TargetHD.net | Notícias, Dicas e Reviews de Tecnologia Uso das mensagens de texto via SMS registra sua primeira queda na história | TargetHD.net Press "Enter" to skip to content
Wetten.com Brasil Apostas
Você está em | Home | Notícias | Uso das mensagens de texto via SMS registra sua primeira queda na história

Uso das mensagens de texto via SMS registra sua primeira queda na história

Compartilhe

Os tempos estão mudando mesmo. É só você que não se deu muita conta disso. Pela primeira vez na história, o volume de trocas de mensagens de texto via SMS caiu nos Estados Unidos, de acordo com a mais recente pesquisa realizada sobre o assunto.

No relatório divulgado pela Chetan Sharma
, que detalhe o uso de mensagens instantâneas durante o terceiro trimestre de 2012, conclui-se de forma clara que os usuários norte-americanos decidiram adotar de forma mais frequente o mesmo comportamento já adotado em outros países, utilizando mais os programas e aplicativos alternativos de trocas de mensagens online do que as mensagens via SMS. E esse é o principal motivo para essa queda do uso do SMS: existem muitos programas que oferecem o mesmo serviço, bastando apenas ter uma conexão de internet ativa.

Outra razão que faz com que os usuários norte-americanos abandonem o SMS está no fato das operadoras não apresentarem propostas envolventes e vantajosas nesse segmento. Logo, programas como o Apple iMessage, Skype, WhatsApp, Nimbuzz, Viber, entre outros, passam a ser uma solução bem mais viável para a maioria dos usuários de smartphones, que passam a maior parte do tempo conectadas à internet. Além disso, redes sociais como Twitter, Facebook e Instagram estão assumindo esse papel de comunicação instantânea entre os usuários mais jovens.

E você? Ainda usa o SMS no seu dia a dia? Ou já adotou outras alternativas para se comunicar com amigos e familiares? Particularmente, ainda adoto o SMS, mas em uma quantidade bem menor do que em 2007, quando comprei o meu primeiro smartphone. Hoje, dependo muito mais do WhatsApp, Viber e até mesmo Facebook e Twitter para uma comunicação mais rápida. Faz mais sentido utilizar essas alternativas do que pagar R$ 0,05 por mensagem enviada via SMS. Até porque está mais que provado que esse serviço poderia ser oferecido de forma gratuita no Brasil.


Compartilhe