Os smartphones top de linha atuais estão caros demais. E na maioria das vezes não oferecem novidades suficientes para convencer o usuário a usar o cartão de crédito.

Por isso, fica a pergunta: não faz mais sentido optar por um smartphone top de linha do ano passado?

Os smartphones que mais fizeram sucesso no mercado em 2018 foram: Samsung Galaxy S9+, iPhone XS e Huawei Mate 20 Pro. Os seus antecessores diretos ainda são ótimos smarpthones, que podem servir muito bem para a maioria dos usuários, com a vantagem que estão muito mais baratos do que na época do seu lançamento.

Levando em conta que até os modelos de linha média subiram muito de preço, comprar um dispositivo top de linha do ano passado pode ser, em alguns casos, um negócio bem mais vantajoso.

Modelos como o Samsung Galaxy A8 e o Moto Z3 Play são bons modelos de linha média, mas caros demais para aquilo que oferecem. É uma relação custo/benefício pouco satisfatória.

Ou seja, um smartphone de linha média com características de top de linha é bem mais caro do que seria em 2013, por exemplo. Logo, a alternativa é comprar um top de linha de 2017.

No mundo dos computadores, quem gasta um pouco mais em um hardware premium fica mais tempo sem se preocupar com trocas, por conta de um ciclo de vida maior. E o mesmo acontece com o mundo dos smartphones.

Muita gente afirma que não vale a pena trocar o iPhone X pelo iPhone XS. O mesmo foi dito sobre o Galaxy S8 pelo Galaxy S9, e agora com o Note 8 pelo Note 9. E o motivo é a falta de grandes inovações de um ano para outro.

Logo, não faz mais sentido ficar trocando de smartphone todo ano. O ideal é trocar a cada dois anos, saltando uma geração. Ou pelo menos optar pelo modelo do ano passado.

Outro mito que precisa ser derrubado é que um smartphone começa a ficar lento depois de um ano de uso. Isso depende muito do modelo em questão, os bloatwares e as otimizações de software feitas pela marca.

Com um top de linha, você tem um ótimo desempenho no segundo ano de uso, por mais que se use o dispositivo. Muito por causa do processador top de linha disponível no smartphone. Sem falar nas prioridades nas atualizações de software de segurança.

Pois bem, os modelos de 2018 mais recomendados (com este cenário apresentado) são: Samsung Galaxy S8+, iPhone X e Huawei Mate 10 Pro.

 

 

Conclusão

 

Com os modelos top de linha cada vez mais caros, e com os dispositivos de linha média com os preços cada vez altos, os tops de linha do ano passado, pelo contrário, ficam cada vez mais baratos.

Nesse sentido, o investimento nos modelos mais badalados de 2017 é algo mais interessante. Acabamento, fluidez e funcionalidades extras devem influenciar em uma escolha para um produto mais completo e que antede melhor as necessidades.