O Lenovo Tab E7 é um dos novos tablets da Lenovo, com tela de 7 polegadas e Android Oreo Go.

O modelo tem tudo para ser o favorito dos seus filhos e/ou usuários mais casuais, que buscam uma maior fluidez para navegação na internet ou visualização de vídeos.

O Lenovo Tab E7 possui uma tela LCD de 7 polegadas (1024 x 600 pixels) com brilho de 250 nits, com um processador MediaTek MT8167 a 1.3 GHz, 1 GB de RAM e 16 GB de armazenamento (expansíveis via microSD de até 128 GB).

Nas conexões, encontramos uma porta micro USB 2.0, saída de áudio 3.5 mm, WiFi 802.11, Bluetooth 4.0, GPS e Rádio FM. Mas a principal característica do produto é contar mesmo com o Android Go, cuja atualização depende tanto da Google como da Lenovo, com potencial para atualização para outras versões do Android, com uma prometida maior fluidez em relação ao Android Stock com as mesmas características de hardware.

O preço sugerido do Lenovo Tab E7 é de 79 euros, e tem lançamento previsto para outubro de 2018.

Não podemos exigir muito de um tablet com essas características. Temos sempre que ter em mente que esse é um dispositivo de entrada, para usuários que querem realizar tarefas casuais no dispositivo, ou para o consumo de conteúdos multimídia de forma simples e direta.

Por outro lado, a adição do Android Go pode ser uma vantagem competitiva em relação aos modelos com Android Stock de outros fabricantes justamente na parte de desempenho, entregando uma experiência de uso mais ajustada. Tal detalhe deve deixar o dispositivo mais atraente para essas finalidades mais básicas e focadas no fator diversão.

Não dá para acreditar que um produto como esse pode salvar as vendas dos tablets no mercado. As quedas nas vendas vão continuar. Porém, entendo que boa parte dos usuários ainda procuram o dispositivo para o consumo multimídia além do smartphone, e não querem gastar muito para esse objetivo. E é nessa hora que os tablets de baixo custo funcionam muito bem.