Todo mundo sabe que a Microsoft tem um rival no mercado de sistemas operacionais para desktops de baixo custo e educacionais: o Chrome OS. E a forma que a empresa de Redmond vai combater a ameaça do Google é com o Windows Lite.

Sim, já falamos dele antes. Mas… você sabe o que é o Windows Lite?

 

 

Windows Lite: mais leve e rápido

O nome Windows Lite já foi flagrado no SDK do Windows 10, e o software foi confirmado por alguns colaboradores da Microsoft para alguns jornalistas especializados. Mas além das mudanças estruturais, o novo sistema oferece mudanças estéticas, com destaque para a eliminação dos mosaicos.

O Windows Lite vai oferecer um launcher de aplicativos estético no lugar do menu Iniciar do Windows 10, tal e como acontece com o Android, iOS e Chrome OS. Com isso, chega ao fim o recurso que entregava informações em tempo real, como a previsão do tempo e e-mails não lidos.

 

 

Por que os mosaicos podem chegar ao fim?

Nem é preciso pensar muito na resposta: ninguém usa os mosaicos.

Poucos usuários vão até o menu Iniciar EXCLUSIVAMENTE para verificar os mosaicos, e a maioria dos apps não procuram utilizar tal funcionalidade. E um design mais simples ajuda a reduzir os requisitos do sistema operacional.

O Windows Lite deve ser mais colorido e contar com alguns dos aspectos que estavam presentes no Windows 7, agradando assim a boa parte dos usuários. Além disso, o software terá um funcionamento mais eficiente em um hardware com especificações mais reduzidas.

 

 

Um sistema operacional muito rápido e com poucas exigências

O Windows Lite será rápido, e deve fluir bem em computadores com apenas 2 GB de RAM e 32 GB de armazenamento, algo que acontece hoje com o Chrome OS.

Para isso, o Windows Lite deve apostar principalmente em apps web progressivas, ou seja, aplicativos que rodam em navegadores web e plataformas universais do Windows, o que permite a sua execução em qualquer sistema, desde o Windows 10 Mobile até o Xbox.

Se isso realmente acontecer, os usuários estão mais uma vez presos à loja do Windows. O que não deixa de ser ruim, considerando que aqui o que se busca é o melhor desempenho com uma maior segurança.

Quando o Windows Lite vai chegar? Ainda não está claro. Mas é fato que ele vem. É uma questão de tempo.