suicida

O YouTube está virando o portal da escória da humanidade, e o caso mais recente, envolvendo Logan Paul, é uma prova clara do que estou falando.

O rapaz conta com 15 milhões de assinantes em seu canal oficial, e se envolveu em um escândalo sem precedentes, com o vídeo “We found a dead body in the Japanese Suicide Forest…”, onde ele e um grupo de amigos visitaram o bosque de Aokigahara, nas imediações de Fuji (Japão).

O local é conhecido por ser usualmente escolhido por suicidas, por ser uma área solitária e ao ar livre. No vídeo, Logan e seus amigos caminham pelo bosque, com a intenção de falar sobre outras histórias relativas ao parque. Quando eles se deparam com com o corpo de um suicida, eles decidem eternizar o momento em um vídeo, com “bom humor” (???)

O comportamento jocoso do youtuber e de seus amigos provocou várias reações negativas na internet, já que todos os envolvidos fizeram piada do suposto suicida.

A situação detonou uma resposta imediata por parte de Logan Paul e seus amigos, que apagaram o vídeo original do seu canal do YouTube. Mas é o tal ditado: uma vez na internet, não tem mais volta. Basta fazer uma simples busca em outras plataformas, e o vídeo é facilmente encontrado.

No vídeo original, o corpo do suposto suicida é mostrado o tempo todo, com o rosto da pessoa apagado digitalmente. Enquanto isso, Logan e seus amigos reagem sobre a descoberta do corpo, fazendo algumas piadas diante do cadáver.

 

 

Logan fez um pedido de desculpas públicas em sua conta oficial no Twitter. O youtuber afirma que não produziu o vídeo com a intenção de gerar views no seu canal, mas sim com a finalidade de alertar sobre o tema de forma positiva entre os seus seguidores. Se comprometeu que isso não vai acontecer de novo (até porque se acontecer ele assina um atestado de burrice).

Da parte do TargetHD, fica um alerta: você, que está passando por uma situação emocional delicada, procure ajuda com pessoas próprias ou com serviços preventivos ou de ajuda na sua cidade.

Você não está sozinho.