Compartilhe

Em um passado não muito distante, um SSD custava um rim, e a diferença de preço entre um SSD de 2.5″ SATA e um SSD M.2 era considerável. Porém, os preços caíram muito, e a diferença entre valores se tornou no mínimo tangível e, em alguns casos, inexistente.

Já um SSD M.2 NVMe também ficou mais barato, mas nem tanto. E, em alguns casos ainda é melhor investir em RAM do que nesse formato de armazenamento. O assunto gera muita confusão, e esse post tenta esclarecer as coisas.

Na prática, não existe um custo extra quando comparamos unidades SSD M.2 e SSD de 2.5″, desde que a segunda conte com SATA 3.0 ou similares. Mas é preciso levar em consideração que existem pelo menos três modos de armazenamento em M.2.

– Legacy SATA: para SSDs SATA via driver AHCI e portas SATA 3.0 (6 Gbit/s), que depois são ligados pelo conector M.2.
– PCI Express via AHCI: usado para SSDs PCI Express via driver AHCI e linhas PCI Express, sendo retro-compatíveis com o padrão SATA. Por causa disso, não entregam o melhor desempenho possível.
– PCI Express via NVMe: usado para SSDs PCI Express via driver NVMe e linhas PCI Express, pensado sempre na melhor performance possível do SSD.

Por isso, um SSD M.2 SATA com NVMe é bem mais caro que os demais. Em compensação, são bem mais rápidos. Porém, o preço maior só terá relevância no seu dia a dia se você realmente precisa dessa performance toda nas suas atividades no computador. A grande maioria dos usuários comuns podem viver bem com um SSD M.2 SATA 3.0 com maior capacidade de armazenamento.

 

 

Se você realmente quer um SSD NVMe, o custo vai depender da velocidade e do espaço de armazenamento que você quer. Além disso, leve em consideração que nem todas as placas-mãe suportam esse tipo de unidade. Logo, certifique-se que escolheu o SSD certo para o seu equipamento.

Normalmente as motherboards tops de linha contam com mais vias de comunicação abertas e, por isso, podem suportar melhor os SSDs NVMe. A maioria dos fabricantes não oferecem lans suficientes para o suporte a esses drivers, e esse é outro fator que você precisa levar em consideração na hora da compra.

Em resumo: você precisa sempre decidir qual é a melhor solução para o seu caso. E, em caso de dúvidas, procure sempre um especialista para ajudar você a escolher o melhor caminho. O SSD é um elemento muito importante na montagem ou atualização de qualquer equipamento informático. Logo, a escolha precisa ser com sabedoria.


Compartilhe