Compartilhe

650_1000_thai

O governo tailandês decidiu estabelecer um padrão para que os seus restaurantes ofereçam a mesma excelência de sabor. Para isso, eles usam um robô que é capaz de detectar sabores e a utilização de ingredientes autênticos.

A Thai Delicious é o comitê criado pelo governo local para atuar como guardião de seus pratos. Eles investiram US$ 100 mil na criação de uma espécie de língua eletrônica com a ajuda de especialistas gastronômicos e cozinheiros. Um robô que é capaz de detectar ingredientes em um prato e dar um valor de 1 a 100 em cada um deles.

Um conjunto de dez sensores faz uma análise química do prato, cruzando com uma base de dados com as receitas tradicionais. O projeto busca criar uma ferramenta de análise ajustada: longe de ser um protótipo, o comitê quer vender os robôs para diferentes embaixadas da Tailândia ao redor do planeta, por um valor de US$ 18 mil cada.

A pontuação é a mais precisa possível, e nenhum prato pode passar raspando. Para ser aprovado, é necessário alcançar pelo menos 80 pontos, para se ajustar ao padrão da cozinha tailandesa.

O objetivo principal do robô é oferecer um selo de qualidade aos restaurantes aprovados, criando assim uma referência gastronômica oficial. Algo parecido com os selos que são oferecidos por aplicativos como Yelp ou TripAdvisor para estabelecimentos. Além de um robô detector de sabores, o governo tailandês anunciou a criação de um aplicativo móvel com receitas nacionais, para que usuários do mundo inteiro se animem a criar seus pratos.

É uma boa ideia, porém, alguns ingredientes típicos são praticamente impossíveis de se conseguir no Brasil.

Via The New York Times


Compartilhe