TargetHD.net | Notícias, Dicas e Reviews de Tecnologia Por que o Spotify vai patrocinar o Barcelona? | TargetHD.net Press "Enter" to skip to content
Wetten.com Brasil Apostas
Você está em | Home | Variedades | Por que o Spotify vai patrocinar o Barcelona?

Por que o Spotify vai patrocinar o Barcelona?

Compartilhe

Provavelmente você não está sabendo disso porque é mais ligado em tecnologia do que em futebol. De qualquer forma, o Barcelona, um dos times de futebol mais poderosos do mundo, está encerrando o seu contrato de patrocínio de uniforme com a Rakuten que estava em vigor desde 2017 para, a partir da próxima temporada (2022-2023), estampar a marca e o logo do Spotify.

Os números da operação são impressionantes: 280 milhões de euros por quatro anos de publicidade de camisa nos times masculino e feminino do Barcelona, as roupas de treinamento pelos próximos três anos e – isso sim é surpreendente – o NOME DO ESTÁDIO, algo inédito para a equipa catalã.

E o acordo pode ser “de longo prazo”, ou seja, ir além dos três anos previstos.

Por que isso aconteceu?

 

 

 

Um serviço global no uniforme de um time global

A verdade é uma só: o Spotify está ganhando tanto dinheiro, que apenas 10,5% dos seus lucros do último trimestre de 2021 (2.7 bilhões de euros) ele consegue pagar os três anos de patrocínio do Barcelona.

Simples assim.

Como a plataforma gasta muito dinheiro em direitos autorais, qualquer lucro obtido em um trimestre precisa ser convertido em publicidade, pois o serviço precisa ter assinantes para sobreviver.

E… convenhamos: poucas coisas no mundo são tão valiosas quanto a publicidade de uniforme do Barcelona, um time de futebol com visibilidade global. Incluindo em mercados onde o próprio Spotify ainda não cresceu tanto quanto poderia.

Isso o que o Spotify está fazendo não é uma reinvenção da roda. A Chevrolet fez o mesmo com o Manchester United em 2014, e o resultado disso se materializou em uma maior presença da marca na Europa, incluindo o Reino Unido.

E o investimento do Spotify no Barcelona acontece mesmo em um momento onde o time catalão não está tão bem das pernas: não tem Messi, está fora da UEFA Champions League (está disputando a UEFA Europa League), e não está em posição confortável na LaLiga (Campeonato Espanhol).

Mas sua presença global compensa o momento não tão favorável dentro de campo.

O movimento do Spotify no Barcelona é, antes de qualquer coisa, uma aposta no futuro para os dois. O time de futebol busca novos talentos no campo e mais fãs fora dele, e a plataforma de streaming quer aumentar o seu número de assinantes e, por tabela, as receitas a longo prazo.

Para isso, o serviço de streaming olha para o exemplo de outras plataformas e redes sociais que são gratuitos mas se baseiam em publicidade, e um patrocínio com impacto global certamente fará com que o número de usuários aumente consideravelmente.

Especialmente quando o próprio Spotify entende que está neste momento lidando com uma concorrência bem hostil, com nomes de peso como Apple Music, Amazon Music e Tidal.

 

 

 

Quem não é visto não é lembrado

Todo mundo vai ver a marca Spotify na camisa do Barcelona a partir da próxima temporada e, com isso, se lembrar que o serviço existe e reconhecer a plataforma. Ou seja, o pessoal do marketing da empresa quer com isso evitar que a marca seja esquecida diante da concorrência.

A combinação do aumento da reputação vinculado a um dos maiores times de futebol do planeta combinado com uma margem de crescimento em um mercado global explicam a lógica do investimento do Spotify no Barcelona. Mas só o tempo vai dizer se a estratégia funcionou ou não.


Compartilhe