Você será “obrigado” a aceitar os termos de uso do WhatsApp
TargetHD.net | Notícias, Dicas e Reviews de Tecnologia
Press "Enter" to skip to content
Wetten.com Brasil Apostas
Você está em | Home | Software | Você será “obrigado” a aceitar os termos de uso do WhatsApp

Você será “obrigado” a aceitar os termos de uso do WhatsApp

Compartilhe

Mudou tudo.

O WhatsApp retirou a obrigatoriedade dos seus usuários em aceitar os novos termos de uso da plataforma. Ou seja, depois de 15 de maio, você pode seguir usando o aplicativo, mesmo que você não aceite os novos termos. Mas isso não quer dizer que as coisas não vão mudar um pouco no aplicativo de mensagens instantâneas mais popular do mercado.

Eu sei, parece um pouco estranho e confuso. E é assim mesmo. Por isso, vamos tentar descomplicar as coisas para os mais indecisos.

 

 

 

Não muda nada, mas muda alguma coisa

A primeira coisa que você precisa saber é que o WhatsApp deixa bem claro para todo mundo que mudou de ideia de novo, e não vai fechar a conta de ninguém, incluindo aqueles que não aceitaram as novas condições para uso da plataforma.

Ou seja, depois de 15 de maio, se você não concorda (entre outras coisas) em compartilhar os seus dados do WhatsApp com o Facebook, não tem problema algum. Você pode seguir usando normalmente os dois aplicativos.

Porém (e sempre tem um porém)…

O Facebook vai usar outra estratégia para convencer aqueles que discordam das novas regras. E a estratégia é bem simples: procurar irritar os divergentes, até que eles aceitem que as regras mudaram.

De tempos em tempos, os usuários que não concordaram com os novos termos de uso do WhatsApp vão receber uma notificação informando sobre as mudanças. E isso vai se repetir até que o usuário aceite os novos termos.

A frequência da emissão desse alerta é algo incerto. Pode ser um lembrete que aparece de forma repentina e sem janela de exibição prevista, como também pode ser um lembrete diário, pedindo para que o usuário aceite os novos termos de uso do WhatsApp.

Agora, pense como a sua vida pode virar um inferno se o lembrete for diário… Em algumas semanas, o usuário pode aceitar os termos apenas para se livrar desse alerta persistente.

 

 

 

WhatsApp querendo vencer pelo cansaço

 

 

Sendo bem sincero, eu detesto os alertas enviados por aplicativos que não podemos remover de forma simples e espontânea. A obrigatoriedade em aceitar os termos de uso para não ver essa tortura em forma de lembrete é algo que questiono fortemente, e com certeza isso irrita mais que os próprios lembretes.

Por outro lado, eu sei que tem muita gente que simplesmente não se incomoda com o fato do Facebook ter vários dados pessoais e vender essas informações para envio de publicidade. Por isso, os as chances dos usuários aceitarem os novos termos apenas para se livrarem dos lembretes são enormes.

Porém, a persistência de Zuck não para por aí. Depois de um tempo, os usuários que não aceitam o novos termos de uso vão entrar em um modo de funcionalidade limitada, onde não mais poderão acessar a sua lista de conversas, até que aceite os novos termos. Ao menos ainda é possível acessar as conversas através do sistema de notificações do seu smartphone e responder as mensagens recebidas.

O usuário também pode seguir recebendo as chamadas de áudio e vídeo, porém, com o passar do tempo, nem mesmo essas atividades serão possíveis no WhatsApp.

Diante desse cenário, é certo dizer que não vai restar outra alternativa para a maioria das pessoas. Ou aceita os termos de uso do WhatsApp, ou o aplicativo vai se tornar um inútil em seu smartphone.


Compartilhe