Compartilhe

revenge porn

 

O Facebook vai recorrer à tecnologia de reconhecimento de imagem para identificar e impedir a disseminação do revenge porn.

O compartilhamento de imagens íntimas sem o consentimento da pessoa na imagem é um problema crescente, que pode ter consequências devastadoras, principalmente quando são menores de idade.

Quando uma imagem chega na internet, ela não pode ser mais controlada. Por isso, o Facebook quer dificultar a prática antes que isso aconteça.

As imagens classificadas como revenge porn não só serão removidas da plataforma, mas também o usuário será impedido de tentar compartilhar a mesma via Facebook, Instagram ou Messenger, recebendo uma mensagem indicando que aquela foto viola as regras do Facebook.

Evidentemente, qualquer “censura” automática requer cuidados, e certamente teremos alguns casos onde uma foto comum pode ser reconhecida por erro como uma imagem proibida. Mas levando em conta o problema em questão, entendo que o inconveniente inicial se justifica.

A medida não vai acabar com o revenge porn, pois o compartilhamento deve continuar em outras fontes. Ou até mesmo pelas plataformas do Facebook, através de um simples link.

Mas a simples iniciativa em dificultar a disseminação desse material já é um grande avanço. Afinal de contas, esse é um crime que precisa ser combatido.

 

Via TechCrunch


Compartilhe