Wetten.com Brasil Apostas
Home » Análises e Reviews » Xiaomi Mi 11: vale a pena?

Xiaomi Mi 11: vale a pena?

Compartilhe

O Xiaomi Mi 11 dá uma pausa nas minhas férias, e gera algumas irritações em muitos usuários no final de 2020 e começo de 2021.

Ninguém tem dúvidas que o modelo é um autêntico top de linha por causa de suas especificações, que serão a referência para os telefones top de linha Android para o ano que vem. Porém, o ineditismo do hardware potente é ameaçado pela falta de originalidade ao copiar a Apple na desculpa nefasta em remover o carregador do kit de venda.

Será que as especificações técnicas poderosas do Xiaomi Mi 11 compensam a necessidade de investir ainda mais dinheiro para comprar um carregador em separado para “salvar o meio ambiente” (algo que muita gente sabe que não será suficiente para salvar)?

Pouco provável, mas vou fazer a minha parte, e apresentar o produto para o amigo leitor. Você é livre para tirar suas conclusões.

 

 

 

Xiaomi Mi 11: principais características

 

 

Temos aqui o melhor do melhor do Android para o começo de 2021, e as especificações técnicas do Xiaomi Mi 11 serão a referência para os demais modelos que serão lançados nos próximos meses.

O dispositivo possui uma ótima tela AMOLED de 6.81 polegadas (QHD+), com taxa de atualização de 120 Hz e atualização ao toque de 480 Hz, brilho de 1.500 nits, contraste de 5.000.000:1, HDR10+/DCI-P3 e a nova proteção Gorilla Glass Victus. Quem sabe o Samsung Galaxy S21 ou S21+ supere esses números.

O Xiaomi Mi 11 possui o processador mais poderoso da Qualcomm em 2021, o Snapdragon 888 a 2.84 GHz, trabalhando com GPU Adreno 660 e versões diversas de RAM e armazenamento (padrão LPDDR5 UFS 3.1 em todos os modelos): 8 GB + 128 GB, 8 GB + 256 GB e 12 GB + 256 GB.

 

 

Nas câmeras, encontramos um conjunto triplo de sensores traseiros, com 108 MP (f/1.85, principal) + 13 MP (f/2.4, grande angular com 123 graus) + 5 MP f/2.4, macro), e uma câmera frontal de 20 MP que grava vídeos em Full HD a 60 fps. As câmeras traseiras podem registrar vídeos em 8K a 30 fps, ou em 4K a 60 fps.

O sistema operacional já é o Android 11 com a interface MIUI 12, e a bateria conta com 4.600 mAh, com modo de recarga rápida de 55W, recarga sem fio de 50W e carga reversa de 10W. Lembrando que a recarga rápida só será nessa velocidade se você investir mais dinheiro para adquirir o carregador rápido em separado.

O Xiaomi Mi 11 tem a conectividade que se espera de um dispositivo de sua categoria e preço: 4G/5G, WiFi 6, Bluetooth 5.0, GPS, NFC, IR e USB Type-C. Os alto-falantes estéreo recebem a assinatura da Harman Kardon, e o leitor de digitais está integrado na tela.

O modelo tem dimensões de 164,3 x 74,6 x 8,06 milímetros e peso de 194 gramas.

 

 

 

Vale a pena?

 

 

Apesar da irritação dos fãs da Xiaomi com a remoção do carregador de bateria no kit de venda (e com razão, pois não concordo com tal atitude, independente do fabricante), o Xiaomi Mi 11 ainda é bem mais barato do que será os seus principais concorrentes dentro do segmento de dispositivos top de linha, e recebendo as especificações técnicas mais completas que você poderá encontrar nos primeiros meses de 2021.

Você até pode não viver o mundo perfeito com ele por causa do carregador que ficou de fora, mas muito provavelmente vai se calar para isso, pois é um smartphone que custa bem menos que os modelos de outros fabricantes que também deixaram o carregador de fora do kit de venda.

Logo, pense na relação custo-benefício que o Xiaomi Mi 11 pode oferecer… e aceita, que dói menos. Infelizmente, temos uma nova realidade no mercado de smartphones, onde os carregadores vão ficar de fora dos kits de venda. E em algum momento no futuro vamos ter que sucumbir ao novo modus operandi dos fabricantes.

A não ser que aconteça uma drástica mudança nos consumidores que resultem em uma mudança de opinião por parte dos fabricantes. E aqui, estou falando especificamente em parar de comprar dispositivos que não contam com o carregador.

Algo que não deve acontecer, mesmo porque o iPhone 12 já é um dos smartphones mais vendidos do mundo.

 

 

 

Preços

 

Xiaomi Mi 11 com 8GB/128GB: 500 euros
Xiaomi Mi 11 com 8GB/256GB: 538 euros
Xiaomi Mi 11 com 12GB/256GB: 589 euros

 

 

 

Via XDA-Developers


Compartilhe