WhatsApp não vai receber publicidade (por enquanto) | TargetHD.net
TargetHD.net | Notícias, Dicas e Reviews de Tecnologia WhatsApp não vai receber publicidade (por enquanto) | TargetHD.net Press "Enter" to skip to content
Wetten.com Brasil Apostas
Você está em | Home | Notícias | WhatsApp não vai receber publicidade (por enquanto)

WhatsApp não vai receber publicidade (por enquanto)

Compartilhe

A publicidade estava prevista para chegar ao WhatsApp em 2020. Estava. O Facebook desistiu da ideia… por enquanto.

Desde o momento que o WhatsApp foi adquirido pelo Facebook em 2014, a questão da publicidade rondava a plataforma, sem falar na ameaça de pagamento anual. E em 2018, foi confirmado que os anúncios na plataforma de mensagens apareceriam ao longo de 2020.

Porém…

 

 

Não vai ser dessa forma que a banda vai tocar

Fontes próximas do WSJ informam que o Facebook mudou a sua estratégia de monetização do WhatsApp, desistindo de integrar a publicidade dentro do popular aplicativo de mensagens.

O time que pesquisava as melhores soluções para a inclusão da publicidade no aplicativo foi desmontada, e todo o trabalho desenvolvido no código do WhatsApp para essa finalidade foi apagado. O WaBetaInfo revela que, desde a versão 2.19.356 beta (de dezembro de 2019) não conta com informações sobre publicidade no aplicativo em seu código interno.

Ou seja, os protótipos vistos em maio de 2019 que exibiam a publicidade no status do WhatsApp (tal e como acontece hoje no Instagram) podem jamais ver a luz do mercado. Agora, os esforços se centram na melhor interação entre empresas e usuários, via WhatsApp Business.

Era especulado que os fins comerciais (e a necessidade de debilitar a codificação do aplicativo) foram os principais motivos para a desistência da publicidade no WhatsApp. E essa questão seria também um dos motivos da renúncia de Jan Koum do Facebook em 2018.

Seja como for, pelo menos por enquanto, o WhatsApp fica livre de publicidade. Mas nada impede que o Facebook tente novamente capitalizar com o aplicativo de mensagens instantâneas, algo que busca fazer desde a sua compra. Também é de conhecimento público que uma das formas da empresa de Mark Zuckerberg em pagar as contas é através da publicidade. Logo, conciliar todos os interesses e não afugentar os usuários no processo é um desafio enorme.

Vamos ver como o menino Zuck vai resolver essa problemática.

 

Via WSJ


Compartilhe