Compartilhe

O Uber não para de diversificar os seus produtos. Primeiro, leva você para qualquer lugar. Depois, alimenta você entregando a comida na porta da sua casa. Agora, ele quer que você encontre um novo emprego, com o Uber Works.

 

 

Como é o Uber Works?

O novo aplicativo vai chegar ao mundo amanhã (4), e tem como principal objetivo conectar os interesses de empresas e pessoas desempregadas. O app está centrado na contratação por horas sob a demanda da empresa contratante, o que não pode ser muito útil para quem está procurando um emprego estável ou com contratos mais longos.

Por enquanto, o Uber Works estava em fase de testes em Chicago, para só agora estar disponível para todos os moradores da cidade, com a sua expansão acontecendo de forma sustentável e progressiva, mas sem estimar prazos.

 

 

Com o Uber Works, você pode procurar um emprego filtrando as buscas por características específicas, como as horas de jornada laboral, o local de trabalho e o salário que vai receber. Você pode fazer o monitoramento da vaga do seu interesse em diferentes seções do aplicativo.

O novo serviço quer facilitar o acesso à vagas de emprego aos desempregados, mas diferente do que você pode imaginar, esse aplicativo não foi desenvolvido para qualquer pessoa que está sem emprego nesse momento. Pela própria característica de contratação eventual e por um número de horas previamente definidas, as vagas de emprego disponíveis tendem a serem bem restitas ou quase todas do setor de serviços.

O aplicativo vai permitir a contratação temporária de qualquer funcionário, e não apenas de forma programada com entrevistas, mas principalmente em casos emergenciais, quando é preciso ter um profissional para assumir um determinado posto ou função em cima da hora, no último minuto, em caso de faltas pontuais ou baixas inesperadas.

Não sabemos o quanto isso vai melhorar a vida dos desempregados ou para quem procura um emprego fixo. Será que dá para colocar a experiência temporária do Uber Works no currículo profissional? De qualquer forma, quem já saiu ganhando com a iniciativa é a própria Uber, que teve as suas ações se valorizando na bolsa de valores após o anúncio da plataforma.

Não há previsão de lançamento do serviço para o Brasil.

 

Via The Next Web


Compartilhe