Usar extensões do Chrome no Microsoft Edge Chromium é realmente seguro? | TargetHD.net
TargetHD.net | Notícias, Dicas e Reviews de Tecnologia Usar extensões do Chrome no Microsoft Edge Chromium é realmente seguro? | TargetHD.net Press "Enter" to skip to content
Wetten.com Brasil Apostas
Você está em | Home | Dicas, Truques e Macetes | Usar extensões do Chrome no Microsoft Edge Chromium é realmente seguro?

Usar extensões do Chrome no Microsoft Edge Chromium é realmente seguro?

Compartilhe

O novo Microsoft Edge Chromium em versão final já tem um tempo no mercado, e este é um navegador web que está fazendo muito barulho. Ele é tão bom, que eu desinstalei o Google Chrome no meu computador principal, e eu estou dando uma chance para a proposta da gigante de Redmond.

Porém, os usuários iniciantes no Edge Chromium podem estar se assustando com uma mensagem de advertência que diz mais ou menos o seguinte: “o Google recomenda a mudança para o Chrome para utilizar as extensões de forma segura”, acompanhada de um link para download do navegador da gigante de Mountain View.

Não sabemos porque isso está acontecendo. Como todo mundo bem sabe (ou deveria saber), o Edge Chromium utiliza o mesmo código base do Chrome, e é compatível com a grande maioria das extensões da Chrome Web Store. O mesmo vale para outros navegadores derivados do Chromium (Opera, Vivaldi, brave, etc). Porém, a nefasta advertência só aparece para os usuários do Microsoft Edge Chromium.

 

 

 

Por que esse preconceito?

 

 

Os usuários estão comentando o tema no Reddit, e muitos acusam o Google por seguir com as suas táticas para sabotar a concorrência, além de tentar colocar de alguma forma o Chrome até no buraco do seu dente. De forma estranhamente casual, não há informações sobre a existência dessa mensagem.

O grande problema do alerta é a mentira deslavada do Google na mensagem. O que é fato é o perigo em si em instalar extensões, independente do navegador que você está utilizando. Inclusive o próprio Google Chrome.

Na prática, você pode instalar extensões do Chome Web Store no Microsoft Edge Chromium. Para isso, é preciso ativar manualmente esta opção, clicando em “permitir extensões de outras lojas”, seja nas preferência da seção de extensões do Edge ou no primeiro acesso à loja do Google. Nos dois casos, a Microsoft lança a sua própria advertência aos usuários.

A diferença do alerta da Microsoft em relação à advertência do Google é que as extensões para o Edge Chromium disponíveis na Microsoft Store estão verificadas com maior ênfase, enquanto que no Chrome Web Store isso é algo impossível, já que o volume de itens disponíveis é muito maior. O mesmo acontece na Play Store, que só pode controlar tudo através do recurso Play Protect.

Por outro lado, a Microsoft também não é santa. Ela chegou a promover o Edge contra o Firefox, a única alternativa real ao Chromium (no modelo de desenvolvimento e tecnologias adotadas) e que provavelmente jamais vai ter chance de competir. Aliás, quem é que vai se meter com o vice-líder quando o líder está tão acima dos demais? A Microsoft, é claro!

De qualquer forma, o novo Microsoft Edge Chromium está dando muito o que falar, e de forma positiva, o que sempre é uma excelente notícia. Porém, em termos práticos, ele é mais um navegador Chromium na sua essência.

Mesmo assim: o Google Chrome precisa de uma concorrência real, nem que seja pelo nome. E pelo menos nesse momento, o software melhor posicionado para ser essa concorrência é o da Microsoft. Mesmo porque, em muitos casos, para combater um gigante… apenas outro gigante.


Compartilhe