Zoom: 10 perguntas e respostas

Compartilhe

O Zoom é o aplicativo de videochamadas em grupo que ganhou muito destaque nos últimos dias por conta da pandemia do coronavírus. A ferramenta pode ser muito bem vinda nos ambientes educacionais e profissionais, por causa de suas opções disponíveis para os usuários, com possibilidade em gravar as reuniões e conversar com até 100 participantes por vez.

Por isso, vale a pena responder algumas dúvidas frequentes sobre o Zoom, que são levantadas pelos novos usuários da plataforma (que não são poucos).

 

 

 

1) Zoom é de graça?

 

Sim… e não. A versão gratuita conta com algumas limitações, como a duração das chamadas (até 40 minutos com mais de duas pessoas; ilimitadas entre duas pessoas) e o número máximo de participantes, entre outras coisas. As diferenças entre as versões do Zoom (Basic, Pro, Business e Enterprise) podem ser conhecidas através desse link.

 

 

 

2) Qual o número máximo de pessoas que podem participar de uma videochamada?

 

O Zoom pode suportar até 100 pessoas na mesma videochamada por até 40 minutos no seu plano Basic. Os demais planos por assinatura paga contam com chamadas ilimitadas e podem suportar 300, 500 ou até 1.000 participantes ao mesmo tempo:

Basic: até 100 participantes.
Pro: até 100 participantes.
Business: até 300 participantes.
Enterprise: até 500 participantes na versão Standard, e até 1.000 participantes na versão Plus.

Assinaturas complementares permitem aumentar o número de pessoas em uma videochamada no Zoom.

 

 

 

3) É preciso fazer um registro para entrar em uma videochamada?

 

Não. Se o anfitrião da videochamada oferece a chave de acesso à mesma, você pode acessá-la sem conta ou e-mail de ingresso. Basta clicar nesse link. Mas para criar uma reunião, é preciso contar com uma conta no Zoom. Os demais participantes não precisam de uma conta, mas não poderão utilizar todos os recursos do aplicativo.

 

 

 

4) Zoom é seguro e confiável?

 

ATUALIZADO EM 01/04/2020 @ 16h22: a resposta é NÃO, e você tem os argumentos sobre isso nesse post.

 

 

 

5) Posso entrar em uma videochamada sem microfone ou câmera?

 

Sim. Você pode selecionar as opções Sem Microfone e Sem câmera ao entrar na videochamada. Se o seu equipamento não conta com alguns desses componentes, a chamada vai acontecer do mesmo jeito. Você só não consegue se comunicar com as demais pessoas.

 

 

 

6) Existe uma versão do Zoom para o Linux?

 

Sim, e existem várias formas para instalar o software. A primeira é opção gráfica: uma vez que você abre o Termina, digite o seguinte comando:

 

sudo apt install gdebi

 

Depois, faça o download do Zoom através desse link. A seguir, abra o programa e instale o mesmo como se fosse um aplicativo como outro qualquer. Se você optou por uma instalação através de comandos do Terminal, a lista de instruções que deve ser digitada é a seguinte:

 

sudo apt install ./zoom_amd64.deb

 

Depois, basta instalar as bibliotecas DEB. Você pode fazer o download através desse outro link.

 

 

 

7) Existe versões do Zoom para Android e iOS?

 

Sim. Alguns usuários afirmam que o funcionamento da ferramenta nessas versões deixa muito a desejar em alguns casos, de modo que recomendamos o uso para desktop ou a versão web do aplicativo. De qualquer forma, segue os links para download no Android e no iOS.

 

 

 

 

 

8) Tenho problemas com a versão do Zoom para smartphones: o que eu faço?

 

As últimas versões do Zoom para Android e iOS estão entregando problemas de estabilidade e problemas relacionados com o som do aplicativo. Por enquanto, tais problemas não contam com solução, de modo que o recomendado é eliminar os dados do aplicativo no smartphone, com a rotina: Ajustes > Aplicativos > Zoom > Apagar dados e cache.

 

 

 

9) A câmera não funciona: o que eu faço?

 

A câmera do seu dispositivo pode estar em uso em outro aplicativo. Aqui, o Zoom recomenda fechar todos os programas de videoconferência para solucionar essa falha. Tente também reiniciar o aplicativo ou atualizar os drivers de câmera através do site do fabricante.

 

 

 

10) O Zoom fica travando o tempo todo: o que eu faço?

 

Vários podem ser os motivos para esse problema. Se você tentou reinstalar o problema e os problemas persistem, verifique se os requisitos mínimos do seu equipamento cumprem com as exigências do aplicativo:

 

Processador: Intel Core i3, i5 ou i7 ou AMD equivalente de dois núcleos a 2 GHz ou mais.
RAM: 4 GB.
Sistema Operacional: Windows 7 ou superior, macOS X 10.7 ou superior e Ubuntu 12.04 ou superior.

 

Se as especificações cumprem tais requisitos, o problema pode estar na velocidade de leitura e gravação do disco rígido. Recomendamos sempre o uso de um SSD para agilizar a execução dos programas.

 

 

 

Zoom remove o SDK do Facebook

 

 

Na semana passada, o site Motherboard revelou que o Zoom estava compartilhando os dados dos seus usuários com o Facebook, mesmo quando esse usuário não tinha uma conta na rede social de Mark Zuckerberg. O motivo para isso acontecer foi o uso das APIs e do SDK da rede social em seu aplicativo, onde o compartilhamento de dados era “padrão” para o uso dessa ferramenta de desenvolvimento.

Pois bem, em um post no seu blog oficial, o Zoom explica o que aconteceu, e informa que removeu todas as conexões com o Facebook:

 

“Originalmente implementamos o recurso “Login com Facebook” usando o Facebook SDK para iOS, com o objetivo de fornecer aos nossos usuários outra maneira conveniente de acessar nossa plataforma.

No entanto, na quarta-feira, 25 de março de 2020, fomos informados de que o Facebook SDK estava coletando informações desnecessárias do dispositivo. As informações coletadas pelo Facebook SDK não incluíam dados e atividades relacionadas a reuniões como participantes, nomes, notas, etc.

Ele também incluiu informações sobre dispositivos como tipo e versão do sistema operacional móvel, fuso horário do dispositivo, sistema operacional do dispositivo, modelo e operadora de telefonia móvel do dispositivo, tamanho da tela, núcleos do processador e espaço em disco.

A privacidade de nossos clientes é incrivelmente importante para nós e, portanto, decidimos remover o SDK do Facebook em nosso cliente iOS.”

 

Ou seja, o Zoom basicamente confirmou tudo o que a matéria da Motherboard denunciou, mas enfatizou que as informações privadas relacionadas à videoconferência permaneceram anônimas.

A opção de usar o Facebook como forma de se conectar ao Zoom não foi completamente removida. Quem não tem problemas com a exposição de dados pode continuar a fazer isso, mas agora o aplicativo abre uma janela externa do navegador para que o usuário insira seus dados manualmente.


Compartilhe