Em 8 de abril de 2014, a Microsoft decidiu abandonar as atualizações via Windows Update das versões Home e Professional do Windows XP. Desde então, muitos usuários migraram para versões mais atuais do software. Porém, o seu suporte para correções e atualizações de segurança para o Windows Embedded POSReady 2009 (última versão estável baseada no Windows XP) continuou por alguns anos. E o prazo de cinco anos estabelecido pela própria Microsoft encerrou no dia 9 de abril.

 

 

17 anos, 7 meses e 16 dias

 

Isso significa que, de forma oficial (e só agora), o Windows XP está morto, se torando a versão mais longeva da história do sistema operacional, com 17 anos, 7 meses e 16 dias. No começo de 2019, o Windows 10 finalmente se tornou a versão mais utilizada do sistema operacional, superando o Windows 7, que precisou de dois anos para superar o Windows XP e se tornar o sistema operacional mais utilizado do planeta.

Muitos usuários (pela necessidade) ainda ficam com o Windows XP, que segue perdendo cota de mercado. No mundo, 1.97% dos computadores ainda funcionam com essa versão. Algo inusitado, levando em consideração o avanço tecnológico e as ameaças virtuais que nos cercam.

Dependendo do tipo de uso dado para esses computadores, manter o Windows XP funcionando pode ser algo bem irresponsável, pois em nenhum momento se prioriza a segurança dos dados armazenados no dispositivo. A decisão mais segura nesse caso é sempre migrar para uma versão que ainda conta com suporte oficial da Microsoft.

De qualquer forma, é o fim de uma era. O Windows XP fez parte da vida de muitos dos geeks e fãs de tecnologia, e por muito tempo. Muito mais tempo do que muitos de nós poderíamos imaginar, mas tempo suficiente para entrar para a história da informática.

E eu me pergunto se algum leitor do TargetHD.net ainda está usando o Windows XP. Desconfio que não pois… qual navegador web ainda é compatível com essa versão?