Xiaomi não para de crescer, e é a grande ameaça no mercado de smartphones | TargetHD.net
TargetHD.net | Notícias, Dicas e Reviews de Tecnologia Xiaomi não para de crescer, e é a grande ameaça no mercado de smartphones | TargetHD.net Press "Enter" to skip to content
Wetten.com Brasil Apostas
Você está em | Home | Notícias | Xiaomi não para de crescer, e é a grande ameaça no mercado de smartphones

Xiaomi não para de crescer, e é a grande ameaça no mercado de smartphones

Compartilhe

Se Apple, Samsung, LG ou Sony, gigantes do setor de telefonia que registraram quedas nas vendas de dispositivos, acreditavam que a Huawei era a força emergente a ser combatida, elas estão completamente enganadas. A Xiaomi é a grande ameaça. Ela não para de crescer, mesmo com a contração do mercado.

Só a Xiaomi e a Huawei conseguem crescer no mercado de smartphones nesse momento. Porém, o crescimento da Xiaomi é algo vertiginoso e até surpreendente: ao redor do mundo, a marca cresceu 52.6% em relação ao ano anterior. O faturamento é de nada menos que US$ 22 bilhões, algo impressionante para uma empresa que, até o momento, só estava se aventurando fora do mercado chinês.

Para você ter uma ideia do quanto representa esse crescimento em escala, a Samsung faturou em 2018 US$ 53 bilhões, em um crescimento de apenas 2%. Tudo bem, a Xiaomi pode estar bem longe dos números astronômicos da Samsung. Porém, é só nesse momento que a marca começa a apostar a sério nos mercados internacionais ou fora da China, abrindo lojas oficiais em outros países e estabelecendo parcerias com empresas que estão distribuindo os seus produtos em mercados específicos, tal e como a DL faz isso no Brasil. Caso contrário, os fãs da marca tinham que apelar para as importações.

 

 

Se bem que o ideal mesmo seria ver uma loja física da Xiaomi aqui no Brasil, e não apenas pelo preço mais em conta, mas também para contar com uma assistência técnica especializada, onde os usuários poderiam recorrer ao pessoal especializado para encontrar soluções em caso de problemas.

Os números da Xiaomi nos leva a crer que não existe uma saturação no mercado de smartphones. Ou se pelo menos existe, não estão atingindo marcas como Huawei e Xiaomi, que continuam crescendo no segmento. E é nesse momento que entendemos como o preço continua falando mais alto para o consumidor na hora de definir qual modelo comprar. A qualidade dos produtos quase não apresenta diferença para os seus concorrentes, mas os preços finais de cada dispositivo é o que pesa na decisão do consumidor (ou é o que pesa menos, nesse caso).

 

Via Xiaomi


Compartilhe