O Vivo NEX S foi o mais recente smartphone a passar pelo tradicional teste de tortura do JerryRigEverything. Ele é quase idêntico ao NEX A, mas é o modelo mais completo nas especificações de hardware.

O Vivo NEX S é construído com metal e vidro, e sua câmera aparece de uma de suas bordas. E a ideia é descobrir se essas características afetam positiva ou negativamente na sua resistência.

Jerry começa o teste de durabilidade pelos arranhões na tela, e o Vivo NEX S sofreu danos a partir do nível 6, com riscos mais profundos no nível 7. O que está dentro da normalidade para os modelos top de linha.

 

 

O leitor de digitais integrado na tela vai seguir funcionando, mesmo se a tela ficar muito arranhada. As laterais de metal e o vidro da câmera total também foram arranhados nos testes.

Os botões físicos do smartphone também são feitos de metal, assim como a bandeja do cartão SIM. As câmeras traseiras do smartphone são revestidas pelo vidro, assim como o flash LED duplo.

O visor AMOLED do telefone resistiu por 16 segundos em chama direta, antes dos pixels serem desligados. Algo impressionante, mesmo para um teste que, por si, não tem muito sentido.

O telefone ficou um pouco inclinado quando a pressão foi aplicada, tanto na parte frontal como na traseira, mas o dispositivo não partiu ao meio.

Vídeo do teste de tortura a seguir. Sempre vale a pena conferir para verificar o quão resistente é um dispositivo.