Wetten.com Brasil Apostas
Home » Smartphones » Xiaomi Redmi K30i 5G é econômico, mas tem tela com 120 Hz

Xiaomi Redmi K30i 5G é econômico, mas tem tela com 120 Hz

Compartilhe

Não, amigo leitor. Não acabou. A Xiaomi não apresentou todos os membros da família Redmi K30. Ainda havia um modelo que estava bem guardado, como uma carta na manga dois meses depois do lançamento do Xiaomi Redmi K30 Pro. Nesse caso, estamos falando do Xiaomi Redmi K30i 5G.

Este novo modelo é mais uma aposta dentro do segmento de linha média, que se diferencia dos demais smartphones que estão chegando ao mercado nos últimos meses por contar com uma tela com taxa de até 120 Hz no lugar de 90 Hz. Mas oferece o 5G, tal e como todos os lançamentos recentes. Insisto que esses são elementos considerados obrigatórios para qualquer dispositivo intermediário de 2020, e quem não entregar um ou outro item (ou os dois) vai ficar para trás.

Na prática, o Xiaomi Redmi K30i 5G é uma variante do Redmi K30 5G, onde a variação resulta em uma melhor relação custo-benefício, mas sem reduzir demais as especificações. Tanto é assim, que o design se mantém o mesmo, com cores chamativas e o módulo central para as câmeras traseiras, que se encaixam em um círculo com acabamento diferenciado.

Vamos então conhecer mais detalhes sobre o Xiaomi Redmi K30i 5G.

 

 

 

Muito parecido com os anteriores

 

 

Essa semelhança do Xiaomi Redmi K30i 5G com os modelos anteriores pode ser um problema para o novo dispositivo, e mostrar todas as características técnicas pode ajudar a ressaltar as principais vantagens (ou não) do modelo em questão.

Dito isso, o Xiaomi Redmi K30i 5G conta com uma tela LCD de 6.67 polegadas (FullHD+), com a já mencionada taxa de atualização de 120 Hz. Nesse dispositivo, essa taxa é um pouco mais alta do que a média dos novos telefones que estão chegando ao mercado em 2020, e esse é um diferencial a favor desse modelo.

 

 

O modelo conta com dimensões de 165,3 x 76,6 x 8,79 mm e peso de 208 gramas. É um modelo um pouco mais pesado do que o desejado para algumas pessoas, mas em se tratando de Xiaomi/Redmi, é algo que já estamos ficando acostumados a ver.

Seu processador é o Snapdragon 765G, trabalhando com 6 GB de RAM e 128 GB de armazenamento. Ou seja, configurações justas e básicas para um telefone de linha média de 2020, sempre pensando em uma melhor relação custo-benefício (pense em um cartão microSD desde já se você instala muitos aplicativos ou registra muitas fotos e vídeos no smartphone).

 

 

Nas câmeras, temos outras boas notícias. O sensor frontal do Xiaomi Redmi K30i 5G é duplo, com sensores de 20 MP (principal) + 2 MP (efeito bokeh), o que pode entregar diferenciais relevantes nas selfies. Na câmera traseira, um conjunto mais convencional, com um sensor de 48 MP (f/1.79, principal), acompanhado por um segundo sensor de 8 MP (f/2.2, grande angular) + sensor de 5 MP (f/2.4, lente macro) + sensor de 2 MP (f/2.2, efeito bokeh).

Na bateria, encontramos um módulo de 4.500 mAh, que trabalha com um sistema de recarga rápida de 30W. Números satisfatórios para os dias de hoje. O conjunto é gerenciado pelo sistema operacional Android 10 com a interface MIUI 11 (deve ser atualizada para a MIUI 12 com o passar do tempo).

Por fim, na parte de conectividade, o Xiaomi Redmi K30i 5G conta com o tão desejado 5G SA/NSA, reforçando a já muito explorada tendência de dispositivos de linha média com as redes de quinta geração. Além disso, encontramos nesse modelo o WiFi 5, Bluetooth 5.1, NFC, conector para fones de ouvido de 3.5 mm, USB-C e IR Blaster. Seu leitor de digitais fica na lateral do dispositivo.

 

 

Custando 245 euros (já convertidos), o Xiaomi Redmi K30i 5G com certeza vai chamar a atenção dos brasileiros (mesmo com o dólar e o euro nas alturas) pela excelente relação custo-benefício. Só não sei se pinta por aqui tão cedo pelas vias oficiais, pois como você bem sabe, 5G no Brasil vai demorar.

E, com isso, o Snapdragon 765G está se consolidando cada vez mais na posição de “rei da linha média premium”, e não resta dúvidas que novos dispositivos com esse chip vão desembarcar no mercado nos próximos meses.


Compartilhe