Xiaomi começa a vender seus smartphones no Submarino, Americanas e Shoptime | TargetHD.net
TargetHD.net | Notícias, Dicas e Reviews de Tecnologia
Xiaomi começa a vender seus smartphones no Submarino, Americanas e Shoptime | TargetHD.net Press "Enter" to skip to content
Wetten.com Brasil Apostas
Você está em | Home | Notícias | Xiaomi começa a vender seus smartphones no Submarino, Americanas e Shoptime

Xiaomi começa a vender seus smartphones no Submarino, Americanas e Shoptime

Compartilhe

A Xiaomi quer mesmo expandir os seus negócios no mercado brasileiro, e a sério. Pelo visto, a marca entendeu o que fez de errado na primeira tentativa, e agora quer se consolidar de vez por aqui, trabalhando com parceiros fortes para distribuir os seus produtos.

A Xiaomi fechou uma parceria com a B2W, responsável pelas lojas online Submarino, Americanas.com e Shoptime. Com isso, é possível comprar os smartphones da gigante chinesa nesses e-commerces, incluindo os produtos que são considerados os “carros chefe” dessa volta da marca em nosso mercado (Mi 9, Mi 8 Lite, Redmi Note 7, Redmi 7, Redmi Go, Redmi Note 6 Pro e Pocophone F1)

As vendas desses produtos nos e-commerces da B2W começam hoje (19), e devem receber a indicação da Xiaomi como parceira. Outros representantes não autorizados oferecem esses mesmos smartphones, de modo que aqueles que querem ter a garantia de 12 meses precisam ficar atentos antes de fechar a compra nas lojas online.

 

 

Produtos vendidos de forma oficial, via B2W e DL Eletrônicos

 

 

Os produtos da Xiaomi que estão na parceria com a B2W recebem a indicação de “vendido e entregue por” Submarino, Americanas.com ou Shoptime. O pós venda é feito por cada e-commerce com a DL Eletrônicos (que também é responsável pelo suporte técnico dos telefones da Xiaomi no Brasil.

Não há informações se os demais produtos da Xiaomi serão comercializados pela B2W. Itens como o patinete elétrico M365 são vendidos pela DL Eletrônicos em outros grupos de e-commerce nacionais, como por exemplo, nas Casas Bahia.

No passado, a Xiaomi acreditou que, sozinha, vendendo pelo próprio site, poderia conquistar o consumidor brasileiro. Não deu certo, e por dois motivos bem simples: 1) a Xiaomi não era conhecida pelo grande público, e 2) na época, muita gente estava desconfiada sobre o formato de compra de produtos por um site independente.

O momento agora é outro. O consumidor amadureceu, e a Xiaomi entendeu como as coisas funcionam por aqui. Ela agora sabe que, sem parceiros, não consegue expandir a marca junto ao consumidor. Logo, a nova parceria com a B2W nada mais é do que um reflexo desse entendimento da empresa, e um sinal claro que dessa vez ela chegou para ficar.

Apesar dos seus preços oficiais um tanto quanto inflados.

 

Via Exame


Compartilhe
TargetHD.net