Vivo, e os seus novos valores dos planos pós-pago (em junho de 2019) | TargetHD.net
TargetHD.net | Notícias, Dicas e Reviews de Tecnologia Vivo, e os seus novos valores dos planos pós-pago (em junho de 2019) | TargetHD.net Press "Enter" to skip to content
Wetten.com Brasil Apostas
Você está em | Home | Internet | Vivo, e os seus novos valores dos planos pós-pago (em junho de 2019)

Vivo, e os seus novos valores dos planos pós-pago (em junho de 2019)

Compartilhe

A Vivo reajustou as mensalidades dos seus planos de telefonia móvel pós-pago, e sem adicionar benefícios ou aumentar o pacote de dados dos clientes. Eles basicamente estão mais caros. Bem mais caros. Muito mais caros que a concorrência, inclusive.

 

 

Os novos preços dos planos pós-pago da Vivo

 

Os valores abaixo são válidos para as linhas DDD 11; valores podem variar de acordo com a região do país onde o cliente está:

Vivo Pós 8 GB: de R$ 119,99 para R$ 129,99 (+ R$ 10)
Vivo Pós 10 GB: de R$ 169,99 para R$ 189,99 (+ R$ 20)
Vivo Família 15 GB: de R$ 229,99 para R$ 249,99 (+ R$ 20)
Vivo Família 30 GB: de R$ 289,99 para R$ 319,99 (+ R$ 30)
Vivo Família 40 GB: de R$ 399,99 para R$ 429,99 (+ R$ 30)
Vivo Família 50 GB: de R$ 499,99 para R$ 529,99 (+ R$ 30)
Vivo Família 70 GB: de R$ 599,99 para R$ 629,99 (+ R$ 30)

 

O reajuste é válido para o mês de agosto de 2019, ou seja, ainda é possível contratar os planos nos valores antigos até esse período. Não foram realizadas mudanças nos pacotes de dados e nos planos de telefonia. Também não foram adicionados benefícios nos planos. Ou seja, foi um aumento de preço e nada mais.

De qualquer forma, as mudanças anunciadas (em teoria) não devem alterar muito a vida daqueles que já são clientes da Vivo. Por um motivo ainda não explicado (a operadora pode explicar em um momento posterior), mesmo com um serviço mais caro, a Vivo ainda conta com a maioria dos seus clientes nos planos pós-pago, e lidera com folga esse segmento no Brasil, com 40% de mercado, contra 24% da Claro, 20,4% da TIM e 10,9% da Oi.

Fatores como a qualidade do serviço e a área de cobertura podem ser decisivos para estabelecer essa liderança, sem falar nos produtos agregados à própria linha. Mesmo assim, levanto dúvidas sobre isso: a última vez que eu utilizei a Vivo em São Paulo, Paraná e Santa Catarina, o serviço não foi dos melhores.

Por outro lado, a Vivo também não está enfrentando uma vida fácil no mercado de telefonia, já que apresentou uma pequena retração com o avanço da concorrência. Mesmo assim, ainda possui uma liderança sólida, e pode se dar ao luxo de cobrar a mais dos seus clientes pós-pago, pois tudo indica que os mesmos não pretendem abandonar a operadora tão cedo.

 

Via Tecnoblog


Compartilhe