TargetHD.net | Notícias, Dicas e Reviews de Tecnologia Um dos culpados para o Windows 10 consumir muita memória é o… | TargetHD.net Press "Enter" to skip to content
Wetten.com Brasil Apostas
Você está em | Home | Dicas, Truques e Macetes | Um dos culpados para o Windows 10 consumir muita memória é o…

Um dos culpados para o Windows 10 consumir muita memória é o…

Compartilhe

A queda de desempenho no seu computador pode acontecer por conta de inúmeros e diferentes fatores. Alguns dos problemas podem aparecer por conta de fatores combinados e que não estão no controle dos usuários. Mas em outros, o culpado é um único software.

No caso em destaque neste post, o Microsoft Defender é o culpado pela queda de desempenho em PCs com Windows 10. O software de segurança, mesmo sendo bem competente, pode trazer alguns problemas de funcionamento que passam batido pelos usuários com necessidades mais básicas.

Neste post, vamos mostrar como o Microsoft Defender está afetando negativamente o desempenho de computadores com Windows 10, e o que você precisa fazer para resolver o problema.

 

 

 

Microsoft Defender + ponto de conexão = caos

O site borncity fala mais sobre o assunto, e vamos tentar não só traduzir o conteúdo, mas sintetizar ao máximo para que seja compreensível a prático para qualquer usuário, incluindo aqueles que contam com conhecimentos básicos sobre o funcionamento informático.

O problema neste caso está no fato do Microsoft Defender trabalhar em conjunto com o ponto de conexão. É isso o que está causando os diferentes problemas de desempenho nos computadores com Windows 10 para um grande grupo de usuários.

Um detalhe importante sobre o problema (e que deve tranquilizar muitos dos leitores) é que essa anormalidade do desempenho promovida pelo conflito do Microsoft Defender com o ponto de conexão está acontecendo, na maioria dos casos, nos computadores que contam com a versão Windows 10 20H2.

Entre os relatos das anormalidades detectadas estão o uso elevado da memória do computador, a exibição da tela preta depois de iniciar sessão no Windows, atraso de dois minutos ou mais no processo de inicialização do sistema operacional, softwares como o Word 2016 (ou posterior) que não são executados ou exibidos corretamente e a visualização de eventos que demora muito tempo para mostrar eventos locais ou remotos.

O mais provável aqui é que está ocorrendo uma fuga de memória, algo que não é uma novidade e que, em teoria, já deveria ter sido resolvido pela Microsoft. Porém, mais uma vez, o problema aparece, para a infelicidade dos usuários.

 

 

 

Esse problema tem solução?

No momento em que este post foi produzido, não. Mas como esse artigo foi publicado no futuro, é bem possível que a Microsoft já tenha lançado uma correção para a anormalidade. Logo, vale a pena revisar o Windows Update e verificar se existem atualizações pendentes.

Por outro lado, se você quer se manter no Windows 10 20H2 (e eu nem sei por que você faria isso…), tente desabilitar a proteção em tempo real do Microsoft Defender, pois dessa forma você pode reduzir também o consumo de memória no dispositivo.

Agora, se nem isso você quer fazer no seu computador, só restam duas alternativas:

  • Ou você lida com o elevado consumo de memória para manter a proteção em tempo real do Microsoft Defender;
  • Ou você finalmente atualiza a versão do Windows 10 instalada no seu computador. Ou até mesmo atualiza o equipamento para o Windows 11, que está ficando cada vez mais estável.

Compartilhe