A Wiko apresentou na MWC 2019 dois novos smartphones de entrada quase idênticos: Wiko View3 e Wiko View3 Pro. Dois smartphones que só se diferenciam por dentro, porque por fora as diferenças são mínimas.

Focados em uma linha média cada vez mais competitiva, os dois modelos são orientados para usuários potencialmente diferentes.

 

 

Quase gêmeos

 

 

As aparências enganam, pois estamos diante de modelos bem diferentes no seu interior. Por fora, o WikoView3 Pro tem 6.3 polegadas de tela, contra 6.26 do Wiko View3. Ambos contam com um notch em forma de gota para a câmera frontal, que também varia nos números do sensor. E enquanto que a tela do Wiko View3 Pro é FHD+, o Wiko View3 possui uma tela HD+.

A frontal é quase toda tela, onde alto-falante e leitor de digitais não aparecem. Ambos ficam na parte traseira, compartilhando espaço com a câmera com múltiplos sensores.

 

 

Hardware

 

 

No interior é que encontramos as diferenças mais gritantes. O Wiko View3 Pro tem um processador MediaTek Helio P60, e no Wiko View3 encontramos um MediaTek Helio P22. O modelo Pro pode ser encontrado nas versões com 4 GB RAM + 64 GB ou 6 GB RAM + 128 GB, enquanto que o Wiko View3 fica na versão com 3 GB RAM + 64 GB. Todos os modelos contam com armazenamento expansível via microSD.

 

 

Câmeras

 

 

Mais diferenças aqui. Uma câmera tripla traseira e um sensor frontal, mas com resoluções diferentes para modelos diferentes. O Wiko View3 Pro tem configuração de 12 MP + 13 MP + 5 MP, além de uma frontal de 16 MP para selfies. Já o Wiko View3 conta com sensores traseiros de 12 MP + 13 MP + 2 MP, e uma frontal de 8 MP.

Já a bateria é a mesma para os dois modelos: 4.000 mAh, o suficiente para aguentar pelo menos um dia. O Wiko View3 Pro conta com o recurso de recarga rápida. Nos dois modelos encontramos o Android 9 Pie de fábrica, o leitor de digitais na parte traseira e o desbloqueio facial que vem com o Android de série.

 

 

Não foram revelados preços ou datas de lançamento dos novos Wiko View3 Pro e Wiko View3. Mas tudo indica que serão modelos que ficarão restritos ao mercado europeu.