Xiaomi POCO X3: 120 Hz e Snapdragon 732G, gamers! | TargetHD.net
TargetHD.net | Notícias, Dicas e Reviews de Tecnologia Xiaomi POCO X3: 120 Hz e Snapdragon 732G, gamers! | TargetHD.net Press "Enter" to skip to content
Wetten.com Brasil Apostas
Você está em | Home | Smartphones | Xiaomi POCO X3: 120 Hz e Snapdragon 732G, gamers!

Xiaomi POCO X3: 120 Hz e Snapdragon 732G, gamers!

Compartilhe

Lá vem a Xiaomi apresentando um novo smartphone da família POCO. E isso porque eu já pensava em comprar o POCO F2 Pro no final do ano para substituir o Pocophone F1. Pois bem, o POCO X3 é o sucessor direto do X2, ou seja, ele está dentro do segmento de linha média.

E nem por isso ele deixa de ser um produto interessante. Quem sabe ele é interessante justamente por fazer parte do segmento de linha média.

Com um segmento cada vez mais competitivo e com fabricantes lançando dispositivos mais atraentes por um preço que não esfole o nosso rim, o mercado de smartphones de linha média ganhou um novo fôlego em 2020. Se aproveitou bem do caos que todos viveram para apresentar modelos que são chamativos pelos aspectos positivos, e nunca ficou tão claro que hoje vale mais a pena ter um smartphone intermediário bom do que um top de linha premium com preços absurdos.

O POCO X3 tem tudo para ser mais um claro exemplo disso, já que entrega especificações técnicas que chamam a atenção de muitos usuários. Principalmente os gamers, que devem ter aberto os olhos para a sua combinação de hardware. E tudo isso é oferecido por um preço que não obriga aqueles que desejam ter um dispositivo decente no bolso a sequestrar a avó ou a sogra (que é a avó do seu filho).

 

 

 

120 Hz é a bandeira a ser defendida

 

 

Tá, pode me incomodar um pouco esse módulo de câmera protuberante do POCO X3, especialmente pelo fato de ser um módulo quadrado dentro de um adorno redondo. Vou ter que encarar isso como uma identidade visual ou tendência de design dentro da POCO e, definitivamente, ignorar que isso existe, caso eu queira ter uma unidade desse smartphone comigo. Não é algo que me agrada. Ponto.

Sem falar que esse módulo de câmera é saltado do seu corpo, algo que eu acho simplesmente abominável. Em compensação, a parte traseira tende a ser mais limpa, já que o leitor de digitais fica na lateral, e o acabamento da parte traseira tem uma curva para os lados. Ao menos nesse aspecto o dispositivo é visualmente atraente pelos aspectos positivos.

 

 

O primeiro grande ponto positivo do POCO X3 é a sua tela de 120 Hz, apesar de ser IPS. As 6.67 polegadas em resolução FullHD+ deve fazer a alegria dos gamers e daqueles que querem consumir conteúdos no dispositivo, mostrando que até mesmo um dispositivo de linha média pode ter uma tela mais rápida do que o famigerado Samsung Galaxy Note 20 (com vergonhosos 60 Hz). Além disso, a tela recebe um furo no centro para abrigar a câmera frontal e sua taxa de amostragem ao toque é de 240 Hz, reforçando ainda mais o desejo de conquistar os gamers de plantão.

De quebra, a tela do POCO X3 conta com o ajuste automático da taxa de atualização que está presente no Samsung Galaxy Note 20 Ultra, o que resulta em um menor consumo energético. A POCO mandou muito bem nesses aspectos técnicos, e apesar da tela contar com um material mais simples que o AMOLED tão desejado por muitos usuários, as tecnologias embarcadas compensam no final das contas.

 

 

 

A estreia do Qualcomm Snapdragon 732G

 

 

O POCO X3 não entrou na onda do 5G, já que o 4G ainda tem muito caldo e se fará presente no mercado por muitos anos. E essa decisão pode ser considerada como correta quando pensamos qual é o perfil desse dispositivo: um modelo de linha média premium com preço ajustado e apresentando diferenciais pontuais para uma melhor experiência de uso e desempenho.

Nesse sentido, outra grande novidade do POCO X3 é que ele marca a estreia de um novo processador da Qualcomm, o Snapdragon 732G, que é uma evolução do bem sucedido Snapdragon 730G que também foi lançado em 2020. Podemos imaginar aqui uma maior potência no desempenho com um melhor gerenciamento de energia e de outros recursos de hardware. Nesse modelo, o chip vem acompanhado de 6 GB de RAM, com opções de 64 GB ou 128 GB de armazenamento.

 

 

Para ajudar a obter o melhor desempenho possível dom o Snapdragon 732G, o POCO X3 conta com um sistema de refrigeração próprio, o LiquidCool Technology 1.0 Plus, que recebe cobre e grafite para reduzir as temperaturas internas dos seus componentes, mantendo tudo sob controle nas atividades mais exigentes.

Sua bateria de 5.160 mAh é generosa, e é acima do que hoje eu considero aceitável para qualquer smartphone decente no mercado. E, quando pensamos que o POCO X3 trabalha com taxa de atualização variável, podemos imaginar que sua autonomia de bateria será mais que satisfatória para o seu nível de exigência.

