Xbox Series X, e (parte) de suas especificações técnicas

Compartilhe

A Microsoft apresentou ao mundo o Xbox Series X durante o The Game Awards 2019. A empresa matou a curiosidade de todo mundo, mostrando o design do console da próxima geração, mas deixando vários detalhes ocultos do grande público. Ou pelo menos tentou fazer isso.

O que antes era conhecido como Project Scarlett agora é uma realidade que vai chegar ao mercado no final de 2020. Porém, nem todos os segredos sobre o produto foram oficialmente revelados pela Microsoft. O que não quer dizer que tais segredos ficariam ocultos por muito tempo.

O pessoal do site IGN afirma que, de um modo geral, o nome Xbox Series X não foi de agrado para muita gente (de fato, é um nome que não chega a convencer), mas que faria muito sentido se você considerar que estamos diante de um console de uma nova geração que terá uma série de novos produtos, onde muitos falam de uma versão mais acessível do console e outra e outra com maior potência.

Tais rumores só devem ser confirmados quando essa hipotética nova série de produtos for oficialmente apresentada, algo que deve acontecer na E3 Games 2020, em junho.

A IGN também tem uma lista das especificações técnicas do Xbox Series X. São “fontes confiáveis”, mas os dados não foram oficialmente revelados pela Microsoft. Logo, devemos encarar a lista como rumores.

 

 

As especificações técnicas do Xbox Series X

Processador personalizado baseado na última versão do Zen 2 e na arquitetura RDNA da AMD
SSD NVMe para reduzir drasticamente os tempos de carga
Memória RAM GDDR6
Ray Tracing
Tecnologia de sombreamento de taxa variável

 

O console será capaz de executar jogos em 4K e 60 FPS resolução sem maiores problemas, e em alguns casos ele poderá alcançar o 8K a 120 FPS. problema, ele pode chegar a 8K e 120 FPS em certos casos.

Isso não é tudo. Vários detalhes ainda serão revelados, mas fato é que, se tudo o que foi mencionado até agora for confirmado, o Xbox Series X começa a sua trajetória muito bem, especialmente pelo fato do mesmo ser retro compatível com as gerações anteriores.

 

Via IGN


Compartilhe