Yellow vs Prefeitura de São Paulo: a culpa é dos patinetes elétricos? | TargetHD.net
TargetHD.net | Notícias, Dicas e Reviews de Tecnologia Yellow vs Prefeitura de São Paulo: a culpa é dos patinetes elétricos? | TargetHD.net Press "Enter" to skip to content
Wetten.com Brasil Apostas
Você está em | Home | Notícias | Yellow vs Prefeitura de São Paulo: a culpa é dos patinetes elétricos?

Yellow vs Prefeitura de São Paulo: a culpa é dos patinetes elétricos?

Compartilhe

A prefeitura da cidade de São Paulo apreendeu nessa semana 500 unidades dos patinetes elétricos da Yellow. A medida foi tomada já em função das novas regras de funcionamento dos veículos e das empresas prestadoras desse serviço na cidade. E a Yellow não gostou disso. Tanto, que vai questionar a prefeitura de São Paulo na Justiça.

É um tema que nasceu polêmico, e vai continuar a gerar polêmica por um bom tempo. Os patinetes elétricos, assim como as bicicletas elétricas e até os monociclos elétricos vieram para chegar. Não vão ser banidos, apesar de alguns motoristas e pedestres entenderem que seria melhor que esses veículos ficassem bem longe das ruas e calçadas brasileiras.

Por outro lado, o Brasil não se preparou para essa mudança de mobilidade. Não temos ruas e calçadas adequadas para esses veículos, e o brasileiro médio se acostumou a utilizar mais o carro do que qualquer outro meio de transporte, sendo indiferente a outras alternativas de transporte (e ao direito de outras pessoas em utilizar essas alternativas).

 

 

Leis que punem a tecnologia, e não as pessoas de forma direta

 

A Yellow alega que o decreto da prefeitura de São Paulo é ilegal, e que os patinetes elétricos foram apreendidos de forma irregular. Sem falar que a multa pela infração do usuário é paga pela empresa, e não pelo condutor. É claro que a empresa pode repassar a multa para o usuário infrator do serviço, mas inicialmente o prejuízo cai nas costas da prestadora de serviço.

O que acontece em São Paulo é importante, e precisa ser visto pelas demais cidades brasileiras com atenção. Em Florianópolis (SC), cidade onde eu estou morando, essa polêmica também persiste, e eu entendo que só será resolvida quando o coletivo for re-educado de uma forma ampla.

Aprender as regras, compreender que precisa seguir as regras e, o mais importante de tudo, o respeito ao próximo. Enquanto isso não acontecer, a polêmica vai persistir. E os mais irracionais vão insistir em colocar a culpa na tecnologia. Nesse caso, a “culpa” é dos patinetes elétricos, e não dos seus condutores.

Vamos ficar de olho em como o impasse entre a prefeitura de São Paulo e a Yellow vai se resolver.

Quero dizer, eu espero que uma solução apareça.

 

Via G1, G1


Compartilhe