Compartilhe

Eu comprei o Poco F2 Pro, pois gostei muito do Pocophone F1 que usei por quase dois anos. E estou muito feliz com o novo modelo. Porém, comprei esse modelo porque ele estava disponível na minha cidade, e porque era o que o meu dinheiro conseguia pagar naquela época.

Não posso negar que o Xiaomi Mi 10T é um modelo muito similar ao Poco F2 Pro, ao mesmo tempo que possui diferenças marcantes que o torna muito atraente. Por isso, me atrevo a comparar os dois modelos para ajudar aos mais indecisos sobre qual deles vale a pena investir o seu dinheiro.

 

 

 

Design e telas

 

 

O Mi 10T conta com um módulo de câmeras na lateral em formato retangular, e o Poco F2 Pro em formato arredondado. Confesso que me acostumei com a proposta do segundo modelo. Já na frontal, o primeiro tem tela com furo e o segundo possui a câmera retrátil. E nem preciso dizer que a tela limpa, sem furos ou notch, sempre agrada mais.

Os dois contam com construção baseada em cristal e alumínio, com pesos similares (216 e 219 gramas respectivamente).

 

 

As dimensões das telas são as mesmas (6.67 polegadas), mas enquanto o Mi 10T conta com taxas de atualização de 144 Hz, o melhor material (AMOLED) e a melhor resposta ao toque (até 180 Hz) estão no Poco F2 Pro, sem falar que o segundo modelo conta com maior superfície útil por causa do notch.

 

 

 

Potência

 

 

Os dois modelos recebem o processador Snapdragon 865, o mais completo de 2020. As diferenças estão nas tecnologias, com discreta vantagem para o Mi 10T por contar com uma RAM do tipo LPDDR5, superior ao do Poco F2 Pro. Os demais itens são os mesmos nos dois modelos, incluindo a tecnologia de armazenamento UFS 3.1.

 

 

 

Câmeras

 

 

Aqui, muitas semelhanças com discretas diferenças.

O sensor principal nos dois modelos é de 64 MP, assim como o sensor grande angular de 13 MP e a lente macro de 5 MP. O Poco F2 Pro possui um sensor extra de 2 MP para o modo retrato. A câmera frontal de 20 MP assinada pela Samsung é a mesma par aos dois modelos, assim como a gravação de vídeos em 4K e 8K e o estabilizador de imagem digital.

 

 

 

Bateria e conectividade

 

 

O Xiaomi Mi 10T oferece 5.000 mAh de bateria com carga rápida de 33W, enquanto que o Poco F2 Pro fica com 4.700 mAh de bateria, com recarga de 30W. Nos dois casos, você com certeza vai contar com pelo menos um dia de uso longe da tomada, e com sobras.

Apenas o Mi 10T conta com carga reversa, mas os dois modelos recebem sistema de refrigeração. O leitor de digitais do Poco F2 Pro está na tela, enquanto que no Mi 10T se encontra na lateral.

Os dois modelos recebem 5G, GPS, Bluetooth 5.1 LE e NFC. O infravermelho também está presente nos dois telefones, mas apenas o Poco F2 Pro mantém o conector de 3.5 mm para fones de ouvido.

 

 

 

MIUI 12

 

 

A capa de personalização da Xiaomi está presente nos dois modelos, mas o Poco F2 Pro conta com sua launcher própria. As principais opções estão nos dois casos, mas a o recurso Always On Display só está presente no Poco F2 Pro por causa de sua tela AMOLED. Ambos contam com o Android 10 e receberão o Android 11 nos próximos meses.

 

 

 

Qual devo comprar?

 

O Xiaomi Mi 10T é naturalmente mais caro, apesar do Poco F2 Pro não ser tão barato assim. Nos dois casos, se prepare para pagar o preço por dois telefones top de linha que são modelos de respeito.

Na hora da escolha, leve em consideração o que mais é relevante para o seu uso diário. Porém, os dois telefones são muito similares. Por um lado, o Poco F2 Pro ganha no design e na relação custo-benefício. Por outro lado, o Xiaomi Mi 10T é melhor por detalhes de seu hardware e pela bateria maior.

São ótimos smartphones… mas… não me arrependo em ter investido no Poco F2 Pro. Na minha opinião, ele é mais interessante no conjunto geral, atendendo muito bem as minhas necessidades.


Compartilhe