Compartilhe

Estamos acostumados a ver a maioria dos notebooks compactos sacrificando portas de conexão para concentrar tudo nas portas USB-C, tornando obrigatória a compra de dongles externos para conectar todos os tipos de periféricos. Mas o novo VAIO SX12 demonstra que esses equipamentos podem seguir recebendo tudo o que é necessário de forma integrada, de forma quase encantadora.

 

 

Viva as portas de conexão

 

 

A Sony vendeu a sua divisão de notebooks VAIO há mais de cinco anos, e desde então a marca VAIO segue operando com a sua nova matriz, a Japan Industrial partners (JIP), onde a Sony mantém 5% de seu controle acionário.

Desde então, alguns lançamentos globais com a marca aconteceram (alguns deles no Brasil, inclusive), mas os produtos VAIO continuam bem ativos no Japão. Agora, temos o lancçamento do VAIO SX12, que é basicamente uma versão mais compacta do SX14, lançado a alguns meses.

 

 

O notebook se destaca por contar com uma tela de 12.5 polegadas quase sem bordas e peso de apenas 897 gramas. No seu interior, contamos com processadores Intel Core i5 ou i7 de oitava geração e até 16 GB de RAM, o que já torna esse portátil muito desejado por si. Mas o que realmente impressiona nele é a quantidade de portas que oferece nas suas laterais.

Ele conta com três portas USB 3.0, uma porta USB-C, HDMI, porta Ethernet RJ-45, porta VGA (algo especialmente curioso em pleno 2019) e leitor de cartões SD, além do conector para fones de ouvido. Também está disponível a opção para conectividade LTE, o que transforma esse equipamento compatível com praticamente todas as principais opções de conectividade disponíveis.

 

 

Existem outros detalhes adicionais, como o leitor de digitais, um teclado com uma impressão especial para evitar que a pintura das letras não se apague com o tempo e uma bateria que promete 14.5 horas de autonomia.

O VAIO SX12 tem preço sugerido entre 982 euros e 1.1777 euros (já convertidos), de acordo com as diferentes opções de hardware escolhidas. E eu nem preciso dizer que não há previsão de lançamento do produto no Brasil, infelizmente.

 

Via The Verge


Compartilhe