Compartilhe

A Xiaomi sempre esteve em evidência. Mas nos últimos dias, ela está em modo ‘onfire’. E não por causa dos lançamentos em si, mas pela “elevada tendência de inspiração”, com o olhar da gigante chinesa para outras empresas de tecnologia e outros temas polêmicos.

Primeiro foi o Xiaomi CC com câmera flip, “altamente inspirado” no ASUS Zenfone 6. Depois, a propaganda que foi “altamente inspirada” em uma campanha da LG. Por fim, os produtos comercializados na loja da Xiaomi em São Paulo que não estavam homologados pela Anatel.

É muita coisa para uma empresa só. Mas… tem mais!

 

 

Xiaomi bate na mesa e faz ameaças!

 

 

A Xiaomi se prepara para lançar uma nova versão dos Mimoji com o futuro smartphone Mi CC9. As novas figuras vão adotar a forma humana (no lugar de animais) e poderão ser desenhados para que se pareçam com os seus donos.

Muitos blogs e sites chineses começaram a acusar a Xiaomi de plágio, já que a Apple lançou a algum tempo os Memoji, que são Animojis com aspectos humanizados que podem ser desenhados para que se pareçam com o usuário.

A Xiaomi olhou para as acusações, e emitiu um comunicado para esclarecer que não copiou a Apple. Também ameaça com ações legais contra aqueles que estão difundindo informações imprecisas, onde a empresa denomina tais ações como ‘criminosas’.

 

 

Eu entendo que é o típico caso que as imagens falam por si, e que você pode tirar as suas conclusões.

De qualquer forma, o Diretor Geral de Relações Públicas do Grupo Xiaomi, Xu Jieyun, emitiu outra declaração similar quando a empresa lançou pela primeira vez este recurso em maio de 2018, com o nome Mimoji. Ele afirmou que a Apple mudou o seu nome para Memoji em 5 de junho de 2018, e que a lógica funcional dos produtos é muito diferente.

A declaração da companhia também pede aos acusadores que apresentem provas para respaldar sua afirmação e, caso continuem difundindo tal informação sem o adequado respaldo de provas, a empresa vai tomar ações legais.

 

 

Lembrando que nós do TargetHD.net não estamos acusando ninguém de nada. Só apresentamos os fatos e detectamos o que chamamos de “elevada tendência de inspiração”. Mais uma vez, eu convido ao amigo leitor para que olhe as imagens e tire as suas conclusões.

 

Via Tekinofilo


Compartilhe