a chegar aos compradores a partir do dia 2 de abril. Aqueles que adquirirem os novos smartphones no período de pré-venda vão ganhar de brinde o acessório de realidade virtual Gear VR.

Para obter mais informações sobre os novos smartphones top de linha da Samsung, leia o post que escrevemos na ocasião do seu lançamento na Mobile World Congress 2016, nesse link.

Galaxy S7 tem seu custo de fabricação revelado

by

Galaxy-S7-2

A IHS responde uma pergunta que muitos se fizeram depois do lançamento oficial do Samsung Galaxy S7: qual é o seu custo de fabricação.

Pegando como referência o modelo com processador Snapdragon 820, o custo unitário de fabricação do Galaxy S7 é de US$ 255. Nada mal, principalmente levando em conta que o preço de venda do dispositivo é de aproximadamente US$ 670 (desbloqueado). Porém, devemos levar em consideração que nesse custo de fabricação não se incluem elementos importantes, como o investimento em I+D ou gastos de marketing, por exemplo.

Sobre os custos de cada componente, de forma surpreendente o elemento mais caro é o SoC Snapdragon 820 (US$ 62), e não a tela. Do mais, levando em conta que no preço final há um acréscimo de US$ 5, que representam o custo de montagem do dispositivo.

Via Recode

Galaxy S7 NÃO permite instalar aplicativos no microSD

by

samsung-galaxy-s7-teaser

Se forma surpreendente, a Samsung não permite a utilização do cartão microSD para a instalação de aplicativos no Galaxy S7, e o usuário é obrigado a contar apenas com o espaço nativo do dispositivo para os programas, e o armazenamento externo para documentos fotos e arquivos multimídia.

Este problema tem solução, mas não é algo simples e muito menos oficial para o usuário comum, de modo que só vale a pena tentar se você realmente está acostumado a lidar com terminais Android e ter conhecimentos mínimos sobre o tema. A solução passa por ativar o modo para desenvolvedores, conectar o smartphone a um PC e realizar uma série de comandos Android Debug Bridge para ajustar as partições do sistema e a forma como as mesmas se utilizam.

Se alguém decidir provar essa solução, precisa estar ciente que, uma vez feito, não pode retirar o cartão microSD do dispositivo, já que podem ser produzidos erros que podem danificar os aplicativos e/ou a informação que temos instalada no dispositivo. E é sempre bom reforçar: você está tentando esse procedimento por sua conta e risco. Não nos responsabilizamos  pelos resultados.

Via Liliputing