Compartilhe

A ASUS apresentou na CES 2020 o ASUS Chromebook Flip C436, que também eleva o nível dos computadores pessoais com Chrome OS.

A promessa aqui é de uma experiência “sublime” com esse sistema operacional, e o seu formato conversível com chassi de magnésio entrega um portátil que pesa apenas 1.1 kg, com um acabamento Aerogel White em prata transparente que muda a cor quando olhamos para ele a partir de diferentes ângulos.

Vamos conhecer mais detalhes sobre esse portátil.

 

 

ASUS Chromebook Flip C436: principais características

Sua tela de 14 polegadas (FullHD) cobre 100% do espaço de cores sRGB. Essa tela está abrigada em um corpo de 13 polegadas graças às finas bordas, e seu multitoque suporta lápis óticos ativos com até 4.096 níveis de pressão para desenhos e anotações.

Seu hardware interno é certificado para o Projeto Athena da Intel, recebendo processadores Intel Core de décima geração, até 16 GB de RAM e SSD M.2 de até 512 GB (expansíveis com o armazenamento na nuvem via Google Drive).

O teclado é retroiluminado, com uma distância de espaçamento de tecla de 1.4 mm, entregando uma digitação mais cômoda. O leitor de digitais integrado no botão de liga/desliga garante uma segurança adicional ao equipamento.

O ASUS Chromebook Flip C436 suporta WiFi 6, possui duas portas USB Type-C, slot para microSD e conector para fones de 3.5 mm. Quatro alto-falantes certificados pela Harman Kardon reforça o ar premium desse notebook.

Não há data de lançamento ou preço definido para o ASUS Chromebook Flip C436, mas ele deve estar disponível em algum momento do primeiro semestre de 2020. E agora, até no hardware os Chromebooks podem bater de frente com PCs com Windows, superando o sistema operacional da Microsoft em alguns segmentos de mercado, como o educacional.

E com a chegada dos aplicativos Android e a compatibilidade com o Linux, o Chrome OS deixou de ter um funcionamento limitado pela nuvem para ser um sistema operacional muito mais versátil, o que naturalmente exige um hardware mais potente, especialmente para gerenciar as distribuições Linux.

2020 será um grande ano para os Chromebooks e para o Chrome OS. Vamos ficar de olho nessa expansão de mercado, pois pode ser uma das revoluções mais interessantes no mercado de PCs, que segue muito vivo, já que a tal era pós-PC não chega nunca.

 

 

Via ASUS


Compartilhe