Compartilhe

A quarentena ou isolamento social provocado pela pandemia do coronavírus COVID-19 resultou em um natural aumento no tráfego de muitos serviços online ao redor do mundo. Netflix, YouTube e outras várias plataformas de serviços de streaming (inclusive no Brasil) tiveram que tomar medidas para reduzir o consumo de banda por parte dos usuários, para que a conexão se mantenha mais ou menos estável para todos.

A estratégia é compreensível para que todas essas plataformas, que são muito utilizadas pelos usuários que estão em casa tentando mitigar o aborrecimento que é o isolamento, continuem funcionando em boas condições para todos. Porém, era difícil de imaginar que o WhatsApp precisasse tomar medidas para a redução de consumo de dados em sua plataforma. Mas precisamos lembrar que até o mais popular aplicativo de mensagens instantâneas do mercado também precisa lidar com arquivos pesados de tempos em tempos.

 

 

 

WhatsApp vai implementar mudanças

 

 

Por causa do grande aumento do uso que o WhatsApp teve desde o início da quarentena, o Facbeook teve que implementar algumas mudanças para que tudo siga funcionando bem. Com o objetivo final em gerar uma economia pelos dados consumidos pelos usuários, o aplicativo impôs um limite no envio de vídeos, que agora não podemo superar os 15 segundos de duração. A medida é temporária, mas não tem uma data para perder a sua validade.

Se você ainda consegue enviar vídeos longos através do aplicativo, não é por obra do acaso ou sorte. A nova regra dos vídeos de 15 segundos só foi aplicada em países superpovoados, como é o caso da Índia (1.3 bilhão de pessoas). A alta densidade demográfica do país exige a adoção da medida, e a redução dos vídeos vai afetar de forma positiva no uos de largura de banda dentro do serviço de mensagens.

A medida ainda não foi implementada no Brasil (pelo menos não no momento em que esse post foi produzido, e se alguma coisa mudar nesse sentido, o artigo será atualizado), de modo que não podemos cantar vitória nesse momento. Tal e como aconteceu com o coronavírus, a decisão pode se expandir para outros países e continentes.

A nova política de duração de vídeos é válida pelo menos durante o período de quarentena. Uma vez que o isolamento social não for mais necessário e que podemos voltar para o que restou da vida normal lá fora, o WhatsApp vai reverter a regra.

Ou seja, por enquanto, você ainda pode mandar vídeos de longa duração. Mas é uma boa ideia tentar maneirar no envio de vídeos desde já, para evitar um colapso dos servidores ou das infraestruturas que são tão necessárias nesse momento.


Compartilhe