Cenas escuras são provas de fogo para as novas TVs | TargetHD.net
TargetHD.net | Notícias, Dicas e Reviews de Tecnologia Cenas escuras são provas de fogo para as novas TVs | TargetHD.net Press "Enter" to skip to content
Wetten.com Brasil Apostas
Você está em | Home | Áudio e Vídeo | Cenas escuras são provas de fogo para as novas TVs

Cenas escuras são provas de fogo para as novas TVs

Compartilhe

Todo mundo reclamou da escuridão apresentada no terceiro episódio da temporada final de Game of Thrones. Porém, uma coisa que é preciso deixar clara é que, por mais que tudo realmente estivesse mais escuro que o normal, nem todas as TVs mostraram o episódio com a mesma qualidade. As TVs OLED, por conta de sua capacidade em exibir um negro puro, conseguiram exibir o que realmente acontecia naquele polêmico episódio.

Muitos usuários aumentaram o brilho de suas TVs para melhor ver o conteúdo. Mas esse é um grande erro, sem entregar melhorias na imagem. Nesse caso, a imagem fica mais lavada e sem detalhes. E é esse o cenário que diferencia uma boa TV das demais. E as TVs OLED são hoje asa que melhor tiram partido da imagem quando há zonas escuras nas cenas.

 

 

OLED e HDR, o melhor para lidar com esse tipo de cenas

 

 

A combinação das tecnologias OLED e HDR tem como objetivo oferecer na sala da sua casa o conteúdo com a melhor qualidade de imagem, representando ao máximo a intenção dos criadores de conteúdo. Mas… por que eles conseguiram entregar uma qualidade melhor que uma TV LED?

As TVs OLED não precisam de retroiluminação. Cada um dos pixels que formam esse painel é auto-luminiscente, ou seja, contam com luz própria.

As telas OLED usam materiais orgânicos que reagem de forma independente diante de uma determinada intensidade de voltagem. Não há filtros que reduzam a sua intensidade, e a luz vai direto para a tela.

Logo, quando uma TV OLED mostra uma imagem em negro, tudo o que ela faz é apagar os pixels correspondentes. Por definição, a cor negra significa a ausência total da luz, e esse é o motivo pelo qual a indústria afirma que uma tela OLED oferece um negro puro.

Poder controlar de forma tão precisa a luz é o segredo para obter uma melhor qualidade de imagem. Disso depende que a TV seja capaz de respeitar ao máximo a fidelidade e a precisão das cores. O seu maior controle de luz faz com que as TVs OLED sejam capazes de mostrar cada detalhe da cena, por mais escura que ela seja.

 

 

Já as TVs LED usam tiras de luzes LED para se iluminarem. Tal iluminação tem vários problemas que afetam as cenas mais escuras, como fugas de luz que podem ser vistas com facilidade na maioria das telas LED. Basta colocar uma imagem totalmente negra e verificar com atenção por onde ‘sai’ a luz. Além disso, temos o clouding, que são manchas na tela provocadas pelas áreas iluminadas de forma incorreta.

Por outro lado, também pode aparecer a contaminação lumínica, um efeito que mite um halo de luz na tela que não deveria estar ali.

Para tentar melhorar tais falhas, os modelos LED top de linha usam o sistema de iluminação Full Array, que é uma matriz de luzes LED colocada na parte traseira da tela. O sistema minimiza tais falhas, dependendo as áreas de iluminação que possui a TV que vai receber a tecnologia. E nem assim se aproxima do negro puro que consegue uma TV OLED.

Fato é que estamos desejando que a oitava temporada de Game of Thrones saia em Blu-ray, para quem sabe ver a série em nossa tela OLED com a qualidade merecida.


Compartilhe