Wetten.com Brasil Apostas
Home » Internet » WhatsApp, e um reenvio de mensagem por vez: vai adiantar?

WhatsApp, e um reenvio de mensagem por vez: vai adiantar?

Compartilhe

Pior do que lidar com uma pandemia global é ter que lidar com a onda de desinformação que se faz presente em toda a internet. Muitas pessoas se valem desse momento crítico para disseminar notícias falsas, mentiras e até golpes para tirar vantagem das pessoas que se sentem meio desorientadas, até mesmo pelo elevado volume de informações de diferentes veículos.

O WhatsApp é uma das vias preferidas para os desocupados enviarem golpes e fake news sobre o momento atual, e a plataforma de mensagens instantâneas está muito ciente disso. Por isso, anunciou uma nova restrição ao reenvio em massa de mensagens, limitando o procedimento a apenas um chat por vez, na tentativa em reduzir a difusão de tais práticas condenáveis na plataforma.

 

 

 

Mais uma limitação, porque tem muita gente irracional por aí

 

 

Não é a primeira vez que o WhatsApp modifica o alcance de atuação no reenvio de mensagens. Em 2018, foi imposto o limite para compartilhamento de mensagens para até cinco conversas por vez, o que ajudou a reduzir em 25% o reenvio de mensagens em todo o planeta. Em 2019, foi introduzida a tag de dupla flecha, indicando assim nos chats que aquela mensagem foi reenviada várias vezes.

A medida anunciada hoje vai um passo além nessa questão, mas não evita por completo a possibilidade de disseminação de golpes e fake news. Só deixa o processo mais trabalhoso para os mal intencionados, pois terá que fazer o reenvio uma mensagem por vez.

Pelo menos na teoria, a medida torna a tarefa de reenviar mensagens em massa no WhatsApp algo mais tedioso. Para difundir uma notícia falsa em todos os chats, o usuário terá que reenviar a mesma mensagem para todas as conversas, individualmente, já que existe a restrição de compartilhamento como medida de dissuasão.

 

 

O WhatsApp não desaconselha os reenvios, pois as notícias verdadeiras são de utilidade pública, sem falar que vídeos divertidos, memes, reflexões e orações podem ajudar nesse momento de crise. Porém, a plataforma observa o aumento na quantidade de reenvios, o que pode contribuir para a divulgação de notícias falsas.

O novo limite se aplica às mensagens reenviadas muitas vezes, ou seja, que você recebe de alguém que já recebeu de outra pessoa, e que são indicadas com a tag de dupla flecha. Outra função adicionada recentemente à estas mensagens é o botão de busca na wbe, o que permite a pesquisa do texto das mensagens reenviadas muitas vezes no Google, de modo que o usuário pode encontrar a origem dessa informação, para assim descobrir se a informação ou notícia daquela mensagem é verdadeira ou falsa.

Por fim, é importante lembrar que ainda é relativamente simples saltar a nova limitação imposta pelo WhatsApp. A pessoa que quer seguir divulgando as fake news pode simplesmente copiar o texto da mensagem, colar e enviar manualmente para um único usuário. Depois disso, ela está liberada para reiniciar o contador de envios para compartilhar com até cinco chats por vez, pois essa versão da mensagem passa a ser sua.

Se o WhatsApp eventualmente restringir o reenvio da mensagem que você mesmo criou, basta reiniciar o ciclo: copiar a mensagem, colar em uma conversa, enviar manualmente e recomeçar o reenvio. De modo que a luta contra o compartilhamento de fake news e golpes continua, e está longe de chegar ao fim.

O WhatsApp não explicou a partir de quando a medida vai entrar em vigor, ou se será necessário atualizar o aplicativo para que o recurso fique ativo. Ou se tudo será ativado de forma automática, sem a necessidade de atualização.

 

 

Via WhatsApp


Compartilhe