Compartilhe

Teremos um leilão pelo TikTok?

A Microsoft manifestou o interesse na compra do TikTok, e agora recebe uma suposta concorrência apareceu: o Twitter.

Fones próximas das negociações informam que a rede social do passarinho azul manteve conversas com a ByteDance (proprietária do TikTok) para chegar a um potencial acordo para a compra da parte da rede social que opera nos Estados Unidos. Isso seria o suficiente para que o aplicativo de vídeos curtos funcionasse naquele país sem as restrições impostas por Donald Trump.

Só tem um problema. Um problema que é fundamental para qualquer pessoa ou empresa que quer comprar alguma coisa nesse mundo: o Twitter não tem dinheiro suficiente para concluir a operação. Algo básico, convenhamos.

O Twitter tem uma capitalização de “apenas” US$ 30 bilhões, que é mais ou menos o valor que teria que pagar pela aquisição do TikTok. Seria o mesmo que eu comprando o Dell XPS 13 de R$ 10.499 e, depois, ficar completamente sem dinheiro para as demais coisas da minha vida.

 

 

 

Twitter tem um caixa limitado

 

 

Não dá para confiar na capacidade do Twitter em superar a oferta da Microsoft pelo TikTok. A ideia da gigante de Redmond é comprar a rede social de fotos em vários países de língua inglesa, mas há quem diga que agora ela quer comprar o aplicativo em todos os países onde ele funciona, para não haver nenhum tipo de brecha para qualquer governo tentar barrar a sua presença.

Já Donald Trump segue com o seu ultimato: deu para a ByteDance 45 dias para fechar o acordo de venda do TikTok para a Microsoft. Agora, o Twitter quer pelo menos tentar complicar um pouco as coisas para que o negócio seja fechado com a gigante de Redmond, apesar de sua margem de manobra financeira ser muito menor.

E, na prática, o Twitter não passa por um momento financeiro tão favorável. Analistas econômicos afirmam que a rede social não possui dinheiro sequer para comprar as operações norte-americanas do TikTok, e não possui poderio financeiro para realizar empréstimos.

E… quem vai oferecer dinheiro em tempos tão complicados como agora?

Um dos grandes acionistas do Twitter, a Silver Lake, está interessada em apoiar a compra do TikTok, e um dos argumentos a favor da rede social para realizar o esforço na tentativa de compra é a não atividade do aplicativo da China, o que pode representar uma menor pressão do governo deste país na hora de chegar a um acordo.

No final das contas, tudo indica que teremos um leilão pelo TikTok, mas a Microsoft vai ficar levantando a plaquinha o tempo todo na hora de dar os lances. Mas… vamos ver o que vai acontecer. Quem sabe não somos surpreendidos com uma oferta polpuda do Twitter.

 

 

Via  ReutersThe Wall Street Journal


Compartilhe