Alguns patinetes elétricos da empresa Lime foram retirados de circulação lá fora, depois que um grupo de hackers acessaram os arquivos de áudio dos veículos, reprogramando o recurso para que os veículos dissessem frases com um alto conteúdo sexual quando os mesmos são desbloqueados para o uso.

 

 

Patinetes obscenos

 

Isso aconteceu em Brisbane (Austrália), onde pelo menos oito patinetes elétricos foram hackeados, com os atacantes superando a segurança do firmware dos veículos, alterando os arquivos de áudio por mensagens sexuais explícitas. Os vídeos com o incidente pipocaram na internet, e é possível ver uma fila de patinetes emitindo frases pornográficas para qualquer pessoa que se aproximava do veículo para o desbloqueio.

 

 

Problemas com o firmware

 

Os patinetes da Lime estavam em fase de testes em Brisbane, mas não é a primeira vez que patinetes elétricos apresentam falhas de segurança. E falhas bem graves.

No começo do ano, a mesma Lime confirmou em um comunicado oficial que uma pequena porcentagem dos patinetes de sua frota foram comprometidos com um erro no seu firmware, que resultou no comportamento de freagem repentina da roda dianteira, provocando acidentes nos seus usuários, que são atirados para frente.

Ao que parece, quando o patinete se desloca em uma descida na velocidade máxima e perde estabilidade por causa de algum obstáculo ou imperfeição no asfalto, a roda dianteira freia bruscamente sem que o condutor acione o freio. Isso gerou alguns acidentes e fraturas para as vítimas.

É um grave problema para uma empresa que está em um setor cada vez mais emergente. É preocupante para qualquer usuário consciente saber que alguém com habilidades hacking pode acessar os arquivos desses veículos com relativa facilidade.

E os problemas da Lime devem servir como sinal de alerta para os demais fabricantes de patinetes elétricos e para todos os usuários desses veículos como um todo. Vários modelos podem ser sincronizados com o celular, o que abre a brecha para o hacking. E tal vulnerabilidade é muito perigosa.