De quebra, essa bateria conta com um modo de recarga rápida de até 33W, permitindo que os 5.160 mAh já mencionados sejam carregados em 100% em 65 minutos. E… sim… o carregador já está incluído no kit de venda do produto, algo que alguns fabricantes de tecnologia precisam adotar como hábito.

Outros benefícios agregados do POCO X3 me agradam, como a presença do NFC, do sensor de infravermelhos e do conector para fones de ouvido de 3.5 mm, além dos alto-falantes para o som estéreo e um modo especial de software para os videogames. Algo mais do que esperado por tudo o que vimos até aqui. Tudo é gerenciado pelo Android 10 com a MIUI 12 como capa de personalização, e a POCO promete até três anos de atualizações para este modelo, o que pode ser mais um diferencial para quem decidir comprar esse smartphone e pretende manter o modelo como seu dispositivo principal por mais tempo.

 

 

 

Vamos voltar a falar das câmeras

 

 

Aquele módulo de câmeras que tanto me incomoda abriga quatro sensores traseiros. A ideia em deixar tudo mais acessível no preço tem como consequência direta a ausência dos estabilizadores óticos e das lentes teleobjetivas. É o preço que se paga para ter um smartphone com a melhor relação custo-benefício e, pelo menos para mim, não seria uma escolha que atende as minhas necessidades (não consigo mais viver sem um estabilizador ótico nas câmeras dos smartphones).

As câmeras do POCO X3 são as seguintes:

Sensor principal de 64 megapixels (1,6 µm pixels) e lente com abertura de f / 1,89.
Ultra grande angular f / 2.2 com sensor de 13 megapixels (pixels de 1 µm).
Macro com abertura f / 2.4 e sensor de 2 megapixels (pixels de 1,75 µm).
Sensor de 2 megapixels (1.75 μm pixels) para leitura de profundidade com lente com abertura de f / 2.4.

Ou seja, são sensores fotográficos com enorme potencial para entregar fotos de boa qualidade, e o foco desse dispositivo não é oferecer a melhor câmera que você pode encontrar em um smartphone, mas sim uma câmera que entrega fotos que não façam você passar vergonha nas redes sociais.

Muito da qualidade fotográfica do POCO X3 depende do seu software de câmera que, nesse caso, oferece diferentes modos para cada tipo de lente e outros recursos adicionais que não são tão comuns em dispositivos dentro de sua categoria, como o modo caleidoscópio que já está presente em outros smartphones e o AI Skyscarping 3.0 para realizar fotos noturnas e adicionar efeitos no céu.

Ah sim… antes que você pergunte… não há informações técnicas sobre a câmera frontal do dispositivo, já que a Xiaomi não falou nada sobre isso.

 

 

 

POCO X3: o que aprendemos até aqui?

 

 

O POCO X3 é um daqueles smartphones que devem ser muito procurados nos sites de importação mais populares do mercado, pois é a Xiaomi fazendo o que sabe fazer de melhor: entregando a melhor relação custo-benefício possível.

O modelo faz algumas concessões onde pode fazer, uma vez que o seu foco claro é o equilíbrio nas especificações com o menor preço possível, e se destaca positivamente pela tela com 120 Hz, pela bateria generosa e pela estreia do processador Snapdragon 732G. Os argumentos são mais do que válidos para os gamers olharem para esse dispositivo com atenção, especialmente quando pensamos nos preços sugeridos.

POCO X3 6 + 64 GB: 229 euros, com oferta de lançamento por 199 euros.
POCO X3 6 + 128 GB: 269 euros, com oferta de lançamento por 249 euros.

 

 

Não há previsão de lançamento do POCO X3 para o Brasil, nem mesmo estimativa de preço sugerido. Porém, fica a dica: o modelo já está homologado pela Anatel, o que indica que o seu lançamento por aqui deve acontecer em algum momento no futuro.

 

 

 

Xiaomi Poco X3: ficha técnica

 

 

Tela: LCD de 6,67 polegadas, resolução Full HD+ (2400 x 1080), 395 ppi, HDR10, proporção de 20:9, taxa de atualização de 120 Hz e taxa de amostragem de toque de 240 Hz
Processador: Qualcomm Snapdragon 732G octa-core de até 2,3 GHz (Kryo 470) e chip gráfico Adreno 618
RAM: 6 GB (LPDDR4X)
Armazenamento: 64 GB e 128 GB (UFS 2.1), expansível por cartão microSD de até 256 GB
Câmera traseira quádrupla:
principal: Sony IMX682 de 64 megapixels, f/1.89
ultrawide: 13 megapixels, f/2.2, 119º
macro: 2 megapixels, f/2.4
profundidade: 2 megapixels, f/2.4
Câmera frontal: 20 megapixels, f/2.2
Bateria: 5.160 mAh, carregador de 33 W (na caixa)
Sistema operacional: Android 10 (MIUI 12)
Conectividade: USB-C, entrada dedicada para fones de ouvido (3,5 mm), Bluetooth 5.1, Wi-Fi 5 e NFC
Mais: leitor de digitais na lateral, emissor infravermelho, certificação IP53, sistema de resfriamento e Dual SIM
Dimensões e peso: 165,3 x 76,8 x 9,4 mm; 215 g

 

 

Via  XiaomiXDA-Developers


Compartilhe